Polícia reforça segurança no local da chacina, em Curitiba

As polícias Militar e Civil de Curitiba intensificaram o policiamento na região onde ocorreu a chacina que matou oito pessoas e feriu duas, na Vila Icaraí, no bairro Uberaba, em Curitiba, na noite de sábado. De acordo com a assessoria de imprensa do governo do Paraná, seis suspeitos de terem participado da chacina já foram identificados.
Uma força-tarefa composta por cinco delegados e oito equipes de policiais foi criada para resolver o caso. De acordo com a polícia, as investigações mostram que o crime foi praticado como ato de vingança e de demonstração de força. A polícia não descarta a ligação da chacina com o tráfico da drogas.
O governador do Estado, Roberto Requião (PMDB), afirmou durante reunião na manhã desta segunda-feira, que a prisão dos responsáveis pela chacina é uma questão de tempo e de honra. “A polícia está empenhada na captura dos criminosos. Sabemos que tudo se trata de vingança e a prisão deles é questão de honra e de tempo para a polícia”, disse.
A polícia confirmou a morte de pessoas, entre elas um bebê de cinco meses, na chacina do sábado. As vítimas foram identificadas como Everaldo dos Santos Silva, 25, Moisés Pereira Silva, 28, Marcos Aurélio Mateus de Lima, 17 anos, Jancarlo da Silva, 20, Jéferson Carvalho da Silva, 25 anos, Nilza Ribeiro dos Santos, 29, Valdir Francisco Santos, 19, e Mateus Alves da Silva, 5 meses.
A identidade dos feridos não será revelada pela polícia, por motivos de segurança. Eles devem ser ouvidos em depoimento assim que se recuperarem. No local, foram recolhidos projéteis e cartuchos que serão enviados para perícia no Instituto de Criminalística.

Original em: http://noticias.terra.com.br

Leave a Reply