Pistola teria sido retirada do local onde foram baleados dois ladrões no Recreio

RIO – Uma pistola .40, de uso exclusivo das polícias do estado, desapareceu do local onde dois ladrões que tentaram roubar um cordão de ouro de um policial militar na segunda-feira passada, na orla do Recreio dos Bandeirantes, foram mortalmente feridos durante troca de tiros. Segundo depoimento de testemunhas à polícia, logo após o tiroteio um homem se dizendo policial deu gritos para dispersar curiosos, pegou a pistola caída no chão e foi embora. Agentes da 16ª DP (Barra da Tijuca) tentam localizar o homem e apreender a arma para que possa, também, ser submetida a exame de balística no Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE).

Até o momento, segundo a Polícia Civil, o ICCE não recebeu os três projéteis retirados dos corpos. Um deles foi retirado da parte superior da nuca do empresário Antonio Borges, de 70 anos, atingido por uma bala perdida durante tiroteio entre os ladrões Marcelo Rodrigues da Silva e Alan dos Santos Delfino e o cabo da PM Fábio Magalhães Teixeira. Os projéteis e as armas são fundamentais para que o ICCE identifique de que arma foi dado o tiro que matou o empresário. O cabo entregou à polícia uma pistola calibre 380, que seria sua, e um revólver calibre 38, de um dos ladrões.

Original em: http://oglobo.globo.com

Leave a Reply