Corpo de empresária é encontrado na praia do Saco

Vítima estava desaparecida desde o último sábado; Polícia suspeita de morte a pauladas

Corpo de Quitéria Pereira foi encontrado em avançado estado de decomposição

A empresária Quitéria Pereira da Silva, de 39 anos, que estava desaparecida desde o último sábado (31), foi encontrada morta no início da tarde desta quarta-feira (04), na praia do Saco, próximo ao povoado de Massagueira, município de Marechal Deodoro. O corpo dela está em estado avançado de decomposição e o seu desaparecimento está sendo investigado pelo 2º distrito policial.

Policiais do 8º Batalhão da Polícia Militar informaram que o Instituto de Criminalística não periciou o corpo da vítima devido ao seu ‘alto grau de decomposição’. Eles também afirmaram que foram encontradas marcas de tortura e que as suspeitas são de que a Quitéria Pereira tenha sido morta a pauladas.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal e, só após a necropsia, a família poderá saber, exatamente, o que provocou a morte da empresária.

Desaparecimento

A edição de hoje do jornal Gazeta de Alagoas traz uma reportagem completa sobre o desaparecimento de Quitéria Pereira.

Na matéria, o irmão da empresária, Adílson Pereira, contou que a família estava desesperada porque há três dias não tinha notícias de Quitéria. “Ela deixou o prédio e não disse para onde iria, saiu sem os documentos e desde então, não foi mais vista. Nossa família está desolada”, disse ele.

De acordo com familiares, a empresária saiu de casa – o residencial Arnon de Mello, na Jatiúca, por volta das 19h30 do último sábado (31) e a primeira pessoa a notar o seu desaparecimento foi o porteiro do prédio onde a vítima residia. Foi ele quem comunicou à família que Quitéria não tinha mais voltado para casa.

Quitéria Pereira era proprietária de uma casa de lanches na Jatiúca e morava com o filho de onze anos que, no momento do desaparecimento, encontrava-se com o pai, em Pernambuco.

Original em: http://gazetaweb.globo.com

GD Star Rating
loading...

Sejusp divulga resultado do processo seletivo da Politec

Está disponível no Diário Oficial do dia (03.11), que circula nesta quarta-feira (04.11), o resultado do Processo Seletivo Simplificado para provimento de vagas e formação de cadastro de reserva, por meio de contratação temporária, para a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

A relação dos aprovados e classificados pode ser consultada pela internet, pelo site http://www.iomat.mt.gov.br/do/navegadorhtml/?edi_id=2436. Todas as 76 vagas para cargos de nível médio e superior foram preenchidas.

Os candidatos aprovados deverão apresentar-se no prazo de 06 (seis) dias úteis, a contar da publicação dos resultados no Diário Oficial, munido de toda a documentação exigida para a formalização dos contratos, conforme o disposto no Edital de abertura do Processo Seletivo Simplificado.

Os candidatos aprovados para os cargos de Agente e Técnico de desenvolvimento Econômico e Social deverão comparecer na sede da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp). Os aprovados para os cargos de Perito Oficial Criminal, Médico Legista e Técnico em Necropsia devem comparecer na sede da Politec ou IML da sua região para participar de um plantão de 24 horas antes da entrega da documentação.

O não comparecimento ou não atendimento de quaisquer das exigências contidas no edital de abertura do Processo Seletivo Simplificado implicará na desclassificação dos respectivos candidatos, assumindo o próximo da lista.

Outras informações podem ser obtidas na Superintendência de Gestão de Pessoas, da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), pelos telefones (65) 3613-5512 ou 3613-5590.

Original em: http://www.24horasnews.com.br

GD Star Rating
loading...

Laudo comprova que estudante ‘cheirou’ buzina antes de morrer em festa junina

O exame também comprovou a presença de álcool no sangue da vítima

Um laudo do Instituto de Criminalística de São Paulo comprovou a presença de substâncias presentes no spray conhecido como “buzina do barulho” no sangue da estudante de medicina Mariana Finazzi. Ela morreu em junho após passar mal em uma festa junina promovida por estudantes em uma chácara na zona rural de Fernandópolis.

O exame também comprovou a presença de álcool no sangue da vítima. O laudo foi entregue nesta semana ao delegado José Flávio Guimarães, responsável pela investigação das causas da morte da estudante. O inquérito será remetido à Justiça.

Quatro estudantes que estavam na festa e socorreram a universitária foram ouvidos pela polícia e negaram ter visto a universitária inalando o produto.

Mariana Finazzi tinha 19 anos e cursava o segundo semestre de medicina na Unicastelo (Universidade Camilo Castelo Branco). Ela foi enterrada em São João da Boa Vista, sua cidade natal.

Ninguém da família foi encontrado para comentar o resultado da investigação.

Original em: http://www.redebomdia.com.br

GD Star Rating
loading...

Menina de três anos viu os pais serem assassinados em Recife

A madrugada de hoje foi violenta no município de Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife. Um triplo homicídio foi registrado na Rua Jacaranduba, no loteamento Campestre, no bairro de Santa Mônica. O crime aconteceu por volta das 3h15 numa das casas, que foi invadida por oito homens fortemente armados. Eles executaram o adolescente Everton Nascimento Gomes da Luz, 17 anos, a jovem Luna Gomes Carolino, 20, e o companheiro dela, identificado apenas como Jonas, aparentando cerca de 20 anos.

De acordo com a polícia, os assassinatos estão relacionados com o tráfico de drogas. A filha de três anos do casal também estava na residência e viu tudo, mas foi poupada pelos algozes. Ela foi encaminhada para o Conselho Tutelar de Camaragibe. %u201CQuando chegamos ao local, a menina estava suja de sangue, ao lado do corpo da mãe. Ela foi levada para o Conselho Tutelar de Camaragibe%u201D, lembrou o agente Francisco Coelho.

O delegado Paulo Clemente, que de plantão na Força-Tarefa Norte do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), coordenou as investigações preliminares do caso. Segundo informações do agente policial Francisco Coelho, a linha de investigação do crime aponta para motivação relacionada ao tráfico de entorpecentes. %u201CSabemos que as três vítimas moravam na favela do Detran, no Recife, e mudaram-se para aquela casa há quase um mês. Populares comentaram que o trio traficava drogas e a polícia acredita que essa ação criminosa já era praticada antes da mudança%u201D, revelou o agente Francisco Coelho.

A quantidade de executores envolvidos na chacina chamou a atenção do DHPP. Os relatos de testemunhas davam conta de que oito homens fortemente armados dividiram-se em dois grupos, arrombaram as portas de entrada e dos fundos da casa e praticaram o crime. %u201CCada uma das vítimas foi executada com um tiro de espingarda calibre 12 na cabeça. Apesar de nenhum dos assassinos utilizar capuz, ninguém conseguiu reconhecê-los e os moradores acreditam que eles não eram viviam naquela localidade.

Outro detalhe chamou a atenção da polícia: vizinhos teriam escutado os algozes gritando com as vítimas, perguntando onde estava a droga e as armas. Está sendo investigada a possibilidade de que Everton, Luna e o companheiro, Jonas, também praticassem pequenos furtos na região. Os corpos das vítimas foram submetidos a uma perícia técnica realizada pelos peritos do Instituto de Criminalística (IC) e, em seguida, encaminhados para o Instituto de Medicina Legal (IML), no bairro de Santo Amaro, no Recife.

Original em: http://www.correiobraziliense.com.br

GD Star Rating
loading...

Homicida serra grade e foge do Instituto Penal

O homicida Manoel Neilton de Oliveira, 36 anos, fugiu do IPCG (Instituto Penal de Campo Grande) esta madrugada. Informações preliminares indicam que ele serrou a grade de uma cela do Pavilhão II e pulou o muro pelos fundos da unidade prisional, localizada no Complexo Penitenciário, no Jardim Noroeste.

Somente hoje de manhã, quando os agentes faziam a conferência dos presos é que sentiram falta de Oliveira. Ele estava no IPCG desde 08 de outubro deste ano.

Oliveira havia fugido da CPA (Colônia Penal Agrícola) e deu entrada primeiramente no EPSM (Estabelecimento Penal de Segurança Máxima). No entanto, como tinha problemas de convívio com presos da Máxima, foi encaminhado ao IPCG.

A Agepen (Agência Estadual de Administração do Sistema Penitenciário), a Companhia de Guarda e Escolta e o 3º DP (Distrito Policial) da Capital já foram comunicados do caso. Peritos do Instituto de Criminalística também já foram acionados para fazer os levantamentos no local da fuga.

Oliveira está preso pela morte de Erick Camargo, 25 anos, filho do dono de um hotel localizado na Rua Dom Aquino, região Central de Campo Grande.

O crime ocorreu dia 27 de setembro de 2007, quando os dois se desentenderam devido ao volume do som que o jovem ouvia no hotel. Camargo foi morto à facada.

Original em: http://www.campogrande.news.com.br

GD Star Rating
loading...

Inquérito vai apurar invasão ao setor de armas da Polícia Civil

O delegado-geral da Polícia Civil, Marcílio Barenco, informou que um inquérito policial vai apurar a invasão ao setor de armas da sede da instituição, no bairro de Jacarecica, ocorrida na madrugada desta quarta-feira (04). Ele confirmou que, num levantamento preliminar, ficou constatado que alguns revólveres inservíveis e munições (calibre 38) que eram guardadas no local foram levados.

Segundo a diretora de Estatísticas, Informática, e Armas (Deinfo), Luci Mônica, revelou que um inventário está em andamento para esclarecer quantas armas e se outros objetos foram furtados.

O secretário de Defesa Social, Paulo Rubim, e o subsecretário Washington Luiz, estiveram na sede da PC para acompanhar as primeiras investigações.

Rubim informou que os agentes que estavam de plantão na madrugada prestam depoimentos à delegada Fabiana Leão, que responde pela diretoria Administrativa da instituição. Um inquérito administrativo também foi instaurado.

O Instituto de Criminalística (IC) realizou perícia no local onde as armas estavam guardadas. O sistema de alarme também passará por perícia feita por técnicos da empresa responsável pela instalação do equipamento para verificar se houve alguma falha.

O delegado Marcílio Barenco qualificou a ação como um ato de vandalismo e explicou que tudo será apurado com rigor.
O inventário do que foi levado, conforme a delegada Luci Mônica, deve ser concluído ainda nesta quarta-feira e, ao final, será levado ao conhecimento público.

Original em: http://www.primeiraedicao.com.br

GD Star Rating
loading...

Triplo homicídio ocorreu no mesmo local onde casal foi morto em julho

Segundo a polícia, vítimas tinham envolvimento com o tráfico de drogas e estariam escondidas na casa desde outubro; menina de três anos foi encontrada abraçada ao corpo da mãe

Reprodução / TV Globo

A casa em que três pessoas foram executadas na madrugada desta quarta-feira (4), em Camaragibe, na Região Metropolitana do Recife, já havia sido palco de um duplo homicídio há apenas quatro meses e meio. No dia 16 de julho, uma adolescente de 17 anos e o companheiro dela, Thiago Ferreira de Paiva, foram mortos no local.

Reprodução / TV Globo

Pela manhã, não havia quase ninguém nas ruas do loteamento Santa Mônica – a comunidade está assustada. De acordo com testemunhas, passava um pouco das 3h quando oito homens armados chegaram à rua Jacaranduba, invadiram uma casa (foto 1) e mataram Everton Nascimento Gomes da Luz, 17 anos, Luna Gomes Carolino, 20 anos, e o companheiro dela, identificado apenas como Jonas, com tiros de espingarda calibre 12.

As vítimas foram atingidas no pescoço e na cabeça, segundo informações dos peritos do Instituto de Criminalística. De acordo com as equipes do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), os três estariam envolvidas com o tráfico de drogas e moravam na comunidade do Detran, no Recife. Desde o dia 16 de outubro, eles estariam escondidos em Camaragibe.

Ainda no começo da manhã, policiais do 2º Batalhão da Polícia Militar (BPM) estiveram no Conselho Tutelar (foto 2) de Camaragibe para deixar uma menina de três anos (foto 3), que foi encontrada abraçada ao corpo da mãe, Luna, uma das vítimas do triplo homicídio. A criança não se feriu.

Reprodução / TV Globo

Na fachada da casa onde cinco pessoas foram mortas este ano está escrito “Igreja Missionária Nova Vida”. A polícia conversou com o dono um imóvel, que é evangélico. Ele contou que, apesar da inscrição, na casa nunca funcionou uma igreja. O proprietário disse ainda aos policiais que o imóvel estava alugado desde ao mês passado às pessoas que foram mortas nesta madrugada no local.

Original em: http://pe360graus.globo.com

GD Star Rating
loading...

Diretor da Polícia Civil diz que serviços seguem normais durante greve

Osvaldo Moraes afirmou ainda que o atendimento é feito em todas as delegacias e que a maioria dos agentes não aderiu à paralisação porque reconhece investimentos em segurança

Reprodução/TV GloboNesta quarta-feira (4), os policiais civis entram no segundo dia de greve. De acordo com o sindicato da categoria, apenas 30% dos serviços considerados essenciais estão funcionando. Mas o diretor de Operações da Polícia Civil, o delegado Osvaldo Moraes (foto), discorda do número Segundo ele, o atendimento em todas as delegacias ocorre normalmente.

“Se o cidadão chegar a qualquer delegacia, encontra policiais trabalhando, o atendimento em tese é normal, o delegado estará na delegacia com sua equipe. Os agentes também estão na delegacia e se houve uma ordem do delegado, eles vão atender”, afirmou. “Ainda não houve registro de não atendimento por parte de nenhum cidadão”.

De acordo com o diretor, a greve não está sendo sentida pela população. “A greve não foi sentida porque os policias têm consciência das reformas, do aumento do efetivo, do complexo de delegacias em Paulista, de todos os investimentos maciços do Governo”, observa o delegado Osvaldo Moraes.

“Conseguimos bater a meta de 12% de redução nos crimes com uma ação integrada das polícias Civil e Militar e com uma parceria com o Ministério Público e o poder judiciário”. Para fazer queixas, basta telefonar para a Ouvidoria da Polícia Civil, no número 0800-081-5001. “Nossa missão é que a população não sinta o efeito dessa greve”, concluiu o diretor.

SERVIÇOS
Quatro delegacias foram selecionadas pelo Sindicato dos Policiais Civis para funcionar normalmente durante a greve: as de plantão de Santo Amaro, do Cordeiro, de Olinda e de Prazeres. Na última terça-feira (3), o sindicato informou que os serviços do Instituto Tavares Buril (ITB) seriam paralisados.

Contudo, segundo o diretor do ITB, serão mantidos 30% dos serviços. Pode haver prejuízo na emissão de antecedentes criminais de carteiras de identidade, mas os outros serviços ocorrem normalmente. O Instituto orienta os cidadãos a solicitarem a documentação de identidade no Expresso Cidadão.

No Instituto de Criminalística, a emissão de laudos e perícias seguem normais. Já no Instituto de Medicina Legal (IML), nesta quarta-feira à noite haverá uma reunião para decidir a adesão dos médicos legistas, mas por enquanto os serviços são feitos normalmente.

Original em: http://pe360graus.globo.com

GD Star Rating
loading...

Prefeitura de Betim é alvo de MP

Ossos foram achados em lixão; populares reclamam das condições do local

O Ministério Público Estadual (MPE) irá encaminhar, ainda nesta semana, um ofício à Fundação Estadual de Meio Ambiente (Feam). No documento, o órgão determina que a Feam averigue se a Prefeitura de Betim está cumprindo as condicionantes do licenciamento de operações determinadas para o funcionamento do cemitério municipal Jardim Parque da Cachoeira.

O local é alvo de uma série de denúncias de irregularidades. A última delas foi mostrada ontem em O TEMPO. Trata-se de reclamação feita por moradores do bairro São Salvador, na região do Citrolândia. Na quinta-feira passada, eles acionaram à Polícia Militar e informaram que um caminhão de lixo da prefeitura da cidade havia despejado ossos humanos no aterro sanitário local.

No mesmo dia, os restos mortais foram recolhidos por um perito criminal para exames. “O laudo pericial apontará se as ossadas analisadas são humanas ou de alguma espécie animal. O prazo para a divulgação do resultado é de até 30 dias”, disse o delegado Marcelo, da 4ª Delegacia de Polícia de Betim, que está acompanhando o caso.

Ontem o MPE informou que aguardará o laudo policial para tomar as medidas necessárias. Conforme o MPE, a Promotoria de Justiça de Betim vem acompanhando a situação do cemitério público Jardim Parque da Cachoeira, desde março, quando surgiram as primeiras denúncias.

Na ocasião, restos mortais de cerca de 166 pessoas foram encontrados acondicionados irregularmente em sacos de lixo, em um barração nos fundos do cemitério. Por recomendação do MPE, a administração municipal teve que providenciar a identificação e urnas para enterrar todos ossos. Do total, 128 acabaram sendo identificados.

Comissão

As irregularidades no cemitério estão sendo acompanhadas também pela Comissão de Saúde da Câmara Municipal de Betim. Uma subcomissão, formada por cinco vereadores, foi criada especialmente para o caso. “Se as análises confirmarem tratar-se de ossos humanos iremos cobrar que os responsáveis sejam punidos. É um desrespeito à população”, disse o vereador Nehemias Araújo, presidente da comissão. A prefeitura da cidade informou que aguardará o laudo da Polícia Civil para se pronunciar.

Lei federal

Regulamento. O processo de licenciamento ambiental de cemitérios é determinado pela
lei federal nº 335/03, do Conselho Nacional de Meio Ambiente (Conan).

Parentes de mortos estão indignados

Alguns familiares de pessoas enterradas no cemitério Jardim Parque da Cachoeira, em Betim, voltaram para casa desolados no Dia de Finados. Depois de muita procura, eles não conseguiram encontrar as placas de identificação correspondentes aos túmulos dos parentes enterrados no local.

O aposentado Joaquim da Silva, 49, não pode rezar pelo pai, mãe e irmão. “Procurei os túmulos e não achei. Isso me leva a crer que os ossos deles foram removidos daqui”, afirmou. Em nota encaminhada anteontem, a assessoria da prefeitura, informava que, em função da revitalização do espaço, algumas placas contendo os números dos túmulos estão sendo readequadas, o que pode ter causado a confusão. (AS)

Original em: http://www.otempo.com.br

GD Star Rating
loading...

Delegacia-geral da Polícia Civil, em Jacarecica, é invadida

Criminosos arrombaram cadeado da porta da diretoria de estatística, informática e armas

Peritos fazem registro fotográfico; PC deve divulgar o material levado

A delegacia-geral da Polícia Civil, em Jacarecica, foi invadida por homens ainda não identificados na madrugada desta quarta-feira (04). De acordo com a perícia, o cadeado da porta da diretoria de estatística, informática e armas foi arrombado. As primeiras informações dão conta que os criminosos levaram armas de reserva que estavam no local.

Segundo Clisney Omena, perito criminal, o material que foi subtraído será posteriormente divulgado pela Polícia Civil. “Nós passamos cerca de 2h periciando o local e fizemos o registro fotográfico, mas só a diretoria da PC pode precisar o que foi levado”, explicou.

Investigação já começou

A delegada responsável pela diretoria, Lucy Mônica, afirmou que já começou a investigar quem pode ter arrombado e furtado objetos, documentos e armas da Polícia Civil. Segundo ela, os funcionários do departamento do almoxarifado e da delegacia-geral da PC já estão sendo ouvidos.

A delegada não especificou o material levado ou a quantia de armas.

Original em: http://gazetaweb.globo.com

GD Star Rating
loading...