Prima de jogador morreu após inalar gás de buzina, diz laudo

Laudo do Instituto de Criminalística de São Paulo comprovou que a universitária Maria Finazzi de Almeida, 20 anos, prima do jogador Finazzi (ex-Corinthians), morreu depois de inalar gás de buzina e consumir bebidas alcoólicas numa festa na noite de 19 de junho, em Fernandópolis, interior de São Paulo.
“Os exames deram positivo para o gás e para o álcool e a mistura das duas substâncias foi fatal”, afirmou o delegado do 2º DP de Fernandópolis, José Flávio Gonçalves, que concluiu o inquérito, cujo relatório seria enviado na tarde desta quinta-feira para o Ministério Público. “Ainda hoje envio este procedimento para o MP”, afirmou.
Mariana morava em São João da Boa Vista (466 km de Fernandópolis), mas mudou-se para Fernandópolis para estudar medicina na Unicastelo, onde cursava o primeiro semestre. Ela morreu quando se divertia numa festa junina, organizada pelos estudantes de medicina numa chácara de Fernandópolis, interior de São Paulo. Para a polícia, nenhum dos freqüentadores da festa induziu Mariana a aspirar o gás da buzina, que se tornou fatal.
“Ela não foi induzida por ninguém a usar as substâncias, por isso, não há como responsabilizar alguém por um erro que ela mesma cometeu”, disse o delegado. “Não adianta querer crucificar alguém se não houve culpado”.

Original em: http://noticias.terra.com.br

GD Star Rating
loading...

Era para ser 100%, mas ainda tá longe

A assinatura de posse do novo coordenador do Núcleo Regional de Perícias de Joinville, Rid Garcia dos Santos, não vai refletir em mudanças na administração do instituto. Na cerimônia que oficializou a reposição do cargo, ontem à tarde, o perito criminal de 54 anos afirmou que seguirá a linha da gestão anterior.

“Não vai mudar nada”, resumiu. Rid assumiu o posto deixado por Ruth de Souza Corrêa no começo de outubro. Depois de seis anos e noves meses coordenando o IGP da região, ela decidiu sair alegando motivos pessoais, mas continua atuando como perita em documentos.

O novo coordenador será responsável por um órgão que funciona sem a estrutura necessária para abrigar parte dos serviços. No dia 25 de maio, dia da inauguração, a promessa era de que o instituto funcionaria com capacidade total em até dois meses.

Desde maio deste ano, quando o núcleo foi inaugurado, a rotina dos peritos está limitada a recolher material para enviar a Florianópolis. Isto porque nenhum procedimento das análises laboratóriais pode ser feito em Joinville. Pessoal qualificado existe, mas faltam equipamentos e recursos para os trabalhos mais complexos.

A situação foi comentada ontem pelo diretor estadual do IGP, Giovani Eduardo Adriano. Ele garante que a licitação para a compra de dez aparelhos usados na identificação final de drogas está em fase de conclusão. Ao contrário das últimas promessas não cumpridas, desta vez o diretor preferiu não dar prazo para a instalação dos aparelhos.

“É difícil prever quando tudo vai funcionar, mas espero que possamos contar com esse recurso até o fim do ano”, disse. Exames como os de dosagem alcoólica e comparação balística ainda estão fora do orçamento (veja quadro abaixo).

Investimentos menores também comprometem a autonomia do serviço. Até ontem, faltava uma cadeira de rodas no IML para as pessoas que não conseguiam se locomover. O equipamento foi doado pelo Rotary Clube de Joinville.

Original em: http://www.clicrbs.com.br

GD Star Rating
loading...

Operação da PM prende seis e fere um na zona oeste do Rio

Polícia entrou em áreas controladas por facção que tentou invadir a Vila Kennedy no último sábado

Seis pessoas foram presas e uma ficou ferida durante operação da Polícia Militar em comunidades da zona oeste do Rio, na tarde desta quarta-feira, 4. A operação foi realizada em comunidades controladas pela facção que tentou invadir a Vila Kennedy no último final de semana, segundo a PM.

Na Comunidade da Coreia, policiais militares entraram em confronto com suspeitos na Rua Cisneiro. Um homem ficou ferido e foi levado ao Hospital Albert Schweitzer, em Realengo. Com ele foi apreendida uma pistola .45.

Em Xuxuzal, três homens foram presos e houve apreensão de drogas e rádios transmissores. No Fumacê, em Realengo, a PM prendeu três homens e encontrou uma granada, um rádio transmissor e drogas.

Original em: http://www.estadao.com.br

GD Star Rating
loading...