Caminhoneiro vítima de acidente em obra do Rodoanel deixa hospital

Caminhão de Reginaldo Aparecido Pereira, atingido por viga que caiu de obra do Rodoanel sobre a Régis Bittencourt em Embu (SP)

Caminhão de Reginaldo Aparecido Pereira, atingido por viga que caiu de obra do Rodoanel sobre a Régis Bittencourt em Embu (SP)

O motorista do caminhão atingido por vigas de obra do Rodoanel em Embu (Grande São Paulo), Reginaldo Aparecido Pereira, 40, teve alta e deixou o Hospital Geral Pirajussara, em Taboão da Serra, no fim da tarde desta segunda-feira. Ele foi uma das três vítimas do acidente da última sexta (13) em viaduto do Rodoanel contruído sobre a rodovia Régis Bittencourt.

Pereira teve fraturas no corpo mas foi liberado pelos médicos após passar por exames. Ele deve continuar sua recuperação em casa. Agora apenas o ferramenteiro Carlos Fernando Rangel, 38, permanece internado no hospital. Com fratura no braço esquerdo, ele é tratado com antibióticos e deve passar por cirurgia na próxima sexta (20).

Acidente

As vigas, que pesam 85 toneladas e têm 40 metros de comprimento, haviam sido instaladas no começo da semana. Por volta das 21h15 de sexta elas despencaram de uma altura de aproximada de 20 metros e atingiram um caminhão e dois carros –um deles ficou totalmente destruído.

As causas do acidente estão sendo investigadas pelo IPT (Instituto de Pesquisas Tecnológicas) e um laudo será elaborado pelo IC (Instituto de Criminalística). O Crea-SP (Conselho Regional de Engenharia, Arquitetura e Agronomia de São Paulo) e o Ministério Público também vão investigar o acidente.

Nesta segunda o presidente do Crea-SP, José Tadeu da Silva, afirmou que a instalação de quatro, e não de cinco vigas previstas, é a principal hipótese para explicar as causas do acidente. Para Silva, a instalação de uma viga a menos é um procedimento incorreto e inadequado e, como a quinta viga quebrou, nenhuma delas deveria ter sido instalada.

Original em: http://www.alemtemporeal.com.br

Leave a Reply