UFPE pode ser alternativa para exames de DNA da polícia

Exames solicitados pelo Instituto de Criminalística são feitos em laboratórios da Paraíba e da Bahia

Reprodução / TV Globo

O Laboratório de Genética Molecular Humana da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE) pode resolver um problema antigo do Instituto de Criminalística. É que os exames de DNA para identificar um corpo não podem ser feitos em Pernambuco, o que tem atrasado a solução de alguns crimes no estado.

O local atende mães e filhos que o procuram para fazer o exame de investigação de paternidade pelo DNA. São 30 exames por mês. Quase todo o processo é manual e passa por diversos equipamentos. Mas com a nova unidade de sequenciamento de DNA, que será instalada no próximo semestre, o processo vai ficar bem mais rápido e com mais qualidade

O equipamento de R$ 300 mil vai poder atender a demanda de todo o estado. “A maior dificuldade agora não é nem de equipamentos, nós estamos bem equipados. A maior dificuldade é com recursos humanos. Então, na medida em que a gente tenha a estrutura e que forme recursos humanos a gente vai aumentar a nossa capacidade de atuação”, explica Marcos Morais (foto 3), professor de Genética da UFPE.

Com o sequenciador automático de DNA, o laboratório será um dos mais completos do Nordeste e poderá fazer os exames de genética forense, que hoje não são realizados no estado e poderiam ajudar e muito o trabalho dos peritos criminais. “Como cidadão eu devo dizer o seguinte: que este é um elemento de segurança pública da mais alta importância. O cidadão se sentirá mais seguro se ele souber que um indivíduo que cometeu um crime pode ser encontrado em um banco de dados de indivíduos que já foram presos”, afirma Luiz Maurício da Silva (foto 4), diretor do Laboratório de Genética.

O novo equipamento vai resolver um problema antigo do Instituto de Criminalística. A Polícia Científica do estado não pode fazer os exames de DNA porque não temo equipamento e
precisa enviar o material biológico coletado, como fios de cabelo, amostras de sangue, de pele e de saliva, para os laboratórios dos estados da Paraíba e da Bahia, que nem sempre conseguem atender a demanda.

Segundo os números oficiais, 84 exames estão na fila à espera de um laboratório. Entre eles o que poderia por fim a angústia de uma família, em Timbaúba. A agricultora Márcia Cláudia dos Santos espera que o exame identifique o corpo carbonizado de uma criança, que pode ser do filho dela que está desaparecido.

A Secretaria de Defesa Social informou que quatro exames estão sendo feitos no laboratório da Paraíba, oito na Bahia e 72 ainda não foram encaminhados. O secretário Servilho Paiva (foto 5) pediu explicações ao Instituto de Criminalística. “Temos que avaliar se a pendência está aqui, se não foi encaminhado ao estado parceiro ou se no estado parceiro existe uma demanda muito maior e está ocorrendo o atraso.”

Além da parceria que pretende firmar com a Universidade Federal de Pernambuco no próximo ano, a Secretaria de Defesa Social também encaminhou para a Secretaria Nacional de Segurança Pública um projeto de R$ 2,1 milhões para a construção de um laboratório próprio. Se o dinheiro for liberado, em um ano o laboratório poderá ser construído.

Original em: http://pe360graus.globo.com

GD Star Rating
loading...

Confira as principais notícias do dia 30 de novembro

Política

1. Em vídeo de escândalo no DF, deputado coloca dinheiro nas meias
Novas imagens do escândalo que envolve o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, foram exibidas ontem no Fantástico. Em um dos vídeos, gravado em 2006, o atual presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Leonardo Prudente (DEM), recebe vários maços de dinheiro. Depois de encher os bolsos, ele coloca parte do que recebeu nas meias. As gravações que estão no inquérito da Polícia Federal foram feitas por Durval Barbosa, ex-secretário de Relações Institucionais de Arruda, informa o G1. Ele afirma que o dinheiro era recolhido com empresários e distribuído a Arruda, ao vice-governador Paulo Octávio, a secretários e assessores e deputados da base aliada. Em nota, Arruda e seu vice se disseram ontem “perplexos” com as denúncias e negaram as acusações…

Sociedade

2. Por segurança, Palácio do Planalto ganha “puxadinho”
Na reforma do Palácio do Planalto, que deve ser entregue em abril, está sendo construído um “puxadinho” atrás do edifício tombado. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) autorizou a obra porque ela seria necessária para atender exigências atuais de segurança. O bloco de concreto vai esconder uma escada de emergência e um elevador. Eduardo Rosseti, técnico do Iphan no Distrito Federal, afirmou à Folha (para assinantes) que “o ângulo privilegiado do palácio é feito a partir da praça dos Três Poderes. E deste ponto de vista a caixa é invisível”. O arquiteto Oscar Niemeyer aprovou a intervenção.

3. Candidato diz que “assessoria” se grafa “ascessoria” e passa em concurso
A convocação de candidatos aprovados em concurso para fotógrafo pericial da Polícia Civil foi suspensa após denúncia da Folha (para assinantes) sobre suposta fraude. O jornal soube o nome de três pessoas que passariam no exame e, oito dias antes da divulgação do resultado, registrou a informação em cartório. A reportagem conseguiu assistir à prova oral de dois deles Um dos candidatos aprovados disse “ascessoria” ao soletrar a palavra “assessoria” e teria falhado em grande parte do teste. Ele é parente do diretor do Instituto de Criminalística.

4. No Detran-SP, a denúncia é de esquema de fraude em emplacamentos
Delegados e empresários estão sendo investigados por participação em um esquema que teria desviado R$ 40 milhões do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo, segundo o Estadão. Empresas contratadas para emplacar veículos mandariam faturas alegando um volume de serviços até 200% maior do que o que realizaram. E quem deveria fiscalizar fazia vistas grossas.

5. Uma arma ilegal para cada 17 paulistas
Segundo um estudo inédito da CPI do Congresso que investiga o tráfico de armas, há pelo menos 2,4 milhões de armas ilegais no Estado de São Paulo. O número significa 1 arma para cada 17 habitantes de SP, que hoje tem uma população estimada de 41 milhões de pessoas. O relatório estima que há 10,1 milhões de armas ilegais no Brasil – 6 milhões nas mãos de criminosos, diz O Globo.

6. FHC entre os pensadores do ano
Apesar de sua popularidade não estar tão em alta no Brasil (leia nota no blog de Paulo Moreira Leite), a revista americana Foreign Policy, especializada em política internacional, colocou o ex-presidente brasileiro Fernando Henrique Cardoso na 11º posição na sua lista dos 100 Pensadores Globais de 2009. FHC foi escolhido “por chamar a guerra contra as drogas daquilo que ela é: um desastre”, mostra reportagem de ÉPOCA. Com outros líderes latino-americanos, o sociólogo brasileiro defende que as drogas são um problema global de saúde, não criminal, que não será resolvido com repressão. O presidente americano Barack Obama ficou em segundo na lista, atrás de Ben Bernanke, presidente do Federal Reserve (Fed), o Banco Central dos Estados Unidos.

7. Promessa de governo de “integração e diálogo” em Honduras
O candidato da oposição Porfírio “Pepe” Lobo de declarou presidente eleito de Honduras, após as eleições de ontem. Membro do Partido Nacional, opositor ao Partido Liberal do deposto Manuel Zelaya e do interino Roberto Micheletti, o empresário diz que fará um governo de “integração e diálogo”, segundo ÉPOCA. O principal rival de Lobo, Elvin Santos, reconheceu a derrota. O presidente Lula reiterou a posição brasileira de não reconhecer o resultado do pleito. Em Portugal, onde vai participar da Cúpula Ibero-americana, Lula afirmou que a situação em Honduras é uma “piada”, mostra reportagem do G1.

8. De ex-guerrilheiro a presidente
Com mais de 92,84% das urnas apuradas e 53,2% de votos a seu favor, José “Pepe” Mujica fez, na madrugada de hoje, seu discurso de vitória em Montevidéu. O ex-guerrilheiro derrotou Luis Alberto Lacalle (que tinha 42,7% dos votos) no segundo turno das eleições presidenciais uruguaias, informa o Estadão. O resultado é uma vitória da Frente Ampla, coalizão de esquerda da qual o atual presidente Tabaté Vázquez faz parte. Vázquez tem hoje mais 70% de aprovação popular, segundo o jornal uruguaio El País (em espanhol).
Economia

9. Manaus se recupera após a crise
O Polo Industrial de Manaus (PIM), bastante afetado pela crise econômica mundial, começa a se recuperar. Desde junho, o faturamento do polo voltou a superar os US$ 2 bilhões mensais, segundo o Valor Econômico (para assinantes). Na última reunião do conselho de administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), foram aprovados 25 novos projetos, que somam US$ 462 milhões e devem gerar 656 novos empregos.

10. Doença da “vaca louca” ainda preocupa a Europa
Estatísticas da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) revelam que a Europa não conseguiu controlar a doença da “vaca louca”, infecção degenerativa do sistema central dos bovinos, informa o Valor Econômico. Somente neste ano, 62 casos foram registrados. Apesar do número de casos ser inferior ao do ano passado (127), a Comissão Europeia destinou 67 milhões de euros para combater a doença. O Brasil nunca registrou nenhum caso em animais, mas sofre restrições no mercado internacional porque, no passado, importou animais europeus. A União Europeia não recomenda a importação de tripa de zebu brasileiro sob alegação de riscos de contaminação.

Original em: http://www.aguaboanews.com.br

GD Star Rating
loading...

IC alerta para uso de solvente de solda como entorpecente

O Instituto de Criminalística (IC) de Campinas alerta para os riscos de usar um solvente utilizado para soldas como droga. O produto, desenvolvido para evitar aderência de respingos de solda em peças e acessórios, ganhou fama entre jovens por funcionar como lança-perfume e é encontrado com frequencia em raves e festas com adolescentes.

Feito à base de solvente, ele é vendido em lojas de materiais de construção e ferramentas, mas tem restrições que compravam o risco do uso inadequado e só pode ser vendido para maiores de 18 anos.

Por ser barato e fácil de comprar, o solvente ganhou espaço entre os jovens, mas poucos conhecem as conseqüências.

O cardiologista Otávio Rizzi Coelho explica que o uso causa comprometimentos dos rins, do fígado e provocada arritmias que podem levar à morte.

A toxicologista Sílvia Cazenave alerta que, nos últimos dois anos, as análises do chamado respingo de solda estão frequentes no IC de Campinas. A substancia é apreendida em frascos de perfume.

Atualmente existem outras formas do produto, em pasta e biodegradável à base de água, que não podem ser inalados como o spray.

Original em: http://eptv.globo.com

GD Star Rating
loading...

SP: concurso do Instituto de Criminalística teria sido fraudado

Um concurso para a contratação de fotógrafos, realizado pelo Instituto de Criminalística, da Polícia de São Paulo em julho, teria sido fraudado, segundo afirma o jornal Folha de S.Paulo desta segunda-feira.
Um parente do diretor do instituto foi aprovado mesmo após errar perguntas do exame oral. De acordo com pessoas ligadas ao concurso, algumas pessoas teriam sido altamente recomendadas. O concurso, do qual participaram 17,6 mil candidatos, foi cancelado pelo secretário de Segurança Pública, Antonio Ferreira Pinto.

Original em: http://noticias.terra.com.br

GD Star Rating
loading...

Polícia Civil identifica suspeita de participação na morte de jardineiro

Mulher suspeita de participação em homicídio de jardineiro foi identificada pela Polícia. Após investigações, detetives da Delegacia de Homicídios conseguiram identificar a suspeita Priscila Silva Santos, 23 anos. Eles localizaram a jovem no cruzamento entre as ruas São Sérgio e São João, no bairro Parque São Geraldo. A suspeita foi até a delegacia para prestar esclarecimentos e negou seu envolvimento com a morte do jardineiro Sérgio Renato Santana, 45 anos, que foi encontrado às margens da avenida Filomena Cartafina há 15 dias.
Em suas declarações, a jovem disse para o inspetor de Polícia Civil Gonzaga que no dia do crime ela estava com outra mulher na avenida, quando o jardineiro chegou em seu veículo Volkswagen Brasília de cor branca. A suspeita disse que ela foi até a vítima e o convidou para fazer um programa, combinando o preço do trabalho juntamente com a outra mulher. Em seguida, ela saiu para “fumar uma pedra de crack” e deixou os dois conversando. Momentos após, ela retornou ao local e não viu mais o jardineiro nem a garota de programa.

O crime – Segundo informações da Polícia Civil, o corpo de Sérgio foi localizado, após denúncia anônima, na manhã de domingo (15), por volta das 7h, pela Polícia Militar, na avenida Filomena Cartafina, próximo a um residencial que está sendo construído. Viatura da PM chegou ao local e deparou com o corpo de Sérgio caído ao solo.
O perito Criminal Amarildo Giacometto compareceu e constatou que ele foi vítima de quatro golpes de objeto perfurocortante (facão ou podão), sendo atingido por um golpe na cabeça, dois na face e um no pescoço. Foi encontrada também a quantia de R$ 51 em dinheiro que estava perto do corpo.
Em seguida, o corpo de Sérgio foi levado para a sede do Instituto Médico Legal (IML) pelo auxiliar de necropsia Geraldo Barbosa.
O pai da vítima ligou para a Polícia Militar no intuito de relatar que seu filho estava desaparecido deste às 18h de sábado (14). Um sargento da PM orientou o solicitante a procurar o IML, porque havia um corpo que não estava identificado. O pai da vítima foi até o local e constatou que realmente era seu filho Sérgio. O caso continua sendo investigado pela Delegacia de Homicídios.

Original em: http://www.jornaldeuberaba.com.br

GD Star Rating
loading...

Polícia prende cabo da PM acusado de tentar matar jovem nas Paineiras

O policial Marcelo Carneiro estava foragido. Ele foi encontrado na casa de um parente, em Cosmos, na Zona Oeste do Rio. O outro policial envolvido, o soldado Rodrigo Nogueira, havia sido preso na tarde de sábado. Os PMs foram reconhecidos pela vítima

Rio- O cabo PM Marcelo Machado Carneiro, 40 anos, foi detido no fim da noite de sábado, na casa de um parente, em Cosmos, na Zona Oeste do Rio. Lotado no 1º BPM (Estácio), o cabo Marcelo Carneiro, que estava foragido, é um dos acusados de roubar cerca de R$ 1.750, abusar e tentar matar uma vendedora de 21 anos, na sexta-feira à noite, nas Paineiras, no Alto da Boa Vista. O outro acusado, o soldado Rodrigo Nogueira Batista, já havia sido preso na tarde de sábado.

Marcelo foi detido por policiais do Serviço Reservado (P-2) do 1º BPM (Estácio) e chegou à 6ª DP (Cidade Nova), na madrugada deste domingo. Na delegacia, Marcelo e Rodrigo foram reconhecidos pela vítima. Segundo o delegado adjunto Alexandre Braga, o cabo preferiu não prestar depoimento, por estar, aparentemente, alcoolizado. Rodrigo é acusado de ter atirado na jovem.

O delegado informou ainda já ter provas suficientes para solicitar, ainda neste domingo, a prisão provisória dos acusados, junto ao plantão do Tribunal de Justiça. Após os depoimentos, os PMs foram encaminhados ao batalhão, onde ficarão presos administrativamente pelo período de 72 horas. A jovem será incluída no Programa de Apoio e Proteção a Testemunhas.

“Os dois policiais foram reconhecidos pela vítima. E, com base nas provas técnicas, vamos pedir a prisão temporária dos envolvidos. Os policiais serão indiciados pelos crimes de roubo, cárcere privado, estupro e tentativa de homicídio”, disse o delegado, que esteve, no fim da noite de sábado, no local do crime, acompanhado de peritos do Instituto de Criminalística Carlos Éboli.

Um dos acusados pediu para jovem rezar, antes de fazer o disparo

De acordo com as investigações, a jovem foi abordada pelos policiais na estação do metrô, no Estácio, por volta das 22h30 de sexta-feira. Ela ia para a casa da mãe, quando foi surpreendida pelos PMs fardados. A dupla teria colocado a jovem em uma viatura, depois em um carro particular, e seguiu com ela até a Estrada das Paineiras, no Alto da Boa Vista. A jovem contou que os policais pediram para ela rezar, antes de um deles fazer o disparo. Ela levou um tiro no rosto e só escapou porque fingiu estar morta.

Três horas e meia após se arrastar pela mata, a vendedora escalou a ribanceira e pediu ajuda a um idoso, que passava de bicicleta, sendo socorrida por bombeiros. O tiro que a atingiu entrou no lado esquerdo do rosto e saiu próximo ao ouvido. Medicada no Hospital Lourenço Jorge, na Barra, ela foi levada à 6ª DP e reconheceu os policiais.

Na tarde de sábado, peritos acharam par de sandálias, sangue e cápsula de fuzil. Foram apreendidas duas pistolas, fuzil e carabina dos PMs. O comandante-geral da PM, Mário Sérgio Duarte, disse que, se o julgamento fosse no sábado, os PMs teriam sido expulsos: “Fatos como esses nos envergonham”.

Original em: http://odia.terra.com.br

GD Star Rating
loading...

Ex-vereador e família sofrem acidente; filho está na UTI

O ex-vereador de Teresina, Carlos Alberto da Rocha, o Pulim, 60 anos, e sua família sofreram um acidente no início da manhã deste sábado(28), na estrada que liga Teresina a José de Freitas. O veículo, uma Hilux, cor preta de placa HQB-0962, Timon-Ma teria capotado por volta das 6h30, na PI-113, no km 4.

No carro estava o ex-vereador, sua esposa, Carmem Célia e dois filhos um de 14, Carlos Filho e o outro de 16 anos, José Inocêncio, que ficou em estado grave. O veiculo teria derrapado e capotado. Segundo a polícia, testemunhas afirmaram que a esposa teria sido arremessada do carro, atravessado o muro e caído dentro de um sítio.

O ex-parlamentar e um o filho de 16 anos, teriam sido os mais prejudicados no acidente. Eles foram socorridos pelo Samu e encaminhados para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT).


De acordo com a assessoria do HUT, o ex-vereador continua em observação no HUT nesta tarde, esperando o resultado de exames feitos no tórax, para saber se houve algum dano em seu pulmão, ter apresentado água.

O filho mais novo também passou pelo HUT, assim como a esposa, mas já receberam alta. O estado de José Inocêncio, é grave, ele está internado na emergência masculina, que é considerada uma Semi-Unidade de Terapia Intensiva (Semi-UTI). O garoto passou por uma tomografia, Raio-X, respira por ventilação mecânica e chegou desacordado. Por conta da entumbação ele está sedado. Os médicos ainda não podem precisar se ele está em coma.

O carro ficou totalmente destruído. A perícia foi realizada pelo Instituto de Criminalística do Estado. No asfalto havia marcas de freada, derrapagem e sangue.

Original em: http://www.cidadeverde.com

GD Star Rating
loading...

Investigação envolvendo fotógrafo termina em 1 mês

As investigações do caso em que o fotógrafo do Instituto de Criminalística (IC), Carlos Augusto dos Santos, 53 anos, conhecido como Fuçado, é acusado de ter assassinado com um tiro o serralheiro Bruno José da Silva, 21, serão finalizadas em até 30 dias.

A vítima teria tentado separar uma briga entre o autor do disparo e a cunhada, Celina Castange Vianna, 46 anos, na noite do último domingo. Santos foi atingido no abdome e morreu no hospital.

O prazo é contado a partir de segunda-feira desta semana, como explicou o delegado Evaldo José de Mello, responsável pelo Núcleo Corregedor da Delegacia Seccional da Cidade. “Estamos colhendo os depoimentos de todos os envolvidos”, disse. Segundo ele, a cunhada, a mãe, uma vizinha e a esposa do fotógrafo foram ouvidas.

Quando se apresentou no prédio da Corregedoria da Polícia Civil, na Capital, Fuçado contou que agiu em legítima defesa. “Ele foi até lá espontaneamente e disse que no momento da discussão, o serralheiro tentou tomar a arma e por isso atirou”, relatou o delegado se referindo ao depoimento que teve acesso. A mãe e esposa, que supostamente estaria no carro, metros à frente, apresentaram versões semelhantes.

Já a cunhada e uma vizinha que passava pelo local no momento do crime tiveram depoimentos diferentes dos parentes de Fuçado. “Elas garantem que a vítima empurrou o acusado e depois tentou acertá-lo com um soco. Em seguida, o fotógrafo sacou a arma e atirou”, disse Mello.

“Estamos em busca do que de fato ocorreu naquele dia. Hoje não é possível indicar que caminho as investigações apontam, mas trabalhamos com a hipótese do homicídio doloso (com intenção de matar)”, afirmou o delegado.

O responsável pelo Núcleo Corregedor da Seccional explicou que Santos está em liberdade porque há fatores no Código Penal que garantem esta situação. “Ele se apresentou espontaneamente e a arma usada no crime foi apreendida. O acusado conta com emprego e residência fixa. Elementos que garantem que ele responda o processo em liberdade”, explicou.

Prevaricação

Ao ser questionado se ele não haveria fugido do local do crime para não ser preso em flagrante, Mello informou que há uma outra investigação na Corregedoria que analisa um suposto crime de prevaricação – praticado por funcionário público que consiste em retardar ou deixar de praticar, indevidamente, prática contra lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal – cometido pelo delegado Carlos Alberto de Campos. Ele trabalhava no 1º Distrito Policial da Cidade, quando, minutos depois de atirar contra o serralheiro, Fuçado teria se apresentado no DP. “Na Corregedoria, Santos informou que havia sido liberado pelo delegado plantonista”, disse.

Original em: http://odiariodemogi.inf.br

GD Star Rating
loading...