Confira as principais notícias do dia 30 de novembro

Política

1. Em vídeo de escândalo no DF, deputado coloca dinheiro nas meias
Novas imagens do escândalo que envolve o governador do Distrito Federal, José Roberto Arruda, foram exibidas ontem no Fantástico. Em um dos vídeos, gravado em 2006, o atual presidente da Câmara Legislativa do Distrito Federal, Leonardo Prudente (DEM), recebe vários maços de dinheiro. Depois de encher os bolsos, ele coloca parte do que recebeu nas meias. As gravações que estão no inquérito da Polícia Federal foram feitas por Durval Barbosa, ex-secretário de Relações Institucionais de Arruda, informa o G1. Ele afirma que o dinheiro era recolhido com empresários e distribuído a Arruda, ao vice-governador Paulo Octávio, a secretários e assessores e deputados da base aliada. Em nota, Arruda e seu vice se disseram ontem “perplexos” com as denúncias e negaram as acusações…

Sociedade

2. Por segurança, Palácio do Planalto ganha “puxadinho”
Na reforma do Palácio do Planalto, que deve ser entregue em abril, está sendo construído um “puxadinho” atrás do edifício tombado. O Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) autorizou a obra porque ela seria necessária para atender exigências atuais de segurança. O bloco de concreto vai esconder uma escada de emergência e um elevador. Eduardo Rosseti, técnico do Iphan no Distrito Federal, afirmou à Folha (para assinantes) que “o ângulo privilegiado do palácio é feito a partir da praça dos Três Poderes. E deste ponto de vista a caixa é invisível”. O arquiteto Oscar Niemeyer aprovou a intervenção.

3. Candidato diz que “assessoria” se grafa “ascessoria” e passa em concurso
A convocação de candidatos aprovados em concurso para fotógrafo pericial da Polícia Civil foi suspensa após denúncia da Folha (para assinantes) sobre suposta fraude. O jornal soube o nome de três pessoas que passariam no exame e, oito dias antes da divulgação do resultado, registrou a informação em cartório. A reportagem conseguiu assistir à prova oral de dois deles Um dos candidatos aprovados disse “ascessoria” ao soletrar a palavra “assessoria” e teria falhado em grande parte do teste. Ele é parente do diretor do Instituto de Criminalística.

4. No Detran-SP, a denúncia é de esquema de fraude em emplacamentos
Delegados e empresários estão sendo investigados por participação em um esquema que teria desviado R$ 40 milhões do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) de São Paulo, segundo o Estadão. Empresas contratadas para emplacar veículos mandariam faturas alegando um volume de serviços até 200% maior do que o que realizaram. E quem deveria fiscalizar fazia vistas grossas.

5. Uma arma ilegal para cada 17 paulistas
Segundo um estudo inédito da CPI do Congresso que investiga o tráfico de armas, há pelo menos 2,4 milhões de armas ilegais no Estado de São Paulo. O número significa 1 arma para cada 17 habitantes de SP, que hoje tem uma população estimada de 41 milhões de pessoas. O relatório estima que há 10,1 milhões de armas ilegais no Brasil – 6 milhões nas mãos de criminosos, diz O Globo.

6. FHC entre os pensadores do ano
Apesar de sua popularidade não estar tão em alta no Brasil (leia nota no blog de Paulo Moreira Leite), a revista americana Foreign Policy, especializada em política internacional, colocou o ex-presidente brasileiro Fernando Henrique Cardoso na 11º posição na sua lista dos 100 Pensadores Globais de 2009. FHC foi escolhido “por chamar a guerra contra as drogas daquilo que ela é: um desastre”, mostra reportagem de ÉPOCA. Com outros líderes latino-americanos, o sociólogo brasileiro defende que as drogas são um problema global de saúde, não criminal, que não será resolvido com repressão. O presidente americano Barack Obama ficou em segundo na lista, atrás de Ben Bernanke, presidente do Federal Reserve (Fed), o Banco Central dos Estados Unidos.

7. Promessa de governo de “integração e diálogo” em Honduras
O candidato da oposição Porfírio “Pepe” Lobo de declarou presidente eleito de Honduras, após as eleições de ontem. Membro do Partido Nacional, opositor ao Partido Liberal do deposto Manuel Zelaya e do interino Roberto Micheletti, o empresário diz que fará um governo de “integração e diálogo”, segundo ÉPOCA. O principal rival de Lobo, Elvin Santos, reconheceu a derrota. O presidente Lula reiterou a posição brasileira de não reconhecer o resultado do pleito. Em Portugal, onde vai participar da Cúpula Ibero-americana, Lula afirmou que a situação em Honduras é uma “piada”, mostra reportagem do G1.

8. De ex-guerrilheiro a presidente
Com mais de 92,84% das urnas apuradas e 53,2% de votos a seu favor, José “Pepe” Mujica fez, na madrugada de hoje, seu discurso de vitória em Montevidéu. O ex-guerrilheiro derrotou Luis Alberto Lacalle (que tinha 42,7% dos votos) no segundo turno das eleições presidenciais uruguaias, informa o Estadão. O resultado é uma vitória da Frente Ampla, coalizão de esquerda da qual o atual presidente Tabaté Vázquez faz parte. Vázquez tem hoje mais 70% de aprovação popular, segundo o jornal uruguaio El País (em espanhol).
Economia

9. Manaus se recupera após a crise
O Polo Industrial de Manaus (PIM), bastante afetado pela crise econômica mundial, começa a se recuperar. Desde junho, o faturamento do polo voltou a superar os US$ 2 bilhões mensais, segundo o Valor Econômico (para assinantes). Na última reunião do conselho de administração da Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa), foram aprovados 25 novos projetos, que somam US$ 462 milhões e devem gerar 656 novos empregos.

10. Doença da “vaca louca” ainda preocupa a Europa
Estatísticas da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) revelam que a Europa não conseguiu controlar a doença da “vaca louca”, infecção degenerativa do sistema central dos bovinos, informa o Valor Econômico. Somente neste ano, 62 casos foram registrados. Apesar do número de casos ser inferior ao do ano passado (127), a Comissão Europeia destinou 67 milhões de euros para combater a doença. O Brasil nunca registrou nenhum caso em animais, mas sofre restrições no mercado internacional porque, no passado, importou animais europeus. A União Europeia não recomenda a importação de tripa de zebu brasileiro sob alegação de riscos de contaminação.

Original em: http://www.aguaboanews.com.br

Leave a Reply