Denúncia foi baseada em documentos falsos, diz Azeredo

O senador Eduardo Azeredo (PSDB-MG) afirmou nesta quinta-feira, por meio de nota, que a abertura de processo contra ele no Supremo Tribunal Federal (STF) servirá para comprovar “sua correção como agente público”. O senador mineiro diz ainda que a abertura de processo foi baseada em documentação falsa “fabricada por um lobista que responde a diversos processos, inclusive por falsificação de documentos”.
No início da noite, o STF decidiu abrir processo contra Azeredo. O senador tucano foi denunciado pelo Ministério Público Federal (MPF) por envolvimento com suposto caixa dois de campanha à reeleição ao governo de Minas Gerais, em 1998.
O ministro Joaquim Barbosa afirmou que um laudo do Instituto de Criminalística confirma a autenticidade das assinaturas do senadorem um recibo anexado ao processo. O documento comprovaria a participação do parlamentar no esquema.
No documento divulgado à imprensa, o senador nega que tenha havido mensalão em Minas Gerais e se isenta de responsabilidades em relação às questões financeiras envolvendo a campanha eleitoral em 1998. “Uma campanha eleitoral, em um Estado com 853 municípios, exige delegação de funções, o que foi feito”, afirmou.
Em trecho da nota, Azeredo diz ainda que os empréstimos feitos pela empresa SMP&B, de propriedade do empresário Marcos Valério, principal acusado de ser o operador do mensalão, não tiveram seu conhecimento ou autorização nem contaram com a sua assinatura ou aval.
O advogado de Azeredo, José Gerardo Grossi, disse ter a impressão de que o ministro relator, Joaquim Barbosa, quer dar um “impulso processual” muito rapidamente. “Espero que julguem o senador Eduardo Azeredo muito depressa. Os senhores todos devem ter visto as ressalvas com que receberam a denúncia, com exceção do ministro Barbosa, que não examinou denúncia nenhuma, o que ele fez foi julgar a ação penal.”

Original em: http://noticias.terra.com.br

GD Star Rating
loading...

Seminário sobre perícia será amanhã no auditório da OAB-MS

Acadêmicos dos cursos de Direito, Farmácia e Biologia da Universidade Católica Dom Bosco podem participar do X Seminário Regional dos Peritos Oficiais de Mato Grosso do Sul. O evento acontece no dia 4 de dezembro, no auditório da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB/MS), e terá como tema principal “Autonomia e Modernização da Perícia como garantia da produção isenta e qualificada da prova material”.
O evento terá como palestrantes a perita Rosângela Monteiro, de São Paulo, e o perito Edson Wagner Barroso, representante da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).
Rosângela é coordenadora técnica do Núcleo de Perícias em Crimes Contra a Pessoa do Instituto de Criminalística de São Paulo e atuou no caso Isabella Nardoni. Ela irá falar sobre o trabalho fundamental da perícia no caso. O representante da Senasp irá ministrar palestra sobre os resultados da 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública e as perspectivas da Senasp para a perícia brasileira.
Os interessados em participar das palestras devem se inscrever no dia do evento, no local. A taxa de inscrição para estudantes é de R$ 20 e para profissionais é de R$ 100.

OBJETIVOS

O seminário tem o objetivo de promover uma maior integração entre os peritos oficiais e demais operadores de segurança pública e do Direito, além de fomentar a interação da Perícia Oficial de natureza criminal com os segmentos de defesa dos direitos humanos, evidenciar a produção da prova científica como garantia dos direitos individuais e da dignidade da pessoa humana e promover e divulgar pesquisas científicas da Perícia Oficial do Estado.
O evento é organizado pela Associação dos Peritos Oficiais do Mato Grosso do Sul (APO/MS) e mais informações podem ser obtidas pelo telefone 8138-0659.

Original em: http://www.msnoticias.com.br

GD Star Rating
loading...

Servidores da Perícia Forense realizam protesto nesta sexta-feira

Nesta sexta-feira (4), Dia Nacional do Perito Criminal, os servidores estaduais da Pericia Forense do Estado do Ceará (PEFOCE), farão um protesto em frente ao prédio onde trabalham, na Avenida Heráclito Graça, 500. Segundo a presidente da Associação dos Peritos Criminais (Acecrim), Luciana Canito, a manifestação ocorre por problemas de reajuste da categoria. Os peritos acusam o Governo do Estado de dar 116% de aumento para os médicos legistas, deixando os peritos “abandonados”.

Ainda de acordo com Luciana, o Governo criou a Pefoce (Lei 14.055/08) para ser vinculada à Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) e transformá-la numa das mais avançadas do País. “A criação do novo órgão, deu aos peritos esperança de terem seus trabalhos reconhecidos e sua profissão valorizada, porém a decepção veio a galope”, conta.

Decepção

Em 2007, a classe foi elogiada pelo governador Cid Gomes por não aderir ao movimento grevista da Polícia Civil, o que gerou entre os peritos a esperança de reconhecimento por terem continuado suas atividades normalmente. No entanto, eles acusam que a lei do subsídio foi criada em 2008 e a categoria foi esquecida, ficando a promessa para o ano seguinte.

Negociações em 2009

Em 2009, segundo os peritos, o Governo deu aumento diferenciado para os médicos legistas. “Não por serem peritos, mas por serem ‘médicos’”, questiona Luciana.

Entenda a profissão de Perito Criminal

Perito Criminal é o policial a serviço da justiça, especializado em encontrar ou proporcionar a chamada prova técnica ou prova pericial, mediante a análise científica de vestígios produzidos e deixados na prática de delitos. As atividades periciais são classificadas como de grande complexidade, em razão da responsabilidade e formação especializada revestidas no cargo. São peritos criminais: legistas médicos, odontólogos e farmacoquímicos, engenheiros, contadores, profissionais de informática, entre outras áreas do conhecimento.

Original em: http://diariodonordeste.globo.com

GD Star Rating
loading...

IML e Instituto de Criminalística serão inaugurados em março

Novos prédios funcionarão no Saci e obras já estão adiantadas. Foram investidos R$ 1,5 milhão.

As novas instalações do Instituto Médico Legal e Instituto de Criminalística devem ser inauguradas em março de 2010. Os prédios funcionarão ao lado da Academia de Polícia Civil (Acadepol) no bairro Saci, zona sul de Teresina.

Segundo o delegado geral James Guerra, as obras já estão bastante adiantadas e o alicerce já chegou ao teto. O total investido é de R$1,5 milhão.

Homenagem

A polícia civil faz 168 anos neste dia 3 de dezembro e recebeu homenagens na Câmara Municipal. A sessão especial foi proposta pelos vereadores Teresa Brito (PV), Paulo Roberto (PRTB) e Edvaldo Marques (PSB).

Na cerimônia estavam presentes o superintendente executivo da Polícia Federal, Felício Laterça, Polícia Federal, o inspetor da PRF Francílio Viana e delegados especializados.

Original em: http://www.cidadeverde.com

GD Star Rating
loading...

Moradores do Jardim Oceânico pedem que antiga 16ª DP vire colégio

A ANTIGA sede da 16 DP hoje é ocupada pelo Instituto Carlos Éboli

Moradores do Jardim Oceânico estão preocupados: depois que a Secretaria de Segurança Pública anunciou a criação de uma Delegacia de Homicídios na região, prevista para ser inaugurada ainda este mês nas antigas instalações da 16ª DP, na Rua Alda Garrido, eles temem que a tranquilidade do bairro seja abalada. Atualmente, o prédio, que sofre com a má conservação, abriga um setor do Instituto de Criminalística Carlos Éboli.

Para barar a iniciativa, no mês passado a Associação de Moradores da Barra (Amar) encaminhou ao governador Sérgio Cabral um ofício solicitando a criação de uma escola estadual de ensino médio no local.

— Só há um colégio público desse tipo na Barra. Por isso, o governador nos prometeu, no início da sua administração, que criaria mais um no prédio da antiga 16ª DP, o que não aconteceu. Se esse prédio vai servir como delegacia, porque fizeram uma nova na Barrinha? — questiona o presidente da Associação de Moradores da Barra, Luiz Igrejas.

Original em: http://oglobo.globo.com

GD Star Rating
loading...

Dia do Perito é comemorado em Porto Velho nesta quinta-feira

O Dia Nacional do Perito Criminal será comemorado hoje (03.12), em Porto Velho. De acordo com programação divulgada pela diretoria do Sindicato dos Peritos Criminalísticos do Estado de Rondônia (SINPEC-RO), as comemorações acontecem no período da manhã, tarde e noite.

As atividades começam às 10h, na sede do Instituto de Criminalística de Rondônia, com o descerramento de uma placa em homenagem ao perito Gutemberg Mendonça Granja, falecido recentemente, que passa a compor o nome da referida instituição. Às 16 horas, no Clube Social do Sinpec-RO, acontece outro descerramento de placas em homenagem as turmas dos peritos e exposição de fotos que compõe a galeria de presidentes. À noite, os profissionais da perícia participam de um jantar no Braz Buffet.

Segundo o presidente do SINPEC-RO, Waldohitler dos Santos Barros oficialmente o ‘Dia do Perito’ é comemorado em 4 de dezembro, no entanto, atendendo solicitação da maioria dos filiados, este ano as comemorações foram antecipadas. “Este é o nosso momento de confraternização e comemoração de conquistas, entre elas, a aprovação da Lei nº 12.030, que trata da autonomia da pericia técnica e entra em vigor no próximo dia 17. Portanto, convido os peritos a participarem de todas as atividades programadas”, afirmou o dirigente.

Original em: http://www.rondonoticias.com.br

GD Star Rating
loading...

Em MT governo inaugura laboratório de DNA Forense da Politec

O Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), inaugura nesta quinta-feira (03.12) o novo laboratório de Biologia Molecular (DNA Forense) da Politec.

O evento terá início com o descerramento da placa e visita oficial do governador do Estado, Blairo Maggi, ao laboratório. Neste momento só será permitida a entrada da imprensa oficial (Secom) e da equipe responsável pela transmissão da visita que será exibida em tempo real no auditório da Politec por meio de telões.

Para a melhor realização do evento e a garantia de captura de imagens do laboratório por todos os veículos de comunicação, a Sejusp aconselha aos jornalistas a comparecerem ao local do evento com pelo menos 15 minutos de antecedência, quando as autoridades presentes estarão disponíveis para entrevistas.

Ao término da solenidade de inauguração todos os veículos terão a oportunidade de coletar imagens do laboratório. Para isso, um jornalista da equipe da Assessoria de Imprensa da Sejusp e um técnico do laboratório farão o acompanhamento.

Considerando que o laboratório de DNA é um ambiente restrito, onde deve ser respeitada a esterilização, só poderão entrar na unidade fotógrafos e cinegrafistas devidamente identificados. Cada veículo terá cinco minutos para coleta de imagens e só será permitida a entrada de um veículo por vez.

A Sejusp frisa a todas as emissoras, jornais impressos e onlines, revistas e rádios que esta será a única oportunidade para a coleta de imagens do laboratório. Após isso não será mais permitida a entrada de pessoal não autorizado nas dependências da unidade.

Original em: http://www.expressomt.com.br

GD Star Rating
loading...

Perita do caso Isabella estará em evento 6ª na Capital

Na próxima sexta-feira (4) acontece em Campo Grande o X Seminário Regional de Peritos Oficiais, que será realizado a partir das 8h no auditório da OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), na avenida Mato Grosso.

A perita criminal Rosângela Monteiro, do caso Isabella Nardoni, será uma das palestrantes do evento.

A solenidade de abertura terá as presenças do secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, do comandante geral da Polícia Militar coronel Carlos Alberto David dos Santos e do diretor-geral da Polícia Civil Jorge Razanauskas, entre outras autoridades.

A primeira palestra será às 9h. A perita da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública), Ana Carolina Cambeses Pareschi, irá falar sobre Autonomia e Modernização da Perícia Forense. Ela substitui Edson Wagner Barroso, que havia confirmado participação anteriormente.

Às 10h10 a perita Rosângela Monteiro irá falar sobre o caso Isabella Nardoni.

Às 13h30 a palestra é com Rosely Miranda Bispo, perita criminal de Mato Grosso do Sul. Rosely irá falar sobre os resultados da 1ª Conferência Nacional de Segurança Pública.

Em seguida, às 14h, os peritos criminais Amílcar da Serra Silva Netto, Rui Rodrigues e Roberval Wengenroth Silva Filho, ministram palestra sobre acidente ferroviário.

O perito de São Paulo, Paulo Applied Biosystems, ministra palestra às 15h sobre Aplicações do DNA Forense. Em seguida o advogado Roberto Rodrigues da Rosa palestra sobre Direitos Humanos e Perícia Oficial Criminal.

A Atuação e Responsabilidade Legal do Perito Médico-Legista é tema da palestra do médico legista Ronaldo Rosa, às 16h30.

Às 17h, o perito criminal Rogério Pereira de Oliveira fala sobre: Estudo de Caso: Diagnose Diferencial em Local de Morte Violenta.

Os interessados em participar das palestras devem se inscrever no dia do evento, no local. A taxa de inscrição para estudantes é de R$ 20 e para profissionais é de R$ 100. Haverá certificados para estudantes.

O seminário tem por objetivo promover uma maior integração entre os peritos oficiais e demais operadores de segurança pública e do direito; fomentar a interação da perícia oficial de natureza criminal com os segmentos de defesa dos direitos humanos, evidenciar a produção da prova científica como garantia dos direitos individuais e da dignidade da pessoa humana; e promover e divulgar pesquisas científicas da Perícia Oficial do Estado. (Com informações da assessoria).

Original em: http://www.campogrande.news.com.br

GD Star Rating
loading...

Governo inaugura laboratório de DNA-Forense da Politec

O Governo do Estado de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), inaugura nesta quinta (03.12) o novo laboratório de Biologia Molecular (DNA-Forense) da Politec. O evento será às 9h, no auditório da Politec, na avenida Gonçalo Antunes de Barros, n. 3.245, bairro Carumbé. O auditório da solenidade fica a 80 metros de distância da unidade que será inaugurada.

O evento terá início com o descerramento da placa e visita oficial do governador do Estado, Blairo Maggi, ao laboratório. Neste momento só será permitida a entrada da imprensa oficial (Secom) e da equipe responsável pela transmissão da visita que será exibida em tempo real no auditório da Politec por meio de telões.

Para a melhor realização do evento e a garantia de captura de imagens do laboratório por todos os veículos de comunicação, a Sejusp aconselha aos jornalistas a comparecerem ao local do evento com pelo menos 15 minutos de antecedência, quando as autoridades presentes estarão disponíveis para entrevistas.

Ao término da solenidade de inauguração todos os veículos terão a oportunidade de coletar imagens do laboratório. Para isso, um jornalista da equipe da Assessoria de Imprensa da Sejusp e um técnico do laboratório farão o acompanhamento. Considerando que o laboratório de DNA é um ambiente restrito, onde deve ser respeitada a esterilização, só poderão entrar na unidade fotógrafos e cinegrafistas devidamente identificados. Cada veículo terá cinco minutos para coleta de imagens e só será permitida a entrada de um veículo por vez.

A Sejusp frisa a todas as emissoras, jornais impressos e onlines, revistas e rádios que esta será a única oportunidade para a coleta de imagens do laboratório. Após isso não será mais permitida a entrada de pessoal não autorizado nas dependências da unidade.

Para qualquer dúvida, a Assessoria de Imprensa da Sejusp se coloca à disposição para esclarecimentos pelos telefones (65) 3613-5518, (65) 3613-8148 ou (65) 9987-0344.

Original em: http://www.circuitomt.com.br

GD Star Rating
loading...

Polícia prende 4 suspeitos de homicídio em Rondonópolis

Quatro pessoas suspeitas de envolvimento em um assassinato foram presas pela Polícia Judiciária Civil, na terça-feira (01), no município de Rondonópolis (212 km ao Sul). Os suspeitos Wemerson Batista da Silva, 22, Melissa Jung, 19, Marili Kaiser Jung, 36, e Gilberto Batista Pereira, 33, o “Saci” foram presos por investigadores da Divisão de Crimes Contra a Pessoa (DCCP), do Centro Integrado de Segurança e Cidadania, em cumprimento a mandados de prisão temporária.

O delegado Antonio Carlos de Araújo, disse que todos são suspeitos de terem arquitetado e planejado o homicídio que teve como vítima o jovem George Micael Prudêncio. O crime aconteceu no dia 10 de julho deste ano, no bairro Jardim Ipanema, onde duas pessoas, entre elas Wemerson Batista da Silva, teriam entrado na residência da vítima e discutido com ela, na frente de sua mãe. Em seguida os autores efetuaram 10 disparos de arma de fogo.

A motivação do crime está relacionada ao tráfico de drogas. Segundo consta nos autos Marili, que na época estava em liberdade, acusava Micael de ter juntamente com outra pessoa entrado em sua residência encapuzado e subtraído aproximadamente 3 quilos de pasta-base de cocaína. A partir daí, a vítima passou a ser ameaçada por Marili Kaiser e seu companheiro Gilberto, de dentro da Penitenciária da Mata Grande. A vítima chegou ao ponto de entregar duas motocicletas para Marili Kaiser, temendo por algo pior.

A arma do crime, um revólver calibre nominal 38 foi apreendida durante as investigações da polícia, e teria sido usada na prática de diversos assaltos a mão armada. “Com o encaminhamento desta arma para perícia de confronto balístico com os projeteis extraído no corpo da vítima os resultados deram positivo, chegando-se então a uns dos autores”, explicou o delegado.

As investigações apontam que a presa Melissa é suspeita de ter conduzido os autores ao local de crime. Após o homicídio, Wemerson foi preso por roubo a mão armada, Marili e Melissa por tráfico de drogas pela Polícia Federal e Gilberto já se encontrava preso.
O presos prestaram interrogatórios e foram conduzidos a Cadeia Pública local. As investigações prosseguem.

Os mandados de prisão temporária foram decretadas pelo juiz Hugo José Freitas da Silva, da Terceira Vara Criminal de Rondonópolis. (Assessoria PJC)

Original em: http://www.gazetadigital.com.br/

GD Star Rating
loading...