Lei pode criar cargo de perito odontolegista no Estado

Foi aprovado, em sessão extraordinária, nesta quarta-feira, dia 16, um requerimento que tramitou em regime de urgência, de autoria da deputada Luana Ribeiro (PR), que encaminha um anteprojeto de lei para o Executivo, sugerindo que seja criado o cargo de perito odontolegista. A matéria também propõe regularizar a situação de vacância do cargo de perito policial, editando regras para provimento de perito criminal, tendo como base o Plano de Cargos, Carreira e Subsídios dos Policiais Civis.

Segundo o documento, a intenção é regularizar a situação de servidores do quadro da Secretaria da Segurança Pública que já cumprem a função. As vagas vão ser preenchidas por peritos criminais com formação em Odontologia.

Outro requerimento aprovado, que também tramitou em regime de urgência, trata da situação dos servidores remanescentes do Estado de Goiás não-efetivos. A matéria, de autoria do deputado José Viana (PSC), defende a transferência dos servidores remanescentes em atividade do INSS para o Igeprev e a garantia de todos os benefícios previstos no Estatuto do Servidor Público do Estado do Tocantins.

Mais seis requerimentos foram aprovados na ordem do dia. Três são do deputado César Halum (PPS). Um deles solicita ao Executivo a isenção de ICMS na compra de motocicletas pelos agentes de Saúde do Tocantins, outro pede a construção de uma ponte sobre o Lago Corujão, ligando o centro de Araguaína ao Setor Nova Araguaína. E, por último, o envio de votos de aplausos para a Polícia Militar do 2o Batalhão de Araguaína pelas ações no combate à rebelião no Presídio Barra da Grota, em Araguaína.

Os três requerimentos da deputada Josi Nunes (PMDB) solicitam a instalação de aparelhos de ar condicionado nas salas de aula das escolas públicas do Estado, a instalação de uma comissão de estudos para analisar o retorno dos servidores remanescentes de Goiás para o Igeprev e a viabilização de estudos para regulamentar as atribuições dos militares componentes de bandas nas cidades de Gurupi, Arraias, Araguaína e Palmas. (Informações da Dicom/AL)

Original em: http://www.ogirassol.com.br

GD Star Rating
loading...

Estuprador mata criança de 7 anos e é linchado por populares

Foragido ou indultado?

Deu entrada no Instituto Médico Legal (IML), às 17h50 de ontem, 19, o corpo do estuprador/ex-presidiário Charles Roberto Silva Santos Batista, que foi morto a pauladas, facadas, socos e pontapés na manhã de ontem, após ser perseguido por moradores do povoado Sertãozinho, no município de Icatu. Ele tirou de casa, na noite de sexta-feira, 18, violentou sexualmente e matou Letícia Cristina Carvalho Dias, uma criança de apenas sete anos de idade.

Polícia em ação – De acordo com o delegado Paulo Franco, de Santa Rita, que estava de plantão na Delegacia de Axixá (jurisdição da Regional de Rosário), Charles Batista estaria em liberdade condicional ou seria fugitivo do Complexo Penitenciário de Pedrinhas, para onde não retornou após saída temporária durante indulto. “Ele estava morando há algum tempo no povoado Serraria, próximo a casa dos pais de Letícia Cristina, que foi tirada da cama e levada para o mato, onde ele a estuprou e matou”, disse Paulo Franco ao Jornal Pequeno, durante sua permanência no IML para entregar os corpos da pequena vítima e do tarado. Letícia era filha de José Rogério Nascimento Dias e Leonilde da Silva Carvalho, que não estavam em casa na ocasião em que a menina foi raptada pelo assassino.

Cabo de vassoura em gestante – Ainda de acordo com o delegado, Charles Batista teria cumprido pena em Pedrinhas por ter estuprado uma gestante, em São José de Ribamar, há alguns anos. O bandido é tão perverso, segundo a autoridade policial, que teria introduzido parte de um cabo de vassoura na vagina de sua vítima, que estava grávida e embora tenha perdido o bebê, conseguiu sobreviver às atrocidades a que foi submetida pelo criminoso.

Homicídio no Monte Castelo – Também deu entrada no IML, às 6h da manhã de ontem, o corpo de Lucimarco Costa Pinheiro, 31 anos, que residia na Rua 24 de Outubro, casa 185, no Monte Castelo. Ele foi morto a facadas e seu corpo encontrado na Rua Serôa da Mota, naquele bairro, próximo à antiga Escola Técnica. O delegado Gutemberg esteve no local e providenciou a remoção do cadáver, depois que os peritos do Instituto de Criminalística (Icrim), terminaram seu trabalho. As causas da morte ainda estão sendo investigadas.

Morte no Parque Timbira – Vítima também de facadas e procedente do Hospital Djalma Marques (Socorrão I), o cadáver de Flávio Atenas Oliveira, 36 anos, deu entrada no IML às 23h de sexta-feira, 18. Flávio morava na Rua do Norte, casa 46, no Parque Timbira, mas as causas do crime não foram reveladas aos plantonistas. O caso foi comunicado à polícia.

Original em: http://www.jornalpequeno.com.br

GD Star Rating
loading...

Ex-delegada é assassinada em casa de praia

A ex-delegada federal e promotora aposentada do Estado de São Paulo, Ana Shirley Macedo Falcão, de 60 anos, foi encontrada morta na tarde deste domingo, 20, dentro de sua casa de praia, localizada em um condomínio fechado no distrito de Sauaçuhy, em Paripueira.

A vítima foi encontrada com uma faca encravada no pescoço e pedaços de pau próximos ao corpo, que estava junto à porta de entrada da casa. Peritos do Instituto de Criminalística adiantaram que ela foi assassinada a pauladas e facadas.

A aposentada foi vista pela última vez por volta das 16h da sexta-feira, 18, pelo filho do caseiro que tomava conta da residência. Segundo ele, Ana Shirley dividia a rede com um homem desconhecido – aparentando aproximadamente 28 anos –, e havia uma motocicleta preta parada na porta.

O caseiro contou que, no dia seguinte, sábado, deixou a quentinha com o almoço da aposentada na porta da casa, como sempre fazia, e hoje, ao perceber que o almoço estava no mesmo lugar, estranhou o fato e acionou o chefe de segurança do condomínio.

A casa estava com quase todas as portas e janelas fechadas, exceto a porta principal, que estava apenas encostada, disse o segurança identificado como Xavier. Ele afirmou que ao entrar viu logo o corpo da aposentada próximo a porta.

O agente Laelson, do 6º DP, disse que, pelo estado do corpo, a aposentada foi morta na sexta-feira, 18, última vez que vizinhos tiveram contato com ela. Policiais do BPE também estiveram no local.

 

Defesa pessoal

 

Bastante abalada, uma vizinha e amiga da vítima contou à reportagem que a vítima era ex-delegada, tinha uma arma em casa e era especialista em defesa pessoal. “Seja o que for que tenha acontecido, ela deve ter reagido, porque sabia judô, karatê e, quando foi assaltada uma vez na praia, conseguiu imobilizar o bandido”, contou.

Ana Shirley e o companheiro, um cão da raça pincher, estavam em Alagoas, onde costumam passar as férias de final de ano, há uma semana. Ela residia em São Paulo e, segundo a vizinha, seu único parente é um tio que mora na Bahia. Na garagem da casa, o carro da ex-delegada, um Gol cinza de placa CGF 1907, de São Paulo/SP, tem um adesivo da OAB paulista.

Policiais contaram que há alguns anos o corpo de um professor universitário foi abandonado no andar de cima dessa mesma casa.

O crime será investigado pelo 6º DP. Peritos do Instituto de Criminalística (IC) e funcionários do IML também estão no local.

Original em: http://www.alagoas24horas.com.br

GD Star Rating
loading...