Roger Ancillotti: Autonomia para peritos

Rio – O local (a cena) do crime é do perito. O chefe da Polícia Civil do estado, Allan Turnowski, apontou como uma das causas do não esclarecimento dos homicídios a falta da preservação do local do crime.

A abordagem das ciências forenses com relação ao homicídio começa com a análise do local. São peritos nas mais diversas profissões/especializações e os médicos legistas acionados em áreas como acidentes de trânsito, balística forense, engenharia legal, informática, genética forense (DNA) e meio ambiente, entre outras. Na Medicina Legal, temos exames de lesões corporais, sexologia, necropsia, toxicologia e odontologia.

Os peritos integram os órgãos de segurança, em sua atividade investigativo-científica. Diferentemente dos policiais, cuja função se alicerça na suspeita e na acusação, os juízes de Direito e peritos se baseiam na imparcialidade de aferição das provas. Onde não há autonomia, são mal remunerados e a maioria, no nosso estado, tem de bom o excelente preparo.

O despreparo dos agentes da autoridade no Brasil, o baixo nível de escolaridade do cidadão médio, o número de peritos insuficiente e políticas que desprestigiam a autonomia administrativa, patrimonial, técnica e funcional deste segmento, colabora com o fato de o local de crime ser criminosamente desfeito.

O presidente Lula, sensível, em 17 de setembro, sancionou lei que determina “no exercício da atividade de perícia oficial de natureza criminal, é assegurado autonomia técnica, científica e funcional, exigido concurso público, com formação acadêmica específica, para o provimento do cargo de perito oficial.”

Os peritos do Rio de Janeiro esperam do governador a regulamentação, já ocorrida em 14 estados.

Original em: http://odia.terra.com.brRoger Ancillotti: Autonomia para peritos, 1.5 out of 5 based on 2 ratings

2 comments to Roger Ancillotti: Autonomia para peritos

  • Zithromax Dosing By Weight Purple Viagra Amoxicillin Rx 500 viagra Generic Dutasteride Avodart For Sale Quick Shipping New Orleans Cialis Ultimas Noticias Purchase Levothyroxine 125mcg

    GD Star Rating
    loading...
  • João Batista Meireles

    A Perícia Oficial do Rio só existe no papel. Está estagnada. Os Peritos do IML só trabalham para o Detran fazendo exames  para DPVAT. No Rio não se investiga crimes. Não existe material nos laboratórios nem do ICCE nem do JML-AP. Somente 2% dos crimes de homicídios são solucionados no Rio. Em São Paulo, cuja perícia é autônoma, desde 1998 o índice de solução é de 50%. Se  o casso Nardoni ocorresse no Rio, seriam mais dois impunes, porque aqui não se tem meios de investigar. No Rio não há a aplicação da Lei Penal por falta de provas para se levar ao Ministerio Público. Tudo aqui é um grande teatro. Em relação aos outros Estados, o Rio está na lanterna, em termos de investigação criminal. E ainda esse governador concede um aumento absurdo de salários aos delegados.de polícia, em detrimento de toda a classe policial. Há qualquer momento escandalos começaram a pipocar na Polícia Civil

    GD Star Rating
    loading...

Leave a Reply