Motorista da caminhonete é indiciado pela morte de policial rodoviária

De acordo com a perícia, o acusado teria invadido a pista na contramão e batido na viatura da policial, que morreu no local

O laudo do Instituto de Criminalística de Pernambuco apontou o motorista da caminhonete S-10, Antônio da Silva Cordeiro, como responsável pela morte da policial rodoviária, Margarida Alves da Silva. De acordo com a perícia, o acusado teria invadido a pista na contramão e batido na viatura da policial, que morreu no local.

O motorista foi indiciado, mas vai responder ao processo em liberdade. A investigação será encaminhada ao Ministério Público de Pernambuco.

De acordo com a Policia Rodoviária Federal, o motorista da caminhonete se apresentou um dia depois do acidente e admitiu em interrogatório quer dormiu no volante. “Ele atribuiu esse cochilo ao sono, porque comercializa mercadorias em várias feiras inclusive na de Caruaru. Ele estava levando os produtos para uma entrega que já estava atrasada”, comenta o delegado Max Ribeiro.

“Os laudo do Instituto de Criminalística de Pernambuco e do Cetec foram no mesmo sentido. Ou seja, a S-10 invadiu a pista contrária e colidiu com a viatura da policial”, explica o delegado .

Original em: http://pe360graus.globo.com

Leave a Reply