PM terá curso para preservação de local de crime

A Polícia Militar vai oferecer cursos e palestras para toda a corporação com o objetivo de melhorar a qualidade da preservação de local de crime, facilitando o trabalho da nova Divisão de Homicídios da Polícia Civil. A mudança faz parte de um novo projeto do governo do Estado para aumentar o índice de elucidação de homicídios. O acordo já tinha sido firmado entre as duas partes e nesta treaç-feira, durante o lançamento da nova unidade, voltou a ser tema de conversa entre a cúpula da segurança. Segundo o delegado Felipe Ettore, que vai comandar a nova divisão, a preservação do local onde aconteceu o homicídio será essencial para que seja realizado um bom trabalho. O delegao disse ainda que com o reforço de 200 inspetores e a compra de novos carros, a Delegacia de Homicídios espera chegar ao local do crime em, no máximo, 20 minutos.

– Claro que a Polícia Militar deve chegar antes, porque eles têm homens espalhados em todos os cantos da cidade e são a fonte primária da notícia de homicídio. Mas temos a intenção de chegar ao local em no máximo 20 minutos e encontrar tudo preservado para um bom trabalho dos peritos – explicou o delegado.

Original em: http://extra.globo.com

GD Star Rating
loading...

Maquinista admite em depoimento que estava fora do trem quando ele partiu

Polícia investiga duas hipóteses para o incidente.
Governador se reuniu com representantes da SuperVia e do metrô.

O maquinista que conduzia o trem da SuperVia que na segunda-feira (18) apresentou problemas no ramal de Japeri admitiu, em depoimento na Delegacia de Defesa dos Serviços Delegados (DDSD), que realmente estava fora da composição quando ela partiu da estação de Ricardo de Albuquerque.

O incidente aconteceu na manhã de segunda-feira (18), quando o trem partiu em velocidade de Ricardo de Albuquerque e só foi parado pela SuperVia quando a energia da composição foi cortada.

No depoimento, segundo o delegado Eduardo Freitas, o maquinista contou que tinha saído da cabine para verificar um problema num dos vagões quando viu o trem partindo da plataforma.

Freitas investiga duas hipóteses para o ocorrido. A de que alguém teria entrado na cabine, na ausência do maquinista, e acionado a partida da composição ou de que houve um defeito técnico que, relacionado ou não a uma falha humana, deu a partida no trem.

Equipes da DDSD buscam outras testemunhas que possam ajudar a esclarecer o que aconteceu, já que o maquinista não estava perto da cabine quando o trem partiu.

O delegado aguarda o laudo da perícia técnica do Instituto de Criminalística Carlos Éboli (ICCE) que sai em 30 dias.

Em nota, a SuperVia disse que instalou uma comissão para investigar o incidente e que trabalha junto com a polícia na apuração dos fatos. Um laudo sobre o caso ficará pronto em 30 dias. A concessionária afirma também que qualquer informação neste momento é “prematura e incompleta”.

Cabral cobra explicações

Indignado com o incidente, o governador Sérgio Cabral comentou o caso nesta terça-feira (19). “Como é que um trem sai de Japeri sem piloto? Como é que um maquinista sai da cabine e o trem dispara, precisando cortar o sistema elétrico para pará-lo?”, indagou em forma de cobrança.

Segundo ele, representantes da SuperVia e do Metrô foram convocados para uma reunião com o próprio na segunda-feira (18), dia em que passageiros reclamaram que um trem do ramal de Japeri apresentou defeito e circulou sem maquinista no trecho entre as estações de Ricardo de Albuquerque e Oswaldo Cruz.

Alegando que a desordem nos transportes é responsável também pela desordem na cidade, Cabral afirmou que não vai deixar de “puxar a orelha” nas concessionárias sempre que for preciso. “Pedimos o compromisso de investimentos e a racionalização do sistema”, disse ele.

O governador anunciou ainda a compra de 30 novos trens para a SuperVia e 108 novos carros para o metrô, além da reforma dos trilhos em alguns trechos da linha férrea e da compra de novos equipamentos de sinalização.

Como foi

Na manhã da segunda-feira (18), passageiros informaram que o trem do ramal de Japeri que apresentou defeito circulou sem maquinista no trecho entre as estações de Ricardo de Albuquerque e Oswaldo Cruz. Segundo eles, a composição estava em velocidade superior a normal e não parou na estação de Deodoro.

Segundo o Sindicato dos Ferroviários, o trem passou numa velocidade superior a 70 Km/h pela estação de Deodoro e o condutor havia saído da composição para averiguar um problema na parte elétrica quando viu, atônito, o trem sair em disparada.

Original em: http://g1.globo.com

GD Star Rating
loading...

Vereadores encaminham solicitações em Sessão Representativa

Na tarde da última segunda-feira, 18, foi realizada mais uma Sessão Representativa na Câmara Municipal. Na ocasião, foram aprovados os seguintes requerimentos: 02/2010, de autoria do vereador Giovani Moralles (PTB), o qual requer que seja encaminhado ofício à gerência da Ecosul solicitando a colocação de redutores de velocidade em frente ao bairro Parque Marinha, nos mesmos moldes existentes na Vila da Quinta e no Povo Novo; 037/2010, do vereador Thiago Gonçalves (Thiaguinho– PMDB), solicitando que seja encaminhado ofício ao ministro do Trabalho, Carlos Lupi, com cópia para a titular da Gerência Regional do Trabalho, Maria Helena Spotorno Oliveira, a fim de pedir agilidade na expedição de Carteiras de Trabalho, uma vez que, atualmente, estão sendo emitidas apenas dez por dia.
Durante a Sessão, foi aprovada ainda uma emenda que permite a formação de uma comissão para tratar sobre o assunto, bem como, seja enviada cópia para o superintendente regional do Ministério do Trabalho, Eron Oliveira.
Do vereador Paulo Renato Mattos Gomes (Renatinho–PPS), foi aprovado o requerimento 04/2010, o qual tem por objetivo determinar uma data para a realização de uma audiência pública para tratar da destinação de profissionais, para o Município, do Instituto Geral de Perícias (IGP) – fotógrafo e perito criminal. Consta ainda no requerimento o pedido de envio de convites às autoridades e entidades ligadas ao tema. Ainda do vereador Renatinho, o requerimento 06/2010, que trata da solicitação à Secretaria Estadual de Educação, à liberação de recursos para a conclusão da segunda etapa de obras do ginásio de esportes do Colégio Estadual Lemos Júnior. O mesmo vereador também obteve a aprovação do requerimento 07/2010. Neste documento Renatinho solicita que seja formada uma comissão especial para acompanhar e fiscalizar as obras de duplicação da BR-392.
Já o vereador José Antônio da Silva (Repolhinho-PSDB), teve aprovado o requerimento de sua autoria que solicita à empresa Noiva do Mar a instalação de um posto do cartão “Mais Rio Grande” no distrito da Vila da Quinta.

Original em: http://www.jornalagora.com.br

GD Star Rating
loading...