Assaltante invade mansão de Marcos Valério

O empresário e publicitário mineiro Marcos Valério Fernandes

O operador do mensalão, Marcos Valério Fernandes de Souza, teve sua mansão invadida por um homem armado, às 11h deste sábado, e roubados vários relógios, óculos, aparelhos de DVD portáteis, joias e uma quantia em dinheiro não revelada. No momento, apenas a funcionária Marilaine Serafim de Souza, de 37, estava na residência, no Bairro Bandeirantes, Região da Pampulha, em Belo Horizonte. Ela contou à polícia que abriu o portão para o homem, que estava disfarçado de funcionário da Prefeitura de Belo Horizonte, usando uniforme da zoonose. A mulher foi rendida e depois de algum tempo o ladrão fugiu num Siena prata, dirigido por um outro homem que aguardava do lado de fora.

Policiais militares do 34º Batalhão da PM foram chamados por Marilaine. Os PMs fizeram rastreamento em toda a região, mas não localizaram o carro com os suspeitos. Até a noite de sábado, peritos do Instituto de Criminalística estavam na residência de Marcos Valério colhendo impressões digitais do ladrão. Não foi informado se a ação do assaltante foi registrada pelas câmeras de segurança.

Segundo uma fonte ligada a Marcos Valério, que pediu para não se identificar, vários funcionários, inclusive seguranças, foram dispensados depois que a Justiça bloqueou os bens dele. “Antes, ele saía de casa com dois ou três carros com seguranças. Agora, costuma sair até sozinho”, disse a pessoa. Marcos Valério, segundo ela, passa por tratamento psiquiátrico, depois de ser agredido numa prisão do Paraná. “Ele mudou completamente sua aparência física e deixou o cabelo crescer”, acrescentou.

Marcos Valério mora no Bandeirantes há cerca de um ano. No entanto, somente sábado alguns vizinhos ficaram sabendo que era ele o dono do imóvel. “A família é muito reservada. Pela manhã, vejo o motorista de carro com uma criança”, disse uma mulher. “A casa dele vive cheia de carros na porta. Fiquei sabendo que era a casa de Marcos Valério porque o carteiro me entregou uma correspondência dele por engano”, disse outra vizinha. O assalto será apurado pela Polícia Civil.

QUEM É

O empresário e publicitário mineiro Marcos Valério Fernandes de Souza tornou-se o centro das atenções em 2005, quando veio à tona o escândalo do mensalão. Segundo denúncias feitas à época, ele, que era sócio de agências de comunicação, seria o operador de um esquema de pagamento de propina a políticos. Agora Marcos Valério, que estava longe dos holofotes, deve responder a processo por crimes de peculato e lavagem de dinheiro na 9ª Vara Criminal de Belo Horizonte.

Original em: http://www.correiobraziliense.com.br

Leave a Reply