Quase 3 mil profissionais vão engrossar o quadro da Segurança Pública de MT

O maior concurso público realizado pelo Governo de Mato Grosso vai destinar mais de 2.900 vagas para atender o quadro operacional da segurança pública, como a Polícia Judiciária Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Sistema Prisional e Socioeducativo e Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Ao todo, 65.634 candidatos irão concorrer a 4.406 vagas no dia 21 de março nos 18 cargos de nível superior. Dentre esses candidatos, 20.087 estão concorrendo a 510 vagas destinadas a cargos em instituições ligadas à segurança pública.

São 60 vagas para delegado da Polícia Civil; 140 para escrivão; 60 para investigador; 60 para Perito Oficial Criminal da Politec; 124 para Técnico do Sistema Prisional e 66 para Técnico do Sistema Socioeducativo.

No último dia 21 de fevereiro 51.204 candidatos realizaram as provas de nível médio para os cargos de soldado do Corpo de Bombeiros (60 vagas); soldado da Polícia Militar (1.000 vagas); Técnico de Necropsia (20 vagas); Agente Orientador do Sistema Socioeducativo (280 vagas); Agente Prisional (859 vagas); Assistente do Sistema Prisional (161 vagas) e Assistente do Sistema Socioeducativo (59 vagas). Ao todo, os candidatos concorreram a 2.414 vagas destinadas aos cargos citados.

Foram 18.080 inscritos para o cargo de Agente Prisional; 16.704 para soldado da Polícia Militar; 5.474 para Assistente do Sistema Prisional; 5.395 para Agente Orientador do Sistema Socioeducativo; 4.205 para Assistente do Sistema Socioeducativo e 1.346 para soldado do Corpo de Bombeiros Militar.

Segundo o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Diógenes Curado Filho, o capital humano é o maior patrimônio da área da segurança pública. Com reforço no efetivo, o Estado quer promover mais qualificação, ampliando os quadros da segurança pública em todos os setores que a compõem.

PROVAS – No próximo dia 21 de março, os inscritos nas 60 vagas de delegado farão as provas em dois períodos. As provas dissertativas serão aplicadas pela manhã, com início às 8h, e as objetivas, durante a tarde, com início às 14h.

Os candidatos ao cargo de delegado poderão consultar os originais de textos legais sem comentários e sem notas explicativas, conhecidos como código seco, durante a prova dissertativa. Não será permitida a consulta a fotocópias ou textos impressos da internet.

Os concorrentes ao cargo de delegado são os únicos, dentre todos os cargos, independente de nível, com a permissão para portar material além do permitido na hora da realização da prova.

Não serão considerados textos anotados as Exposições de Motivos e as Súmulas de Jurisprudência dos Tribunais, bem como os que tiverem simples referência a outros textos legais.

As provas de nível superior serão realizadas em 16 cidades-polo, sendo que Várzea Grande conta no polo Cuiabá. As demais cidades são Água Boa, Alta Floresta, Barra do Garças, Cáceres, Diamantino, Juara, Juína, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Rondonópolis, São Felix do Araguaia, Sinop, Sorriso, Tangará da Serra e Vila Rica.

Original em: http://www.odocumento.com.br

Leave a Reply