Polícia fecha o cerco contra a pirataria no interior paulista

Policiais da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Ribeirão Preto e de Campinas inspecionaram nessa última semana duas tradicionais revendas de softwares localizadas no bairro Jardim Paulistano, região nobre de Ribeirão Preto, e no centro de Campinas, importante área comercial. O objetivo das operações foi apurar as denúncias de que nesses estabelecimentos estavam sendo comercializados programas de computador piratas.

De acordo com as autoridades, foram apreendidas 22 mídias irregulares, cinco CPUs e os responsáveis pelas revendas conduzidos à delegacia para prestarem esclarecimentos. Todo o material capturado foi encaminhado ao Instituto de Criminalística para ser analisado.

O crime de pirataria tem trazido sérios prejuízos para a economia de São Paulo. Segundo estudo divulgado pela International Data Corporation (IDC), em 2008 o estado registrou uma perda de R$ 1,1 bilhão, o que o posiciona como primeiro colocado no ranking nacional das regiões com maiores prejuízos. “Nesse contexto, Ribeirão Preto e Campinas são duas das localizações mais afetadas, já que se tratam de importantes pólos comerciais e de prestação de serviços”, explica Antônio Eduardo Mendes da Silva, coordenador do Grupo de Trabalho Antipirataria da ABES.

Para reverter essa situação, autoridades locais têm realizado constantes ações nessas cidades. Em 2009 foram efetuadas outras três grandes operações relacionadas à software que resultaram na captura de 70 mídias ilegais e um PC.

Além disso, em 2008, 157 agentes públicos dessas cidades participaram de treinamentos promovidos pela Associação Brasileira das Empresas de Software (ABES) e pela Associação Antipirataria de Cinema e Música (APCM). Na ocasião eles receberam informações técnicas e jurídicas referentes à pirataria para se sentirem ainda mais preparados no momento de realizar uma operação. “O objetivo foi subsidiá-los com o máximo de informações sobre esse crime, que a cada dia está mais sofisticado. E sem dúvida temos observado que a iniciativa surtiu efeito”, comemora Mendes da Silva.

Original em: http://www.techlider.com.br

Leave a Reply