Carro novo pode ter custado a vida de publicitário

Depois de levar um tiro na cabeça, Francisco colidiu o Honda Civic contra uma árvore.

O publicitário Francisco dos Santos Neto, 22 anos, filho do ex-prefeito de Matinhos, Francisco Carlim dos Santos, o “Chiquinho”, foi morto com um tiro na cabeça quando voltava para casa na madrugada de ontem, na Rua Ângelo Sampaio quase esquina com Avenida Getúlio Vargas, no bairro Água Verde. A princípio, a Polícia Militar foi acionada para atender a um acidente de trânsito, já que Francisco dirigia o Honda Civic placa AXW-1987 e bateu numa árvore. No entanto, a perícia do Instituto de Criminalística constatou ferimento por arma de fogo na cabeça e confirmou, posteriormente, que se tratava de um homicídio. A delegada Vanessa Alice, da Delegacia de Homicídios, que investiga o caso apontou três hipóteses para o crime: tentativa de assalto, briga de trânsito ou execução.

Segundo testemunhas, Francisco teria sido abordado, por volta de 2h30, por dois homens que estavam numa motocicleta preta. Após ser atingido, ele perdeu o controle do veículo e bateu na árvore. Com o impacto, a árvore foi derrubada e destroços do carro ficaram na calçada. Segundo a polícia, a arma utilizada no crime foi uma pistola calibre 380.

Comovidos com o crime, amigos da vítima compareceram à delegacia na manhã de ontem e relataram que Francisco estava numa lanchonete, na Avenida do Batel, antes de morrer. Ele deixou o carro em frente ao estabelecimento e saiu para dar uma volta com os amigos no veículo de um deles. Em seguida, voltou e pegou o próprio carro. Deu carona para outro amigo e, depois de deixá-lo em casa, retornava para seu apartamento quando foi surpreendido pelos marginais.

A Delegacia de Homicídios foi acionada tão logo constatado o ferimento por arma de fogo na lateral esquerda da cabeça da vítima. Quando a equipe chefiada pelo delegado Alexandre Bonzatto chegou ao local, por volta de 3h, encontraram apenas o carro da vítima com muito sangue dentro e o vidro do motorista estilhaçado. O tiro, segundo a perícia, foi feito de fora do veículo.

Socorro

A testemunha que prestou o primeiro atendimento à vítima contou que ouviu dois tiros, mas acreditou ser o barulho de uma moto acelerando. Na sequência, ouviu o barulho de uma motocicleta arrancando e o estrondo da batida do carro. Juntamente com a esposa, a testemunha abriu as portas do carro. Enquanto a mulher acionava o socorro, ele ainda usou o extintor para evitar possível incêndio no automóvel. Nessa hora, Francisco ainda estava vivo. Dentro do carro, foram encontrados seus documentos pessoas e um aparelho GPS. Os investigadores chegaram a conversar com o porteiro do prédio onde o rapaz morava com o irmão, e descobriram que era o filho do ex-prefeito de Matinhos, já que o carro estava em nome do pai. Os policiais, então, telefonaram à delegacia de Matinhos comunicando o acontecido.

Francisco tinha dois irmãos mais novos. No ano passado, graduou-se em Publicidade e Propaganda, na Universidade Tuiuti do Paraná. Conforme amigos, era dono de uma importadora. O advogado da família, Senio Silva, também esteve na manhã de ontem na DH e contou que os pais de Francisco que moram em Matinhos – estavam em São Paulo. “Ele era um rapaz calmo, não bebia. Acredito que foi uma tentativa de assalto. Ele estava com um veículo novo, muito visado”, disse o advogado criminalista que conversou com os pais do rapaz por telefone. “Eles estão em choque, transtornados. Ninguém espera que isso vá acontecer. Principalmente numa família que é extremamente unida”, lamentou o advogado, que se encarregou de cuidar da liberação do corpo do jovem junto ao IML.

O carro foi encaminhado ao pátio do Detran e, conforme a delegada, será submetido à nova perícia. Vanessa Alice disse ainda que algumas testemunhas já foram ouvidas e os familiares também deverão depor nos próximos dias. “Estamos analisando as imagens das câmeras de segurança instaladas na região para tentar identificar a marca e o modelo da motocicleta e chegar aos suspeitos. É possível que ele estivesse parado no sinal, percebeu que ia ser assaltado e acelerou. Depois do tiro, ele pode ter acelerado mais ainda e bateu na árvore”, supõe a delegada.

No início da tarde de ontem, o corpo do rapaz seguiu para Matinhos, onde será velado na igreja matriz. O enterro será realizado hoje no cemitério municipal de Paranaguá, cidade natal do rapaz. O pai de Francisco foi prefeito de Matinhos entre 1996 a 2000 e se elegeu novamente entre 2004 a 2008.

Morte do filho do ex-prefeito de Matinhos é novo desafio pra Vanessa Alice, titular da Delegacia de Homicídios.

Original em: http://www.parana-online.com.br

Carro novo pode ter custado a vida de publicitário, 4.0 out of 5 based on 1 rating

1 comment to Carro novo pode ter custado a vida de publicitário

Leave a Reply