Mutirão realizou coletas para exames de DNA

Coltas foram realizadas durante mutirão

Com o objetivo de aproximar a Justiça da população, mais uma etapa do projeto Mutirão da Cidadania foi realizada, na manhã da última sexta-feira (28), pela Escola Superior da Magistratura de Alagoas (Esmal). Dessa vez, a ação ocorreu no Fórum de União dos Palmares, onde foram realizadas cerca de 80 coletas de material genético para exames de DNA, além de palestra sobre violência e exploração sexual, apresentação teatral e curso de aperfeiçoamento dos servidores do Poder Judiciário.

O mutirão conta com a parceria do Laboratório de DNA Forense da Universidade Federal de Alagoas (Ufal). A coordenadora do projeto Cidadania e Justiça na Escola, juíza Maria de Fátima Pirauá, ressaltou a importância da inciativa no interior do Estado. “Trazer ações como essa para o município de União dos Palmares é promover cidadania à população local e aproximar a Justiça daqueles mais carentes, que muitas vezes não têm condições financeiras para arcar com o deslocamento para capital”, avaliou.

Durante o programa, servidores de várias comarcas do Estado participaram do Curso de Atualização em Processo Penal, ministrado pelo professor Fernando Muniz Falcão. A abertura do curso contou com a presença do coordenador de cursos para servidores e funcionários da Justiça, juiz João Dirceu Soares Moraes. “O curso de atualização é de extrema importância para os servidores do Poder Judiciário, uma vez que contribuirá na progressão da carreira de cada um deles”, lembrou.

Dando prosseguimento às atividades, o grupo teatral “Sal Produções” se apresentou na Escola Municipal Salomé da Rocha Barros. “A iniciativa foi possível graças ao apoio da presidente do Tribunal de Justiça, desembargadora Elisabeth Carvalho Nascimento, que sugeriu a realização de mais dez apresentações, previstas para acontecer na capital e em outras cidades do interior do Estado”, informou a gerente do projeto Justiça e Cidadania na Escola, Ana Valéria.

Ainda dentro da programação do evento, professores e pais de alunos da Escola Municipal Padre Donald puderam assistir à palestra sobre violência e exploração sexual contra crianças e adolescentes, ministrada pelas educadoras sociais do Centro de Referência Especializada de Assistência Social (Creas), Regina Sorrentino e Luciléia Poliana.

Original em: http://www.alagoas24horas.com.br

Leave a Reply