Policiais civis farão curso em SP e PE

Catorze integrantes da Polícia Civil que irão integrar a equipe da Divisão de Homicídios, entre delegados e inspetores, devem viajar, na próxima semana, com destino à São Paulo e Recife para participar de aulas práticas e teóricas com as respectivas unidades de investigação de homicídios dessas cidades.

Segundo o diretor do Departamento de Polícia Especializada (DEP), delegado Jairo Façanha Pequeno, as equipes de combate aos crimes contra vida dessas duas cidades são referências para o restante do país. “Já enviamos uma equipe formada por seis delegados e cinco inspetores para São Paulo, e agora, essa nova turma irá se dividir. Uma parte vai para a capital paulista e a outra para Recife”.

O delegado explicou que essa é a segunda etapa de um treinamento iniciado em Fortaleza. Os policiais passam oito dias tendo aulas teóricas e acompanhando o dia a dia das equipes dos Departamentos de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), de São Paulo e Recife. “Eles verão como os policiais desses locais agem e, de que forma, as investigações são conduzidas. O objetivo é fazer com que esse aprendizado seja um dos ingredientes para o sucesso da nossa Divisão de Homicídios”, salientou.

Para o diretor do DPE, esse intercâmbio é fundamental, pois os inspetores e delegados irão adquirir novas técnicas de investigação, principalmente com relacionados a locais de crimes. “O que o policial deve fazer para que obter o máximo de informações num local de crime? Quais são as técnicas que os policiais paulistas e pernambucanos usam para elucidar os homicídios mais rapidamente? Todos esses pontos serão observados nesse curso”.

Novos

Jairo Pequeno chamou de “lapidação” o treinamento ofertado aos integrantes da Divisão de Homicídios. “Temos alguns policiais novos, mas todos já passaram por um rigoroso treinamento na Academia de Polícia e são extremamente competentes”, ressaltou o delegado.

O diretor do DPE afirmou estar muito confiante nos resultados positivos que virão com o início dos trabalhos da nova Divisão. “Temos nos empenhado em disponibilizar o maior número possível de policiais para fazer parte dessa equipe, apesar da limitação de pessoal. Acredito que esse trabalho será vitorioso”, enfatizou.

Leave a Reply