LFG abre inscrições para curso intensivo para Perito Criminal e Papiloscopista da Polícia Federal

A rede de cursos jurídicos LFG está com inscrições abertas para os cursos intensivos para concursos da Polícia Federal de Jales.

As vagas são para Perito Criminal, com salário de R$13.360,00 e Papiloscopista com remuneração de R$7,510,00. As inscrições podem ser feitas até dia 04 de outubro na LFG de Jales com pagamentos divididos em até 6 vezes e material de apoio incluso.

Os interessados no cargo de Perito Criminal devem ter curso superior em Contabilidade, Economia, Engenharia Elétrica, Eletrônica, Redes e Telecomunicações, Ciências da Computação, Tecnologia em Processamento de Dados, Sistemas de Informação, Análise de Sistemas e Informática, Química, Engenharia Química, Química Industrial, Biologia, Biomedicina, Medicina, Odontologia ou Farmácia. Já os interessados no cargo de Papiloscopista podem ser graduados em qualquer curso superior.

De acordo com a proprietária da LFG em Jales, Andrea Sakashita, os cursos representam uma ótima oportunidade de trabalho para quem está desempregado ou insatisfeito com baixos salários.

“Os cursos são inéditos no Brasil, com boa remuneração, duração de apenas 5 meses, equipe de professores altamente qualificada com possibilidade de tutoria online”, explicou ela. Entre as matérias a serem ministradas estão: Raciocínio Lógico, Direito Administrativo, Direito Penal, Direito Processual Penal e Legislação Específica. As aulas serão disponibilizadas durante a semana no período da noite e aos sábados e domingos.

Em 2009 a rede LFG aprovou 32,7 mil alunos em concursos públicos. Até agosto de 2010 já são 26,8 mil aprovações.

Original em: http://www.regiaonoroeste.com

GD Star Rating
loading...

Concurso: mais 3 convocados para curso de perito

Outros três candidatos, sendo um ao cargo de Perito Criminal para Sinop e dois para o cargo de Técnico em Necropsia para Rondonópolis, foram convocados para a realização da Segunda Fase do Concurso Público de Mato Grosso, correspondente ao Curso de Formação. 

Os convocados deverão se apresentar para realizar a matrícula no dia 27 de setembro, em horário comercial na sede da Politec, localizada na Avenida Gonçalo Antunes de Barros, n. 3245, Bairro Carumbé, em Cuiabá (MT). O telefone para contato é o (65) 3613-1234. 

Os candidatos deverão observar as normas e procedimentos para a realização da Segunda Etapa do concurso, constantes no Edital Complementar de nº 35, publicado no dia 21 de julho deste ano. Eles também terão que apresentar os documentos necessários, também previstos no edital complementar de nº 35 para a matrícula no Curso de Formação. Aquele que não apresentar os documentos ou não comparecer no dia de matrícula será eliminado do concurso. 

Os convocados são: Cargo: Perito oficial criminal – Sinop (Biologia, Farmácia, Física, Matemática, Química) 
Edson Gomes dos Santos 

Cargo: Técnico em necropsia – Rondonópolis 
nível médio- 
Niuva Santos de Carvalho 
Ana Maria Misael Garcia

Original em: http://www.gazetadigital.com.br

GD Star Rating
loading...

Prova de Título de Especialista em Medicina Legal

Prova de Título de Especialista em Medicina Legal

Atenção para o prazo de inscrição!

Os interessados em realizar a prova para obtenção do Título de Especialista em Medicina Legal devem se inscrever até o dia 27 deste mês de setembro.

O concurso acontecerá durante o XXI Congresso Brasileiro de Medicina Legal, a se realizar em Cuiabá-MT, de 27 a 29 de outubro.

As normas para Realização de Concurso para Título de Especialista em Medicina Legal são estabelecidas pelo convênio ABML/AMB/CFM.

Saiba o que é necessário para realizar sua inscrição:

DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO:

1 – Ficha preenchida com os dados de identificação;

2 – Curriculum vitae de acordo com modelo incluído no edital;

3 – Comprovante de depósito em Conta Corrente 400.610-0, Agência 2945-9 do Banco do Brasil em favor da Associação Brasileira de Medicina Legal no valor de R$380,00 (trezentos e oitenta reais) correspondente à taxa de inscrição.

4 – Cópia do CRM definitivo

5 – Documento comprovando ter exercido pelo menos uma das atividades descritas a seguir:

a) Exercício profissional em Medicina Pericial em uma ou mais de suas áreas tais como penal, cível, trabalhista, administrativa, securitária, ética e auditorias médicas por um período de pelo menos duas vezes o período exigido pela Residência, ou seja, pelo menos 6 (seis) anos; 
b) Professor de Medicina Legal há pelo menos, quatro anos;
c) Ter feito Treinamento teórico-prático reconhecido pelo Ministério da Educação e ratificado/chancelado pela ABML e com duração equivalente à Residência Médica; 
d) Ter feito Residência em Medicina Legal em Serviço reconhecido pelo Ministério da Educação e ratificado/chancelado pela ABML.
Os Documentos enumerados deverão ser enviados para Associação Brasileira de Medicina Legal, SEP Sul 705/905 Bloco C, Edifício Mont Blanc, sala 219, Fone/Fax 61-3242-7686 – CEP 70390-055 Brasília – DF, preferencialmente através de SEDEX, num período entre 90 (noventa) e 30 (trinta) dias antes do dia da prova.

INSCRIÇÕES FORA DESTE PERÍODO NÃO SERÃO ACEITAS.

CLIQUE AQUI e tenha acesso ao EDITAL DO CONCURSO.

Recebido por e-mail.

GD Star Rating
loading...

Delegado espera laudos do Itep para investigação

A tese do homicídio já foi confirmada, agora, resta saber quem matou e como foi a morte da empresária portuguesa Rosa Maria Silveira de Mendonça, de 54 anos, encontrada morta no dia 23 de agosto, na praia de Cacimbinha, entre Pipa e Tibau do Sul, litoral potiguar. Para ajudar na solução dessas questões, o delegado titular da Delegacia de Pipa, José Carlos de Oliveira, espera três exames solicitados ao Instituto Técnico Científico de Polícia (Itep).

“Já ouvimos muitas pessoas e temos uma linha de investigação. Estamos trabalhando, mas não podemos ainda revelar mais detalhes do inquérito para não atrapalhar”, explicou o delegado. Segundo ele, três exames foram solicitados e ainda não foram entregues pelo Itep: um toxicológico, um de DNA forense e um para identificar qualquer tipo de medicamento que a mulher tenha ingerido nos últimos dias. O motivo de ter solicitado esses exames, José Carlos também preferiu não revelar.

“Já recebemos três: o laudo cadavérico, que confirma o homicídio, um feito sobre a possibilidade de relação sexual, que negou essa hipótese, e um feito no local do crime”, explicou o delegado, que ainda acrescentou que essa demora não chega a atrapalhar as investigações: “conhecemos as limitações do Itep e já somos acostumados a trabalhar com isso. Estamos adiantando outros aspectos da investigação enquanto esperamos os resultados”.

Até o momento, entre familiares, amigos e moradores de Pipa, 27 pessoas já foram ouvidas na Delegacia local. Rosa Maria era divorciada e morava na praia com uma filha adulta. Considerada uma mulher de hábitos pacatos e discreta, ela foi encontrada por moradores na manhã do dia 23, morta na beira mar, apenas de sutiã, mas sem marcas de violência no corpo.

Ao chegar ao Itep em Natal, o laudo mostrou que a portuguesa não tinha água em excesso nos pulmões e que foi vítima de asfixia mecânica, o que descartou a hipótese de afogamento.

Repercussão internacional

Assim como aconteceu com outros homicídios de estrangeiros registrados no Estado, a morte da empresária Rosa Maria foi noticiada amplamente pela imprensa europeia, sobretudo, pela portuguesa, país de origem da vítima. Entre os que mais publicaram notícias a respeito do homicídio, está o Jornal da Manhã, que estampou, em uma das notícias, o título: “Homicídio desmente cônsul luso”, uma referência à declaração do cônsul honorário Francisco Lamy, que declarou em um primeiro momento que ela havia morrido afogada.

Além do Jornal da Manhã, noticiaram o homicídio da portuguesa os portais dos jornais Record, Expresso, Portugal Diário, Jornal de Notícias. Em todas, a praia de Cacimbinha ou a de Pipa foram citadas, sempre como pertencentes ao litoral próximo à cidade de Natal. Essa mesma divulgação negativa para Pipa já havia ocorrido após casos de violência. Em 2009, morreu o turista sueco Gert Björn Skytte Sandgren, vítima de um latrocínio, e no dia 1ª de janeiro deste ano, foi assassinado o alemão Winfried Tiel, 58. Os dois casos ainda estão impunes.

Original em: http://tribunadonorte.com.br

GD Star Rating
loading...

Perito do Tocantins é convidado pela SENASP

Peritos da Polícia Técnico-Científica do Estado do Tocantins estão conquistando reconhecimento no cenário nacional, mesmo trabalhando silenciosamente. Um exemplo que merece ser citado é o perito criminal, Sebastião dos Reis Xandó, que foi convidado pela Secretaria Nacional de Segurança Pública (SENASP) e pela Associação Brasileira de Criminalística (ABC), para ministrar palestra no III Seminário Nacional de DNA e Laboratórios Forenses. O evento que teve início nesta terça-feira, terá a participação direta de Xandó no Seminário nesta sexta-feira, 24, nas dependências da UNB.

Com a importância que a certificação de qualidade das Análises Forenses conquistou, o tema que será abordado pelo perito do Tocantins é:  “Os Novos Rumos da Metrologia Aplicados à Toxicologia e Química Forense”. Em seguida o perito participa de uma mesa redonda sobre toxicologia e química forense com peritos de todo o Brasil. Entre eles, outros peritos tocantinenses, a exemplo de João Bezerra do Vale Neto e Patrícia Bonilha.

De acordo com Xandó, a escolha do tema se deve à relevância da metrologia, frente às necessidades de garantias de qualidade tanto nacionais, quanto internacionais. “A metrologia é importante para se alcançar a excelência na prestação de serviços. Uma análise com certificação de qualidade, não cabe discussão. Prevalece a credibilidade e a inquestionabilidade do resultado.

No Brasil, o órgão único oficial acreditador é o Inmetro e o órgão responsável pelas elaborações das normas brasileiras é a ABNT.

Original em: http://www.ogirassol.com.br

GD Star Rating
loading...