Anvisa proíbe uso de remédios para emagrecer

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) proibiu hoje a importação e a comercialização dos produtos da marca Divine Shen, usados para emagrecer. A marca chinesa teria registrado os produtos como alimentos. Após análise de amostras, foram atestadas num laudo do Instituto de Criminalística de São Paulo (IC-SP) evidências da presença de sibutramina no composto, cuja ação no sistema nervoso reduz a sensação de fome. A substância não é recomendada para quem tem problemas cardíacos.

Também está interrompida a importação, fabricação e comércio, em todo o país, da substância Caralluma Fimbriata, usada para emagrecimento. Segundo a Anvisa, não haveria garantias de segurança e eficácia dos produtos que apresentam em sua composição a substância. 

A agência aconselha o consumidor que estiver ainda utilizando o produto a interromper o tratamento de imediato.

 

Caralluma Fimbriata: vetada

 

 

 

 

 

 

Original em: http://www.destakjornal.com.br/

 

GD Star Rating
loading...

Portadora de visão monocular aprovada em concurso ganha na Justiça direito à nomeação

A Coordenadoria de Perícia Médica do concurso não havia considerado visão monocular uma deficiência física

A Justiça concedeu, nesta terça-feira, 21, liminar em favor de Daniele Herculano Cabral de Araújo, portadora de visão monocular, aprovada em concurso público da Secretaria de Saúde do Estado do Ceará.

Conforme os autos, a candidata se inscreveu no processo seletivo como portadora de deficiência física e obteve êxito na fase de provas e títulos, ficando em primeiro lugar. A Coordenadoria de Perícia Médica do concurso, no entanto, não considera visão monocular uma deficiência física, razão pela qual pleiteia a eliminação da candidata.

Em razão disso, Daniele Herculano impetrou mandado de segurança com pedido de liminar no Tribunal de Justiça, requerendo a não consideração do laudo da Coordenadoria e pedindo sua imediata nomeação. Ao analisar o caso, a Justiça concluiu que a candidata comprovou ser deficiente física.

Original em: http://www.opovo.com.br

GD Star Rating
loading...
Permalink
GD Star Rating
loading...

Detentos lotam setor de identificação do Instituto de Criminalística do Piauí

Maior número de casos é oriundo do 1º e do 22º DPs. As informações ajudam a compor o banco de dados da Polícia.

A seção de identificação do Instituto de Criminalística de Teresina estava lotado durante a tarde desta terça-feira (21). Os servidores estão sobrecarregados devido a grande demanda de suspeitos e acusados que devem cumprir essa formalidade antes de serem encaminhados para reclusão na Casa de Custódia.

Fotos: Thiago Amaral/Cidadeverde.com

A maioria dos casos tinha como origem o 1º e o 22º DPs. Realizavam a praxe da identificação através da impressão digital assaltantes, ladrões e estelionatários que haviam sido presos e aguardavam definição da justiça.



O trabalho de identificação é valorizado, já que, as informações coletadas ajudam a compor o banco de dados das polícias. Caso após conquistarem a liberdade, os ex-detentos venham a reincidir, a identificação será facilitada.


Flash de Yala Sena
Redação de Lívio Galeno
redacao@cidadeverde.com

Original em: http://www.cidadeverde.com/

GD Star Rating
loading...

Anvisa suspende importação e venda de remédios para emagrecer

Caralluma FimbriataDe acordo com publicação no Diário oficial da União desta terça-feira, a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu a importação e venda de remédios da marca Divine Shen, além do uso da Caralluma Fimbriata.

A decisão é com base em análise do Instituto de Criminalística de São Paulo, a pedido do Ministério Público Estadual. Segundo a publicação, a marca é registrada na Anvisa como alimento, mas pode ter sido misturada a sibutramina, medicamento de uso controlado.

Segundo a Anvisa, a sibutramina reduz a sensação de fome, mas pesquisas apontaram que se ela for consumida por pacientes com histórico de doença cardiovascular, pode aumentar o risco de doença coronariana, derrame, taquicardia e hipertensão.

A marca é da China e segundo o site “G1”, a empresa que importa os produtos vai enviar um posicionamento oficial ainda nesta terça-feira. Já a Anvisa avisou que a medida tem “caráter preventivo”.

Em relação a outra recomendação da Anvisa, a agência disse que “nenhum produto que contenha em sua composição a Caralluma Fimbriata encontra-se regularizado no país, tendo em vista que não há qualquer comprovação em relação à sua segurança e eficácia”.

Estão suspensas a fabricação, distribuição, manipulação, comércio e o uso desse produto.

Original em: http://www.sidneyrezende.com/

GD Star Rating
loading...

Força Nacional deve permanecer em Alagoas

A presença da Força Nacional de Polícia Judiciária deve ser prorrogada em Alagoas. Pelo menos essa é a expectativa da Secretaria de Defesa Social, que deve encaminhar até a próxima semana o pedido ao Ministério da Justiça para a permanência de policiais e delegados por mais 90 dias. As equipes que vieram de outros estados brasileiros estão trabalhando de forma pioneira no Estado, na apuração de crimes cometidos até 2007 em Maceió, que estavam com as investigações paradas.

Os dados do trabalho policial feito em 45 dias de ações da Força Nacional no Estado foram apresentados na manhã de ontem. Segundo os levantamentos, dos 315 inquéritos encaminhados para serem trabalhados, apenas 222 foram apurados, o restante não teriam sido concluídos. “Conseguimos terminar a investigações de cento e cinquenta e três inquéritos com a definição da autoria e representação do mandante na Justiça. Em outros sessenta e nove não encontramos autoria. Ficou faltando ainda investigar outros noventa e três inquéritos, que devido a falta de tempo acabou sendo inviável”, contou o delegado Eraldo Augusto, coordenador da Força Nacional.

Em relação às prisões dos acusados apontando nos inquéritos concluídos, o delegado contou que essa seria uma segunda fase do trabalho da Força. “Tínhamos em mente fazer uma grande operação para realizar essas prisões, mas não vai dar tempo para esse ano. Inclusive, encaminhamos para a Justiça o pedido de prisão junto com os inquéritos concluídos, só que sabemos que para conseguir mandados levam-se algum tempo e eles ainda não foram autorizados. Isso acabou coincidindo com o nosso prazo que está terminando. Vamos encaminhar a Delegacia Geral do Estado que decidirá o que fazer”, disse Eraldo Augusto.

Ainda nas ações da Força Nacional foram levantados que entre os 315 inquéritos, 99% das vítimas são do sexo masculino, com idades entre 18 e 29 anos, e apenas 42% entre vítimas e autores tinham envolvimento com drogas. A arma de fogo foi o instrumento que mais matou, sendo 85% dos crimes registrados, e a arma branca com 11%. A maioria dos crimes ocorreu no Tabuleiro do Martins, sendo 48 casos; Benedito Bentes, 34 e Jacintinho, com 24 assassinatos.

“Essa é a nossa primeira missão como Força Nacional de Polícia Judiciária e sem dúvida foi totalmente exitosa. Foi aqui no Estado onde conseguimos nos estruturar, com todo o apoio da Polícia Civil, que nos deu apoio logístico e estrutural. Como se trata de um projeto piloto, não tínhamos idéia de como seria, mas foi muito satisfatório”, disse o coordenar da Força. “É claro que tivemos algumas dificuldades, como o fato de sermos de fora e não conhecermos a cidade. Sem falar que são crimes antigos, alguns com mais de dez anos que foram cometidos, mas nada que atrapalhasse na execução do nosso trabalho. Sem dúvida vamos voltar ao Ministério da Justiça com Knowhow para atuar em ações com mais eficiência”.

O delegado Eraldo Augusto lembrou ainda, que durante o trabalho em Alagoas eles ainda tiveram que sair da missão inicial e ajudar na investigação dos crimes que apuram a morte de moradores de rua. “Tivemos que trabalhar o nosso senso para situações emergenciais, como foi o caso da apuração das mortes de vulneráveis. Passamos aproximadamente dez dias, em quinze inquéritos. Foi um trabalho complicado, mas que conseguimos realizar”, colocou. “Esperamos continuar trabalhando em Alagoas, mas isso dependerá do Ministério da Justiça. Como pode haver mudança de ministro, nos colocaremos a disposição e será o Ministério que decidirá sobre o nosso retorno”.

EFICIÊNCIA – Para o delegado José Edson Freitas, delegado adjunto da Polícia Civil, é importante que a Força Nacional retorne ao Estado para continuar esse trabalho, já que os dados comprovam a eficiência. “Infelizmente, não temos estrutura para atender toda a demanda de investigações, já que o nosso problema é a falta de pessoal. Os nossos policiais e delegados, tem que trabalhar o flagrante, investigar e ainda tomar conta de presos que não é nossa função. Enquanto, o pessoal da Força Nacional só fica com essa parte de investigação. A eficiência do trabalho deles é comprovado com resultados. Sem  dúvida é importante a permanência deles e vamos pedir a prorrogação do prazo pro mais noventa dias”, afirmou.

Em relação aos inquéritos investigados, José Edson lembrou que esses 315 casos já estavam na sede da Delegacia Geral a pedido do delegado Geral para serem apurados. “Unimos a necessidade de investigar esses crimes até 2007 que estavam parados. Eles estavam na Delegacia Geral para serem saneados, já que faltavam informações de perícias no local de crime, laudos cadavéricos, ouvir testemunhas. O fato é que existia a necessidade de robustecer provas e preparar relatórios”, explicou. “Da próxima vez que eles voltarem novos casos devem ser encaminhados, inclusive de crimes que aconteceram em outras partes do Estado. A princípio eles ficaram apenas com os crimes cometidos em Maceió”.

O secretário de Defesa Social, Paulo Rubim, que também participou da coletiva, falou que a expectativa é que a Polícia Civil comece o ano de 2011 com a carga de inquéritos mais leves. “Vamos fazer esse pedido de renovação, já que os resultados de produtividade da Força Nacional de Polícia Judiciária justificam a presença deles no Estado”, disse. “Eles vieram trabalhar em inquéritos que infelizmente foram se acumulando, principalmente pela falta de pessoal nas nossas delegacias e o trabalho ficou deixando a desejar. Agora, conseguimos adiantar o que estava atrasado e vamos começar um ano com a carga de inquéritos mais leves”.

Secretário faz balanço de sua gestão

Ainda na manhã de ontem, durante apresentação dos dados da Força Nacional de Polícia Judiciária, o secretário de Defesa Social falou em clima de despedida e aproveitou para fazer um balanço sobre sua gestão à frente da Secretaria. Em conversa com a imprensa, ele deixou claro que uma de suas maiores frustrações na frente da pasta foi a falta de investimentos no Instituto Médico Legal Estácio de Lima e no Centro de Perícias Forenses, além de manifestar sua preferência pelo secretário adjunto Washington Luiz, para ser seu sucesso na Defesa Social.

“Fizemos um trabalho onde conseguimos deixar a Secretaria de Defesa Social arrumada. Hoje, sabemos fazer licitação e não devolvemos mais recursos para o Governo Federal por falta de uso; conseguimos melhorar a Polícia Civil, apesar de saber da necessidade de um concurso público, que o governador já está ciente; a Polícia Militar também melhorou, os policiais tem armamentos e coletes novos”, lembrou Rubim. “Porém, o IML foi o único lugar onde não consegui fazer nada. Temos alguns projetos em andamentos que espero que sejam dados continuidade, porém o IML não foi um lugar onde fizemos grandes mudanças”.

Em relação a seu sucessor, o secretário deixou claro sua preferência pelo secretário-adjunto, o também delegado Federal Washington Luiz. “Para mim ele é o sucessor ideal. Senão confiasse nele e soubesse de sua competência não tinha ele na minha equipe há três anos”, afirmou Rubim. “Para mim, a pessoa que ocupar a pasta da Defesa Social precisa manter a interação com Ministério da Justiça, afinal é através desse contato que conseguimos muita coisa de doações para Alagoas. Armas, munições, veículos, equipamentos, tudo veio através desse contato que eu sempre mantive em Brasília e o governador sabe disso”.

Original em: http://www.ojornalweb.com

GD Star Rating
loading...

Ministério Público investiga fraude na emissão de laudos do DPVAT

IMPERATRIZ – O Ministério Público (MP) investiga o desaparecimento de armas de fogo e a suposta fraude na emissão de laudos do Seguro Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT) no Instituto de Criminalística (Icrim) de Imperatriz. Uma inspeção do MP no Icrim e no Instituto Médico Legal (IML) confirmou o desaparecimento das armas. A investigação, agora, quer saber se existe o envolvimento de policiais nas irregularidades.

Foi em uma inspeção aos órgãos que a segunda e a terceira Promotoria Criminal descobriu as irregularidades. A primeira é que o IML e o Icrim de Imperatriz não existem de fato e de direito. Os dois locais funcionam como uma extensão do IML e Icrim de São Luís. Os órgãos também não dispõem da mínima estrutura necessária para funcionar.

Vistoria

Na vistoria, também foi constatada que pelo menos noventa armas de fogo desapareceram do instituto de criminalista. Todas elas faziam parte de inquéritos abertos pela Polícia Civil. Sem as armas, a investigação e a conclusão do inquérito podem ser prejudicadas. Já que a polícia terá dificuldade para elucidar os crimes. Agora, o MP quer saber como as armas sumiram. 

Se agentes públicos tem envolvimento e quais as pessoas beneficiadas. Outra denúncia que está sendo investigada é a falsificação de laudos do DPVAT, o seguro obrigatório para danos provocados por veículos automotores.

Ciente dos fatos o MP estadual resolveu agir. As promotorias criminais de Imperatriz já solicitaram uma reunião com o secretário de Segurança Pública do Estado, Aluísio Mendes, para que, juntos, encontrem uma solução para o caso. (JK)

Original em: http://portalamazonia.globo.com

GD Star Rating
loading...

Anvisa suspende a importação de Divine Shen e Caralluma Fimbriata

RIO – A importação dos suplementos para emagrecer Divine Shen e Caralluma Fimbriata foi suspensa pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. A medida, publicada no ‘Diário Oficial da União’ desta terça-feira, veio logo depois de uma denúncia feita pelo ‘Fantástico’, que mostrou que os suplementos podem ter na fórmula a sibutramina, medicamento de uso controlado. No programa, amostras do suplemento foram analisadas no Instituto de Criminalística de São Paulo, a pedido do Ministério Público Estadual.

A sibutramina, o remédio para emagrecer mais usado no Brasil, age no sistema nervoso central reduzindo a fome, mas é perigoso para cardíacos e hipertensos. A droga foi proibida ano passado na Europa, já que pode causar derrames, taquicardia e infartos.

Original em: http://oglobo.globo.com

GD Star Rating
loading...

Fiesta passará por revista do IC

Peritos do Instituto de Criminalística (IC) farão uma perícia completa no Fiesta vermelho do empresário Etair Luis Perotto. Eles vão procurar impressões digitais, fios de cabelos e outras minuciosas pistas que poderão esclarecer o crime. O veículo foi localizado num estacionamento a cerca de 300 metros do local onde estava o cadáver. 

Essas pistas podem estar nas impressões digitais deixadas pelos bandidos em diversas partes do automóvel, principalmente no volante, porta e outros locais onde os produtos químicos vão acusar. Colhidas, essas impressões serão confrontadas com os suspeitos levantados pelos policiais da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa. 

Outras provas são fios de cabelos. O porta-malas é um dos alvos dos peritos, uma vez que a vítima pode ter sido levada nesse compartimento pelos criminosos. “Vamos analisar também qualquer fio que esteja no carro, assim como todas as pistas encontradas”, explicou um dos peritos, lembrando que, no Laboratório Forense, será possível fazer exames que anteriormente eram realizados em outros estados. Com isso, a polícia ganha também em tempo. (AR)

Original em: http://www.diariodecuiaba.com.br

GD Star Rating
loading...

Traficante é preso pela PM na Cidade Olímpica

Josué Santos da Silva, o Gaspar, de 23 anos, foi preso pela Polícia Militar, na madrugada de ontem, na Cidade Olímpica. De acordo com informações da policia, ele é considerado um dos maiores traficantes de drogas de São Luís. Com ele, não foi encontrado nenhum tipo de entorpecente, entretanto, a PM apreendeu uma pistola, com 11 munições.

A pistola encontrada em poder de Gaspar, segundo a polícia, estava com a numeração raspada, e foi encaminhada para o Instituto de Criminalística (Icrim).

O objetivo da perícia é saber a origem da arma, que é de uso restrito da polícia. Logo que foi autuado, Gaspar foi encaminhado ao Centro de Triagem de Pedrinhas. Além do seu envolvimento com o tráfico de entorpecentes, a polícia investiga a hipótese de que ele tenha praticado homicídios, nas últimas semanas.

Original em: http://www.jornalpequeno.com.br

GD Star Rating
loading...