Polícia Civil do Amazonas recebe novo Kit de Perícia

Os equipamentos foram doados pelo Governo Federal, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), do ministério da Justiça.

Manaus – A Polícia Civil do Amazonas recebeu dez maletas de Perícia, que serão utilizados pelos Peritos Criminais do Instituto de Criminalística, nos locais de crime. Os equipamentos foram doados pelo Governo Federal, por meio da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) – Ministério da Justiça. Os equipamentos vão dar maior qualidade e agilidade aos trabalhos dos peritos.

O kit é composto de máquina fotográfica digital, trena digital, GPS, um netbook, reagentes de drogas e sangue, lupas, material para coleta de impressão digital, luz forense multi-espectral (equipamento capaz de identificar mancha de sangue, pêlos, unhas, fibras e impressões digitais) e material para isolamento de área. O equipamento facilitará a coleta de vestígio em local de crime.

A coletiva será com a Delegada e Diretora do Departamento de Polícia Técnica e Cientifico (DPTC), Lilibeth Cyntia Albuquerque, no dia 16, às 15h, localizada na Delegacia Geral de Polícia Civil, Avenida Pedro Teixeira, 180, bairro Planalto.

Original em: http://www.d24am.com/

GD Star Rating
loading...

Equipamentos de última geração reforçam trabalho pericial no Estado

Os trabalhos de perícia médica e criminal feitos pelo Estado ganharam uma importante contribuição. Na tarde desta terça-feira, 15, o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves recebeu 60 maletas de perícias para local de crime, equipamento de última geração usado em processos investigativos. Com essa aquisição, pleiteada e obtida junto à Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), a Secretaria de Estado de Segurança Pública (Segup) busca assegurar melhores condições de trabalho para os profissionais da área e tornar mais eficiente o serviço pericial no Pará.

 

Os novos kits vão melhorar as condições de trabalho dos profissionais da área e tornar mais eficiente o serviço pericial no Pará
Os novos kits vão melhorar as condições de trabalho dos profissionais da área e tornar mais eficiente o serviço pericial no Pará

Os kits são equipados com lanternas de luz forense (utilizadas para detectar fluídos), componentes e reagentes químicos, materiais para coleta de vestígios, câmera digital, laptops com programas específicos para local de crime, GPS e itens de proteção individual, entre outros. “São equipamentos de ponta, que vão ajudar na otimização do processo investigativo em todo o Estado”, explicou o diretor geral do CPC Renato Chaves, Orlando Salgado Gouvêa, durante coletiva à imprensa para apresentação dos kits, no prédio do Centro.

As maletas serão utilizadas por peritos de local de crime e de engenharia legal do Instituto de Criminalística em casos de crime contra a vida e patrimônio. Os kits serão distribuídos entre o CPC Renato Chaves em Belém, as Unidades Regionais de Castanhal, Marabá, Santarém e Altamira e os Postos Avançados em Parauapebas, Bragança e Abaetetuba. O diretor Orlando Salgado informou que os peritos receberão treinamento específico para utilização do material. “A previsão é de que até março já estejamos trabalhando com essas maletas”, disse.

Os kits são equipados com lanternas que detectam fluídos, reagentes químicos, materiais para coleta de vestígios e câmera digital, entre outros itens
Os kits são equipados com lanternas que detectam fluídos, reagentes químicos, materiais para coleta de vestígios e câmera digital, entre outros itens

Missão – O Centro de Perícias Científicas Renato Chaves é o órgão responsável pela perícia oficial no estado e é também exemplo único no Brasil uma autarquia com autonomia da perícia oficial. No restante do país, esse serviço está vinculado à Polícia Civil. Criado pela Lei Nº 6.282, de janeiro de 2000, o CPC tem a missão de prestar assistência aos usuários do Sistema de Segurança Pública, Ministério Público, Poder Judiciário e sociedade em geral.

O Renato Chaves é dotado de autonomia administrativa, financeira, patrimonial e técnica, reunindo as atividades de Instituto Médico Legal e de Criminalística, vinculado à Secretaria de Segurança Pública do Estado. Atualmente, existem 253 peritos criminais e 73 médicos legistas em todo o Pará.

Da Redação
Agência Pará

Manuela Viana – Secom

Original em: http://www.agenciapara.com.br/

GD Star Rating
loading...