Aliança: GOE vistoria cativeiro onde empresário foi mantido

Os policiais do Grupo de Operações Especial (GOE) voltaram nesta sexta-feira (18) ao local utilizado para o cativeiro do empresário Ivan Costa Melo Filho, de 33 anos, em um canavial na zona rural de Aliança, Mata Norte do estado. O delegado Cláudio Castro estava acompanhado de um perito criminal e outros sete policiais. Eles foram ao local, de difícil acesso, durante o dia em busca de vestígios para identificar mais suspeitos de envolvimento com o crime. Até agora, um adolescente foi apreendido e a polícia ainda identificou a participação de dois presidiários. No entanto, não há muitas esperanças em conseguir informações, como impressões digitais, nos objetos recolhidos. A vítima não compareceu a esta vistoria do cativeiro.

Ivan foi libertado na noite de ontem (17) após 31 horas de sequestro. Ele foi amarrado, encapuzado e foi achado com os pés descalços e bastante atordoado. O cativeiro foi estourado por volta das 18h. Segundo a polícia, o herdeiro da CM Produtos Metalúrgicos Ltda foi vítima de uma quadrilha especializada em extorsão mediante sequestro comandada por Olívio da Silva Oliveira, 29. O homem é presidiário e teria articulado toda a investida utilizando um celular de dentro da Penitenciária Barreto Campelo, em Itamaracá, onde já cumpre pena pelo mesmo tipo de crime.

O empresário foi arrastado por três homens, enquanto trabalhava, no final da manhã da última quarta-feira, na CM Produtos Metalúrgicos Ltda., localizada na Rua Imperial, região central do Recife. O grupo teria fugido em um carro Gol, de cor prata. Câmeras de segurança da SDS flagraram toda a ação.

O desfecho bem-sucedido do sequestro só foi possível porque os sequestradores marcaram o caminho do cativeiro com pedaços de plástico fazendo uma trilha até a casa. Segundo a polícia, o plano dos criminosos era mudar o local do cativeiro ainda hoje.

Um funcionário da empresa que pertence ao pai da vítima está sendo investigado como suspeito de ter repassado informações sobre a situação financeira da família.

Com infirmações da repórter Adaíra Sene

Original em: http://www.pernambuco.com

Leave a Reply