Governo e legistas debatem solução para o IML

Órgão passa por crise com falta de equipamentos e profissionais

A Secretaria da Segurança Pública e a Associação dos Médicos-Legistas do Paraná vão trabalhar em parceria para solucionar os problemas do Instituto Médico-Legal e do Instituto de Criminalística. O secretário da Segurança, Reinaldo de Almeida César, e a presidente da associação, Maria Letícia Fagundes, discutiram a elaboração de um projeto de lei para valorização dos profissionais que trabalham na área e melhoria da estrutura física dos institutos.

“Temos projeto de recuperação do IML e do Instituto de Criminalística, que já foram órgãos-modelo para o Brasil e, nos últimos anos, passaram por desmantelamento. O resultado é visto agora, com assombro. É esta situação que vamos corrigir”, afirmou o secretário.

A secretaria elegeu como prioridade a melhora da estrutura, conserto e aquisição de equipamentos, reposição de viaturas e valorização de pessoal, nas áreas de medicina legal, perícias e papiloscopia. Para isso, será criado um grupo de trabalho com a participação das associações representativas dos servidores destas áreas.

Para Maria Letícia, o encontro foi o primeiro passo para o estabelecimento de uma relação de diálogo entre os profissionais e o Governo do Estado. “Vamos analisar juntos as soluções para o IML, situação dos funcionários e estrutura das instituições”, declarou. Ela estava acompanhada dos médicos-legistas Paulino Pastre e Brasil Viana Neto.

O processo para a locação de 25 viaturas para transporte de corpos está em andamento e deve ser concluído ainda este mês. Até o começo da semana já haviam sido sepultados 80 corpos que estavam guardados em local inadequado e novos sepultamentos devem ocorrer nas próximas semanas, até que o necrotério volte à normalidade.

Também estão previstas quatro inaugurações até o fim do semestre, nas unidades do IML em União da Vitória, Toledo, Paranavaí e Paranaguá. A contratação de médicos-legistas, motoristas e auxiliares de necropsia já está encaminhada para se encontrar a forma mais rápida, dentro da legislação vigente, para ser feita.

Original em: http://jornale.com.br

17 comments to Governo e legistas debatem solução para o IML

Leave a Reply