Ciclo de Palestras sobre Criminalística e Medicina Legal

PALESTRAS

Programação:
4; 11; 18; 25/5 e 8/6, das 14 às 16h

Palestras expositivas e dialogadas com suporte audiovisual.

Temas
Introdução à Medicina Legal
Tanatologia Forense
Traumatologia Forense
Sexologia Forense
Toxicologia Forense
Psicopatologia Forense
Antropologia Forense
Forense
Leitura de documentos periciais

Palestrante:

Prof. Édson Lúis Baldan – Professor da PUC-SP / Pesquisador-livre do Instituto de Criminologia da Universidade de Cambridge, Inglaterra (2009-2012) / Membro da Sociedade Britânica de Criminologia / Delegado de Polícia Civil do Estado de São Paulo

Local de realização:


Auditório Emérito Paulo de Barros Carvalho (sala 239) – (2º andar Edifício Reitor Bandeira de Mello – prédio novo)

Campus: Campus Perdizes
Público Alvo:
Graduandos de Direito / PUC-SP
Inscrições:
As inscrições devem ser feitas pelo e-mail: criminalisticamedicinalegal@gmail.com

Promoção:
Faculdade de Direito / PUC-SP
Núcleo de Estudos e Discusoes Jurídicas

Prof. Dr. Édson Luís Baldan
Prof. Dr. Fábio Nascimento Ruiz

Original em: http://pos.pucsp.br

GD Star Rating
loading...

Concurso da Polícia Civil no Pará elimina mais de sete mil por falta

40% dos inscritos ao cargo de delegado são de outros estados.
Prova aconteceu neste domingo (5) em seis municípios do Pará.

Provas da primeira fase  do concurso foram aplicadas em Belém, Altamira, Itaituba, Marabá, Redenção e Santarém neste domingo (6). (Foto: Márcio Ferreira / UEPA)

Provas da primeira fase do concurso foram aplicadas em Belém, Altamira, Itaituba, Marabá, Redenção e Santarém neste domingo (5). (Foto: Márcio Ferreira / UEPA)

A Universidade do Estado do Pará (Uepa) aplicou neste domingo (5) a prova objetiva do concurso para os cargos de delegado, escrivão, investigador e papiloscopista da Polícia Civil. Ao todo, são ofertadas 670 vagas. Dos pouco mais de 23,6 mil inscritos, 7.560 já foram eliminados por falta, dos quais 3.922 concorriam aos cargos de investigador, escrivão ou papiloscopista e os demais 3.638 faltosos são relativos ao cargo de delegado.

Pela manhã, foram aplicadas as provas para os cargos de escrivão, investigador e papilocopista, que exigem formação de nível superior em qualquer área. À tarde, a prova foi destinada ao cargo de delegado, cujo requisito para participação é formação superior em direito. Cerca de 40% dos inscritos ao cargo de delegado são de outros Estados da Federação, principalmente, Maranhão, Tocantins e Goiás.

Os candidatos tiveram quatro horas para responder a 50 questões objetivas de português, noções de informática e conhecimentos específicos do cargo desejado. Pela parte da tarde, a quantidade de questões era a mesma, mas os candidatos a delegados tiveram que responder ainda na parte de conhecimentos básicos a questões sobre atualidades.

Tranquilidade
De acordo com a organização do concurso, as provas foram tranquilas em Belém e nos outros cinco municípios paraenses onde foram aplicadas as provas da primeira fase: Altamira,Itaituba, Marabá, Redenção e Santarém.

O delegado geral da Polícia Civil, Rilmar Firmino, informou que não foram registradas ocorrências no certame.“Estamos acompanhando tudo de perto e está saindo tudo como o planejado”, avaliou.

Classificação
Será considerado classificado na prova objetiva e apto para a fase seguinte o candidato ao cargo de investigador que estiver entre as 750 melhores pontuações. O mesmo vale para escrivão. Para papiloscopista, será classificado o candidato que estiver entre as 60 melhores pontuações. Já para o cargo de delegado, serão classificados os candidatos com as 450 melhores pontuações.

Entre as pessoas com deficiência, serão classificados os candidatos que estiverem entre as 39 melhores pontuações aos cargos de investigador e escrivão; três melhores ao cargo de papiloscopista; e 24 melhores para delegado. Em todos os cargos e situações, serão respeitados os empates de quem tiver nota idêntica na última colocação e não obtiver nota inferior a 7 na pontuação total da prova objetiva.

Na primeira etapa do concurso, os candidatos passarão ainda por prova de capacitação física, exames médicos e psicológico, teste oral e de investigação criminal e social. Todas têm caráter eliminatório. A segunda etapa corresponde ao curso técnico profissional, de caráter eliminatório e classificatório, de responsabilidade da Polícia Civil, a ser ministrado pela Academia de Polícia Civil/ Instituto de Ensino de Segurança Pública (Iesp), em Marituba, região metropolitana de Belém.

Vagas
Das 670 vagas ofertadas pela Polícia Civil, 150 são para delegado, 250 para investigador, 250 para escrivão e 20 papiloscopista. O cargo de delegado prevê remuneração inicial, incluindo as gratificações, de R$ 7.695,02. Para os demais cargos, o salário inicial é de R$ 3.098,79, com as gratificações.

A previsão do delegado geral é que, até o fim do ano, o processo de formação destes novos policiais já esteja concluído. “Estamos trabalhando para que, até o fim do ano que vem, todos os municípios já estejam com delegacias montadas, com os delegados atuando e toda a equipe de trabalho”, afirmou Rilmar Firmino.

Original em: http://g1.globo.com

GD Star Rating
loading...

Peritos garantem autenticidade de foto premiada pela World Press Photo

Às acusações de falsidade da fotografia vencedora do concurso da World Press Photo deste ano, a organização responde esta quinta-feira garantindo que não houve nem manipulação nem edição excessiva com o objetivo de subverter a fotografia original. Garantindo a sua autenticidade, a Fundação promotora do concurso garante também a justeza da vitória.

Peritos garantem autenticidade de foto premiada pela World Press Photo

Paul Hansen

A resposta surge na sequência de análises feitas por peritos em análises científicas à fotografia “enterro em Gaza” tirada pelo fotógrafo Paul Hansen e requeridas pela Fundação World Press Photo após o desencadear da polémica pelo Blogue “Extreme Tech” que afirmava ser esta o resultado da foto-composição com origem em três fotografias diferentes.

“Revimos o arquivo RAW original, fornecido pela World Press Photo e a imagem resultante em JPEG. É evidente que a imagem foi retocada no que diz respeito à tonalidade e à cor de determinadas zonas e no seu conjunto. Para além disso, no entanto, não encontrámos nenhuma prova de que se tenha realizado uma manipulação relevante da imagem ou uma composição”, lê-se no relatório final apresentado pelo grupo de peritos consultados pela Fundação World Press Photo.

“Acrescenta-se que a análise sobre a pretendida manipulação fotográfica [que originou esta investigação] é muitíssimo deficiente”, acusam os peritos.

Eduard de Kam é um perito de fotografia digital e pertence aos quadros do Instituto Holandês da Fotografia Digital” (NIDF). Foi um dos vários peritos convocados para se pronunciar sobre a validade, ou não, da fotografia que ganhou o prémio da renomada Fundação.

Kam explicou a sua opinião enquanto perito. “Quando comparo o arquivo RAW (entregue pelo fotógrafo – Raw, ou formato cru, é uma denominação genérica de formatos de arquivos de imagens digitais que contém a totalidade dos dados da imagem tal como captada pelo sensor da câmera fotográfica) com a versão vencedora, pude ver, efetivamente que houve muita pós-produção, no sentido de que algumas áreas da fotografia foram aclaradas e outras obscurecidas. Mas, no que toca à posição de cada pixel, todos eles estavam exatamente no mesmo lugar no arquivo JPEG (imagem vencedora) e no arquivo RAW. Portanto, descarto qualquer possibilidade de que se trate de uma imagem composta”, afirmou perentoriamente o perito.

O resultado desta peritagem pedida pela Fundação veio permitir aos organizadores do célebre concurso desmentirem a tese que se foi formando nos últimos dias de que se estaria perante uma fotografia resultante de fotocomposição com base em três fotografias independentes.

O fotógrafo alvo da acusação, Paul Hansen, já negara perentoriamente ter manipulado a fotografia ou mesmo falsificado a mesma. No que toda aos retoques de tonalidade e cor, Hansen, não os rejeita, antes os explica. “Ao corrigir as tonalidades e o equilíbrio irregular das luzes da ruela processei o arquivo RAW com uma densidade diferente para aproveitar a luz natural em lugar de sobre-expor ou sub-expor (aumentar ou diminuir a luz de uma zona), com a finalidade de recrear o que vi e obter um leque dinâmico de tonalidades más amplo. É simplesmente o mesmo arquivo editado sobre si mesmo”, explicou o fotógrafo reagindo à acusação do blogue “Extreme Tech”.

A justificação de Hansen é agora corroborada por um grupo de conceituados peritos em fotografia digital que confirmam as suas alegações e a autenticidade da fotografia que reputam sem manipulações ou fotocomposições. O que foi feito, retoque da tonalidade e luz, é prática habitual entre fotógrafos profissionais nomeadamente quando se enviam fotografias para concursos.

A fotografia em questão, eleita a fotografia do ano pela World Press Photo, retrata dois palestinianos acompanhados por um mar de gente numa rua de Gaza transportando nos braços os cadáveres de duas crianças envoltas em lençóis brancos em direção à mesquita. Mais atrás ia o cadáver do pai das crianças envolto numa mortalha branca e numa maca carregada por alguns compatriotas.

Os miúdos, de nome Suhaib Hijzi e o seu irmão Mohamed respetivamente com dois e três anos morreram vítimas do bombardeamento israelita que destruiu a sua casa.

Original em: http://www.rtp.pt

GD Star Rating
loading...

Polícia Civil/SP: 130 mil concorrem a 113 vagas de auxiliar de papiloscopista

O salário é de R$ 2.278,05. A prova será aplicada no dia 2 de junho.

O concurso da Polícia Civil do Estado de São Paulo recebeu 130.179 inscrições para 113 vagas para auxiliar de papiloscopista policial – 6 vagas são reservadas aos candidatos portadores de necessidades especiais. O salário é de R$ 2.278,05 – veja as estatísticas de inscritos.

O concurso terá prova preambular, com 80 questões de língua portuguesa, noções de direito, noções de criminologia, noções de lógica e noções de informática. A prova será aplicada no dia 2 de junho, com duração de 4 horas, nas cidades de Bauru, Campinas, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Santos, São José do Rio Preto, São José dos Campos, São Paulo e Sorocaba. Os locais de provas não foram divulgados.

Haverá ainda prova de aptidão psicológica, prova de aptidão física, e comprovação de idoneidade e conduta escorreita, mediante investigação social. As provas de aptidão psicológica e de aptidão física serão aplicadas apenas na cidade de São Paulo.

O candidato deve ter nível fundamental, ser habilitado para a condução de veículos automotores e ter conhecimento prático em digitação.

Fonte: G1

Original em: http://blog.euvoupassar.com.br

GD Star Rating
loading...

INSS contrata mais 34 médicos peritos para reforçar o atendimento em Rondônia

INSS contrata mais 34 médicos peritos para reforçar o atendimento em RondôniaEDITAL Nº. 001/2013

Com esse reforço estima-se um prazo de quatro meses para a agenda da perícia médica se normalizar em Rondônia

O superintendente Regional do INSS para as Regiões Norte/ Centro-Oeste, André Paulo Felix Fidelis, anunciou em Porto Velho, na sexta-feira (17), a destinação de 34 peritos médicos para o atendimento em Rondônia. O número representa um acréscimo de 162% no número de profissionais que trabalham atualmente nas Agências da Previdência Social (APS) do estado.

A medida busca sanar os problemas enfrentados pelo INSS em Rondônia, em virtude da aposentadoria de grande número de peritos médicos e do pedido de demissão de outros profissionais. O atual efetivo de peritos médicos do estado, composto de 21 profissionais, é capaz de realizar em média 3.100 perícias por mês. No entanto, a demanda estimada supera os 4,5 mil atendimentos e há mais ou menos 13 mil requerimentos em espera.

Além disso, a disponibilidade de peritos está concentrada na capital. Com isso, o INSS de Rondônia possui, no interior do estado, nove agências sem peritos médicos para atender à população. Mesmo com a oferta de vagas, o Instituto tem dificuldade de obter candidatos para essas localidades.

André Fidelis explicou que, das 34 vagas de médicos peritos, 12 serão nomeados definitivamente, na condição de servidores efetivos, oriundos do último concurso público ainda em vigor. Outros 22 profissionais serão credenciados e trabalharão de forma temporária e emergencial, até que se realize um novo concurso público para o preenchimento de mais vagas efetivas.

Segundo o superintendente, quando esses profissionais estiverem plenamente aptos, após terem passado por capacitações e se adaptado aos sistemas utilizados no INSS, eles poderão chegar a uma produtividade estimada em 11.200 perícias médicas por mês.

Além disso, segundo o superintendente, o INSS vai continuar deslocando peritos médicos para Rondônia, vindos de outras 16 Gerências-Executivas que compõem a Superintendência Regional Norte/ Centro-Oeste (SR-V). O empréstimo de profissionais de outros estados para Rondônia já está sendo feito, de forma alternada, há quatro meses. Nesse período, os médicos emprestados realizaram 1.300 perícias médicas.

A gerente-executiva do INSS em Porto Velho (RO), Márcia Cristina Pinto, disse que a destinação desses médicos peritos para Rondônia vai representar um grande alívio para a condução dos trabalhos no estado. Porém é preciso manter a tranqüilidade. Márcia explicou que o primeiro esforço será no sentido de preencher todas as vagas, pois existe a dificuldade de se conseguir profissionais, especialmente para o interior do Estado.

A gerente acredita que, vencida essa primeira etapa, e tendo o INSS conseguido preencher todas as vagas, o atendimento voltará aos patamares desejáveis, de 15 a 20 dias de espera, nos próximos quatro meses. “Considerando a capacidade operacional atual e as atividades obrigatórias da área de perícia médica, seria necessário em torno de quatro meses para ajustar a demanda com a capacidade de atendimento, desde que, todos os 22 credenciados iniciem atividade no mesmo tempo e mesmo ritmo” finalizou.

Fonte: www.previdencia.gov.br

Original em: http://www.pciconcursos.com.br

GD Star Rating
loading...

Exército e Polícia Federal abrem concurso para 701 vagas

A Polícia Federal e o Exército recebem inscrições até o começo de junho para concursos públicos.

As 600 oportunidades da Polícia Federal para cargos de delegado, escrivão ou perito, oferecem salários de até R$ 14.037,11, de acordo com informações dos editais.

O concurso para o cargo de delegado da Polícia Federal exige diploma de conclusão de curso superior em Direito. São 150 vagas, com jornada de trabalho de 40 horas semanais e salário de R$ 14.037,11.

O concurso de perito criminal federal exige diploma de curso superior nas áreas de Ciências Contábeis ou Ciências Econômicas; Engenharias Elétrica, da Computação, de Redes de Comunicação, Agronômica, Química, Química Industrial, Civil ou Florestal; Ciências da Computação, Informática, Análise de Sistemas, Geologia, Biomedicina ou Ciências Biológicas, Medicina, Odontologia e Farmácia. As 100 vagas são distribuídas em 13 cargos diferentes.

A jornada de trabalho do perito criminal é de 40 horas semanais e o salário é de R$ 14.037,11.

Para escrivão da polícia federal é exigido diploma de formação superior em qualquer área. São 350 vagas com salário de R$ 7.514,33 e a jornada de trabalho é de 40 horas semanais.

As inscrições devem ser feitas até o 3 de junho por meio do site do Cespe.

Já o Ministério da Defesa tem 101 vagas abertas para professores de colégio militar, com salários base de R$ 3.594,57.

O concurso para professores de colégio militar exige que os candidatos tenham formação superior nas áreas de Ciências Físicas e Biológicas, Educação Artística, Física, Matemática, Português, Química, Espanhol, Inglês, Educação Física, Espanhol e Informática.

O salário base é de R$ 3.594,57, mais gratificação por titulação, sendo R$ 272,46 para graduação e aperfeiçoamento, R$ 496,08 para especialização, R$ 1.871,98 para mestrado e R$ 4.455,20 para doutorado. Ainda haverá auxílio alimentação de R$ 373,00 para todos os cargos.

As vagas são para os colégios militar de Belo Horizonte (CMBH), de Brasília (CMB), de Campo Grande (CMCG), de Curitiba (CMC), de Fortaleza (CMF), de Juiz de Fora (CMJF), de Manaus (CMM), de Porto Alegre (CMPA), de Recife (CMR), do Rio de Janeiro (CMRJ), de Salvador (CMS) e de Santa Maria (CMSM).

As inscrições devem ser feitas nos locais disponíveis no edital do Decex até às 16h do dia 17 de junho. A taxa de inscrição é de R$ 95.

Original em: http://www.odebate.com.br

GD Star Rating
loading...

Aumenta procura dos preparatórios de concursos para carreira policial

A reabertura do edital do concurso para os cargos de Escrivão, Delegado e Perito da Polícia Federal, bem como a autorização dos concursos da PRF e Polícia Militar do Piauí, estão atraindo muitos concurseiros interessados nos bons salários oferecidos na área de carreira policial. Prova disso é a busca pelos cursos preparatórios.

http://blog.euvoupassar.com.br/wp-content/uploads/2013/04/Piau%C3%AD-ter%C3%A1-concurso-para-400-vagas-na-Pol%C3%ADcia-Militar-600x260.jpg

No CEV, as turmas de concursos para PF, PRF e PM-PI foram abertas este mês e algumas já se encontram com vagas esgotadas. As matrículas ainda podem ser feitas nos extensivos do Módulo I para a PF/PRF, na turma específica de questões para PF-Escrivão e no preparatório para o concurso da Polícia Militar.

A grande procura por preparatórios de qualidade se justifica pela concorrência e pelos altos salários. Para a Polícia Federal, a remuneração inicial pode chegar até a R$ 14.410,11. No concurso da PRF, a previsão é de que os salários sejam maiores que R$ 6 mil.

No Piauí, o governador Wilson Martins anunciou a autorização do concurso para a Polícia Militar no dia 21 de abril. O edital ainda não foi lançado, mas a previsão é de que sejam ofertadas 400 vagas.

Original em: http://www.portalaz.com.br

GD Star Rating
loading...

16 concursos públicos pagam salários de até R$ 22,8 mil

Destaque para o concurso da Polícia Federal que vai selecionar 100 peritos, 150 delegados e 350 escrivães.

As inscrições vão até o próximo dia 3 de junho

São Paulo – Para quem quer seguir carreira pública, veja os concursos públicos com inscrições abertas. As oportunidades profissionais estão espalhadas por todas as regiões do país.

Brasão da Polícia Federal

Salário de perito e delegado da Polícia Federal é de mais de 14 mil reais

Polícia Federal 

São 100 oportunidades para perito criminal federal, 150 para delegado e 350 para escrivão. As vagas são para os estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia e Roraima e em unidades de fronteira. Nos novos editais está prevista a reserva de 5% das vagas (18 para escrivão, 8 para delegado e 8 para perito) para candidatos com deficiência, atendendo à determinação do Superior Tribunal de Justiça (STJ).

Para se candidatar a uma das oportunidades para perito é preciso ter curso superior em ciências contábeis ou ciências econômicas; engenharia elétrica, engenharia eletrônica; ciências da computação, informática, análise de sistemas, engenharia da computação ou engenharia de redes de comunicação; engenharia agronômica; geologia; engenharia química, química industrial ou química; engenharia civil; biomedicina ou ciências biológicas; engenharia florestal; medicina; odontologia; farmácia e engenharia elétrica. Carteira nacional de habilitação de categoria, no mínimo, B também é requisito.

Interessados em disputar uma vaga de delegado federal devem ter nível superior em direito e carteira nacional de habilitação de categoria, no mínimo, B. Já para as oportunidades para o cargo de escrivão, os candidatos devem ter diploma de conclusão de curso superior em nível de graduação em qualquer área e carteira nacional de habilitação de categoria, no mínimo, B.

Salários:  7.51433 reais ( escrivão) e  14.037,11 reais (delegado e perito)

Inscrições: Para perito: até dia 3 de junho pelo site da Cespe. Para delegado: até 3 de junho pelo site da Cespe . Para escrivão: até o dia 3 de junho também pelo site da Cespe

Exército 

São 101 oportunidades para professores nas disciplinas de ciências físicas e biológicas, educação artística, física, matemática, português, química, espanhol, inglês, educação física, espanhol e informática. As vagas são para os colégios: Colégio Militar de Belo Horizonte (CMBH), Colégio Militar de Brasília (CMB), Colégio Militar de Campo Grande (CMCG), Colégio Miliar de Curitiba (CMC), Colégio Militar de Fortaleza (CMF), Colégio Militar de Juiz de Fora (CMJF), Colégio Militar de Manaus (CMM), Colégio Militar de Porto Alegre (CMPA), Colégio Militar de Recife (CMR), Colégio Militar do Rio de Janeiro (CMRJ), Colégio Militar de Salvador (CMS) e Colégio Militar de Santa Maria (CMSM).

Salário: até 8.422,77 reais
Inscrições: até 17 de junho pelo site Decex Ensino, ou presencialmente, nos colégios.

Sul e Sudeste

ES Ministério Público do Espírito Santo
São 5 oportunidades para promotor de Justiça substituto. Para participar é preciso ser bacharel em Direito e ter 3 anos de prática jurídica comprovada.

Salário: 22.854,46 reais
Inscrições: até 24 de maio pelo site da Vunesp.

SP Tribunal de Justiça de São Paulo
O tribunal vai selecionar 4 contadores judiciários. Para participar do concurso é preciso ter concluído, até a data da posse, nível superior em ciências contábeis. Registro no Conselho Regional de Contabilidade também é um requisito para participar.

Salário: 5.315,58 reais
Inscrições: até 24 de maio pelo site da Vunesp

SP Prefeitura de Taboão da Serra 
São 119 vagas e formação de cadastro de reserva para médicos. Há oportunidades para médicos nas especialidades de cirurgia vascular, clínica geral, endocrinologia, generalista da família, ginecologia/ obstetrícia, neuroclínica, oftalmologia, pediatria, pneumologia adulta e infantil e psiquiatria.

Salários: 10.000 reais
Inscrições: até 31 de maio pelo site do Zambini

Original em: http://exame.abril.com.br

GD Star Rating
loading...

Polícia Federal reabre concurso com 600 vagas e salários de até R$ 14 mil

SÃO PAULO – O Departamento da Polícia Federal divulgou a reabertura das inscrições dos concursos públicos para os cargos de Escrivão, Delegado e Perito Criminal. São 600 vagas com salários que variam entre R$ 7,5 mil e R$ 14 mil.

Todos os cargos exigem curso de nível superior, carteira nacional de habilitação de, no mínimo, categoria “B” e são para 40 horas semanais nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Rondônia, Roraima e unidades de fronteira.

O cargo de Escrivão oferece 350 oportunidades, sendo 18 reservadas para candidatos com deficiência, e requer graduação em curso de nível superior em qualquer área. O cargo oferece remuneração de R$ 7.514,33.

Já para o cargo de Delegado, o concurso selecionará 150 profissionais, dos quais oito serão candidatos com deficiência. Para se candidatar às vagas é preciso ter diploma de graduação em Direito. O cargo oferece salário de R$ 14.037,11.

O último cargo é Perito Criminal, com 100 vagas, sendo oito são reservadas a candidatos com deficiência. As oportunidades são distribuídas em 13 áreas. A remuneração do cargo é de R$ 14.037,11.

Seleção A primeira fase dos concursos será composta de provas objetiva e discursiva, exame de aptidão física, exame médico e avaliação psicológica para todos os cargos. Para Perito Criminal e Delegado, haverá uma avaliação de títulos, enquanto que para Escrivão, terá também uma prova de digitação. Para o cargo de Delegado haverá, ainda, uma prova oral.

A segunda etapa consistirá em um Curso de Formação Profissional, a ser realizado no Distrito Federal. As provas objetivas e discursivas para todas as oportunidades estão previstas para ocorrer no dia 21 de julho, nos turnos da manhã e da tarde.

Inscrições As inscrições estarão abertas entre os dias 17 de maio e 3 de junho. Para se inscrever ao cargo de Escrivão, é preciso se candidatar no site da Cespe/UnB, que organiza o concurso, através do endereço: www.cespe.unb.br/concursos/dpf_12_escrivao, com taxa de R$ 125.

Já para o cargo de Perito Criminal e de Delegado, as taxas são de R$ 150 e as inscrições podem ser feitas nos endereços: www.cespe.unb.br/concursos/dpf_12_delegado e www.cespe.unb.br/concursos/dpf_12_perito.

Os candidatos que já a efetuaram e que desejarem alterar a cidade de realização da prova ou a concorrência como candidato com deficiência deverão fazê-lo no mesmo período, pelo site do Cespe/UnB. Aqueles que ainda não realizaram o pagamento da taxa têm até o dia 18 de junho para concluí-la.

Original em: http://br.noticias.yahoo.com

GD Star Rating
loading...