SSP realiza concurso para áreas periciais em Sergipe

São 18 vagas para nível médio e 16 para capacitação no ensino superior.
Os cargos são para perito, papiloscopista e técnico em necropsia.

IML SergipeEstão abertas até o dia 11 de maio as inscrições para o concurso para preenchimento das vagas em áreas periciais da Secretaria de Estado de Segurança Pública de Sergipe (SSP). Estão sendo ofertadas para o nível médio oito vagas para agente técnico em necropsia, 10 para papiloscopista. Já para o superior, são 16 vagas em perito criminalístico em diversas áreas de formação. Há, inclusive, vagas para pessoas com deficiência.
Os candidatos podem se inscrever no site da Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab) ou presencialmente na Av. Desembargador Maynard, 284, Sala 01 no bairro Cirurgia em Aracaju. O local funciona de segunda-feira à sexta-feira, das 9h às 12h e de 13h às 17h. A taxa de inscrição custa R$ 60 (médio) e RE 82 (superior).

A seleção para o nível médio será feita em duas etapas, sendo a prova escrita e o curso de formação com carga horária de 240 horas. Já para o nível superior será também com prova objetiva, análise de títulos e curso de formação realizado pela Academia de Polícia Civil (Acadepol). Mais informações através do telefone (79) 3028-9220.

Original em: http://g1.globo.com

GD Star Rating
loading...

Santos recebe quatro peritos criminais aprovados em concurso

Santos receberá quatro peritos criminais para atuar em unidades do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Técnico-Científica. A contratação faz parte do programa São Paulo Contra o Crime, lançado em maio do ano passado pelo governador Geraldo Alckmin.

No total, serão destinados ao Estado mais de 76 peritos. Desse total, 12 vão ser encaminhados à Capital e mais 12 para a Região Metropolitana de São Paulo. Os outros 52 atuarão em núcleos de perícias criminalísticas de 11 regiões do interior: Araçatuba (6), Araraquara (3), Bauru (4), Campinas (10), Marília (4), Presidente Prudente (6), Ribeirão Preto (2), São José dos Campos (6), São José do Rio Preto (4), Santos (4) e Sorocaba (3).

Os 76 peritos criminais, aprovados em concurso público, passaram por três meses de curso de formação na Academia de Polícia Civil Dr. Coriolano Nogueira Cobra (Acadepol).

O perito criminal realiza levantamentos em locais de crime, pesquisas e variados tipos de exames. Os laudos produzidos pelo profissional fornecem elementos e provas técnicas e científicas a inquéritos policiais, ajudando no esclarecimento de crimes.

Original em: http://www.atribuna.com.br

GD Star Rating
loading...

Falha humana e excesso de velocidade motivaram acidente na BR-369, em Bandeirantes

g_acidente-onibus-br-3693

O Instituto de Criminalística de Londrina concluiu que o acidente com oito mortes envolvendo um ônibus de turismo na BR-369, em Bandeirantes (108 km de Londrina), foi provocado por excesso de velocidade e também por falha humana. Na madrugada de 21 de abril, o motorista perdeu o controle da direção e o veículo tombou na pista em um trecho de curva. Outras 25 pessoas ficaram feridas.

O perito Luciano Bucharles explicou na tarde desta segunda-feira (28) que após análise do tacógrafo, dispositivo empregado no veículo para monitorar o tempo de uso, a distância percorrida e a velocidade empregada,foi constatado que o ônibus da empresa Giltur Turismo estava a 98 quilômetros por hora no momento do acidente.

“O limite no trecho é de 60 km/h. O veículo estava bem acima do permitido”, apontou. Além disso, também foi concluído que nas últimas horas do desenvolvimento do ônibus “o motorista empregou dezenas de vezes velocidade acima de 100 km/h, em um dos momentos chegando próximo a 120 km/h”, disse Bucharles.

Para ônibus, o máximo permitido em rodovias estaduais é de 90km/h, variando os limites em estradas federais. O perito avaliou que o tacógrafo pode ter registrado menor velocidade da real aplicada pelo motorista. Fatores como defeitos e também desgaste das peças do dispositivo influenciam na mensuração de valores.

“É como se fosse aquele caso clássico de morador que reclama quando a Sanepar troca o medidor de água. Muitas vezes tem gente que diz que passou a gastar mais, mas na verdade é porque tinha problema no equipamento e não estava sendo computado o dado correto”, comparou.

A vistoria no veículo não apresentou falhas nos sistemas de freios, motor e de injeção. A delegacia de Bandeirantes colhe depoimentos e deve concluir o inquérito com até o início do próximo mês. O motorista do ônibus da Giltur Turismo pode ser indiciado por homicídio doloso, quando há a intenção de matar. A reportagem de odiario.com tentou contato com o delegado Michel Araújo, mas ele não atendeu as ligações.

Original em: http://londrina.odiario.com

GD Star Rating
loading...