Polícia Científica descobre fraude em veículos oficiais recebidos pelo Estado

Peritos oficiais da Polícia Científica constataram, por meio de exames físico/químicos, que três camionetes novas, doadas pelo Governo Federal à Secretaria de Estado da Saúde, para o combate à dengue no Tocantins, já haviam sido registradas no Departamento Estadual de Trânsito de Mato Groso e Pernambuco, antes mesmo de serem emplacadas no Tocantins. A perícia foi requisitada pelo próprio Secretário da Saúde, Samuel Bonilha, que se surpreendeu com a inusitada situação, haja vista que trata-se de veículos novos.

De acordo com o diretor da Polícia Científica do Estado, Gilvan Nolêto, durante o procedimento de emplacamento das camionetes no Detran do Tocantins, surgiu a dúvida sobre irregularidades. Logo, as camionetes da marca Mitsubishi, modelo Triton L200, fabricadas em 2013, foram encaminhadas ao Instituto de Criminalística (IC) para serem submetidas a perícias.

“Não havia qualquer adulteração na numeração de chassi, vidros, motor ou qualquer outro agregado, das camionetes”, afirma o gerente do Instituto de Criminalística, Zilmondes Ferreira Feitosa, que é especializado na área de identificação veicular, e acompanhou pessoalmente os trabalhos realizados junto aos demais peritos.

A comprovação de que se tratava de clonagem só foi possível, após a realização de uma inspeção em Sistemas de Segurança, quando, então, os peritos oficiais descobriram, nos Estados de Mato Grosso e Pernambuco, três outras camionetes idênticas. Essas, sim, haviam sido roubadas, e clonadas, e receberam documentação como se fossem as camionetes destinadas à Secretaria da Saúde do Tocantins.

Uma investigação foi aberta para apurar as responsabilidades e descobrir de que maneira os três veículos foram clonados antes da entrega ao Governo do Estado, já que, conforme os laudos do Instituto de Criminalística do Tocantins, os mesmos são novos e originais.

Para Feitosa, existe a suspeita de que uma grande quadrilha especializada em clonagem de veículos e, que age em todo o Brasil, seja a responsável pelo crime. A Polícia Científica já solicitou às polícias civis de Pernambuco e Mato Grosso que localizem e apreendam as camionetes roubadas e que estão circulando ilegalmente, uma vez que estão utilizando dados dos veículos que estão no Tocantins, a fim de submetê-las à perícia oficial e devolvê-las aos seus legítimos proprietários.

Para o diretor de Polícia Científica, Gilvan Nolêto, “se até veículos oficiais estão sujeitos a clonagem, o fato demonstra que o combate a essas irregularidades carece de melhor aperfeiçoamento, quem sabe, até mesmo uma melhor fiscalização dentro das próprias fábricas”, sugere.

Original em: http://surgiu.com.br/

GD Star Rating
loading...

Concurso Polícia Civil do Amazonas 2015 – Edital deve sair em Breve

Polícia Civil do Estado do Amazonas deverá realizar Novo Concurso em 2015. Certame deve oferecer 548 vagas de nível superior.

A Polícia Civil do Estado do Amazonas deve lançar nos próximos meses um edital de concurso público. A previsão da divulgação deste edital foi feita pelo delegado geral da Polícia Civil, Orlando Amaral, que em sua declaração informou ainda que os cargos e números de vagas ainda não foram definidos.

Este concurso público já havia sido anunciado pelo Governo do Amazonas em junho do ano passado. Porém, naquela oportunidade não foi divulgada uma data específica para a realização do certame. Além disso, o Governo informou que seriam abertas 548 vagas de nível superior, com 340 vagas para investigador, 129 vagas para escrivão, 40 vagas para perito e 39 vagas para delegado de polícia. Vale frisar que este número de vagas poderá sofrer alterações.

Orlando Amaral divulgou que uma comissão interna já foi nomeada para organizar este concurso. Esta comissão será responsável fazer um levantamento que norteará o número de vagas e cargos que serão ofertados.

O principal objetivo da Polícia Civil com este concurso é reforçar o seu quadro de servidores para o ano de 2016. Os aprovados no certame deverão dar apoio tanto para as delegacias do capital como também as do interior do estado.

Quando assumiu o comando da Polícia Civil do Amazonas, Orlando Amaral iniciou uma série de mudanças nas Delegacias Especializadas da Capital e também nos Distritos Integrados de Polícia. Entre as mudanças feitas pelo delegado geral estava o remanejamento de delegados titulares. De acordo com Orlando Amaral, estas mudanças estão gerando resultados positivos.

Orlando Amaral ainda planeja executar mais melhorias na estrutura física e operacional da Polícia Civil em Manaus e também no Interior do Estado. Segundo ele, o Departamento de Polícia já iniciou um levantamento para saber a situação de cada distrito do Interior. Após o levantamento, estes dados serão entregues ao delegado geral da Polícia Civil, que depois deverá encaminha-lo para o Governador do Estado. Orlando Amaral informou que sabe da grande quantidade de prisioneiros nas unidades policiais e do déficit de viaturas na corporação, porém, somente com o levantamento poderá ter certeza dos investimentos que serão necessários para melhorar a estrutura da Polícia Civil do Amazonas.

Original em: http://www.concursosatuais.com/

GD Star Rating
loading...

Cargos de concurso da Polícia Civil/SP têm salários reajustados

Estado de São Paulo – Boa notícia para quem pretende ingressar no quadro de servidores da Polícia Civil do Estado de São Paulo (PC/SP). A corporação contou, recentemente, com melhorias salariais para os cargos de investigador, escrivão de polícia e delegado, bem como aumento no adicional de insalubridade para todas as carrreiras.

Para iniciar seus novos concursos, a corporação aguarda apenas concluir as últimas etapas de alguns certames iniciados em 2014, bem como parecer, por parte da Secretaria de Gestão Pública do Estado de São Paulo (SGP/SP), sobre um pedido para o preenchimento de 3.176 oportunidades em 2015.

O pedido está em fase de análise das condições financeiras e orçamentárias, para que, somente então, seja encaminhado para autorização por parte do governador Geraldo Alckmin.

De acordo com o diretor da Divisão de Administração de Pessoal da Polícia Civil/SP, Glaucus Vinicius Silva, o pedido tem como base um levantamento da necessidade de pessoal para todos os cargos, mas ainda pode sofrer alterações até a publicação dos editais, em decorrência dos concursos que ainda estão sendo finalizados.

Do total de vagas solicitadas pela Polícia Civil, 851 são para cargos com exigência de ensino médio e 2.325 para nível superior, com remunerações iniciais, atualizadas de R$ 3.365 a R$ 10.079,28, todos com jornada de 40 horas semanais.

Ensino médio

As oportunidades de ensino médio são para os cargos de agente policial (249 vagas), atendente de necrotério (54), auxiliar de papiloscopista (136), papiloscopista policial (72), agente de telecomunicações (252), auxiliar de necropsia (36), desenhista técnico pericial (11) e fotógrafo técnico pericial (41).

Para os cargos de agente policial, atendente de necrotério e auxiliar de papiloscopista, o inicial é de R$ 3.365, já considerando o valor atualizado de R$ 571,51 no adicional de insalubridade. Já nos casos de papiloscopista, agente de telecomunicações, auxiliar de necropsia, desenhista técnico e fotógrafo, o inicial é de R$ 4.023,29, já com o complemento.

A diferença salarial se refere à lei complementar 1.249, sancionada pelo governador Geraldo Alckmin em 3 de julho de 2014, que altera de ensino fundamental para médio a exigência para os cargos de agente, atendente de necrotério e auxiliar de papiloscopista, sem compatível alteração salarial.

Nível superior

Por fim, para nível superior, as oportunidades são para escrivão de polícia (922), investigador de polícia (985), médico legista (68), perito criminal (129) e delegado de polícia (221). Os iniciais, já com as recentes revisões, passaram a ser de R$ 4.171,49 para investigador e escrivão, R$ 8.538,49 para legista e perito e R$ 10.079,28 para delegado, já com o adicional.

Original em: http://www.regiaonoroeste.com

GD Star Rating
loading...