Polícia Federal terá concurso com 558 vagas e salários de R$17.203

Do total de oportunidades, 491 vagas são para delegado e 67 para perito.

A Polícia Federal (PF) aguarda a autorização do Ministério do Planejamento para a realização do concurso com 558 vagas, sendo 491 para delegado e 67 para perito, ambos de nível superior, com remuneração inicial de R$17.203,85.

De acordo com o Folha Dirigida, a expectativa é que a resposta do ministério seja divulgada em maio.

Para o cargo de delegado, é preciso ter bacharelado em Direito. A função também exige experiência mínima de três anos em atividades jurídicas ou policiais. No caso de perito, a formação necessária irá variar conforme a área de atuação.

Para ambos os cargos, é exigida ainda a carteira de habilitação na categoria B ou superior. As contratações são pelo regime estatutário, que prevê estabilidade e benefícios, como o auxílio-alimentação, de R$373 (já incluído na remuneração informada).

Por: Redação iBahia

Original em: www.correio24horas.com.br/

GD Star Rating
loading...

Defesa Social implanta sistema integrado de registro de ocorrências

Unificação foi garantida com recurso de R$ 2,2 milhões da Secretaria Nacional de Segurança Pública

Foto: Ascom / Sedres-AL

Sistema é um avanço e garante suporte no combate à violência, visando resultados em tempo hábil

A Secretaria da Defesa Social e Ressocialização inova no desenvolvimento e melhoria do sistema de registro de ocorrências e coletas de dados das forças policiais. Com recurso de R$ 2,2 milhões provenientes de convênio com a Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), o sistema começa a ser implantado após seis anos de expectativa.

Essa é a evolução do sistema em funcionamento, o Sisgol, transformado em sistema integrado e unificado 100% web em todo estado, totalmente em sintonia com o que é exigido pela Senasp, acomodando: registro de Boletim de Ocorrência, Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO), inquéritos, atendimento de despacho pelos números 190 (da Polícia Militar) e 193 (do Corpo de Bombeiros), além da integração com a Perícia Oficial com dados do Instituto de Criminalística (IC) e do Instituto Médico Legal (IML), o sistema de Policiamento Comunitário, controle de indenização por apreensão de arma e droga, o Disque-Denúncia, o serviço de inteligência, Estatística e Anállise Criminal, Georeferenciamento de ocorrências e recursos.

Segundo o coordenador setorial de informatização e segurança, Renato Prado, a customização vem de um trabalho da coordenadoria de informática há seis anos e se transforma num sistema completo.

“Todo processo de informação da segurança pública circula fim a fim. Isso significa que dispensa o auxílio de qualquer outro sistema de apoio para a geração de informação. Essa é a verdadeira integração da segurança pública e evoluiu com o convênio pela Senasp”, declara Prado.

Outra conquista é que esse tipo de sistema geralmente depende de aquisições com empresas privadas, mas, por meio desse convênio a Secretaria da Defesa Social conseguiu evoluir o mesmo – já em uso pelo 190 e 193 – e o diferencial é que o domínio e o código-fonte ficaram para o estado sem gerar dependência de empresas privadas. A implantação ainda está em andamento, mas treinamentos já foram feitos com equipes da parte técnica. Outros treinamentos com os multiplicadores estão prestes a ocorrer.

O sistema é um avanço e reforça a importância da harmonia entre os governos estadual e federal dando suporte no combate à violência, visando resultados em tempo mais hábil.

Por: Ascom/Sedres-AL

Original em: http://www.tribunahoje.com/

GD Star Rating
loading...

Concurso da Polícia Civil-AM: edital iminente

Polícia Civil do Estado do Amazonas deverá ter edital de concurso até junho de 2015. A estimativa é de que sejam ofertadas mais de 500 vagas em cargos de nível superior.

De acordo com o delegado-geral da Polícia Civil do Amazonas, Orlando Amaral, o edital de abertura do concurso público previsto no órgão deverá ser finalmente lançado entre maio e junho deste ano. A realização do processo seletivo já havia sido divulgada em junho de 2014, porém as estimativas tiveram atrasos.

Com a nova afirmativa, segundo o governo, o concurso terá 548 vagas de nível superior, com oportunidades para cargos de Investigador (340), Escrivão (129), Perito (40) e Delegado de Polícia (39). Porém, o quantitativo de vagas pode ser alterado, uma vez que depende do lançamento do edital para se confirmar as informações concretas.

Uma comissão interna na PC-AM já foi nomeada e está trabalhando para finalizar o levantamento com a definição do número de cargos e vagas a serem ofertados pelo certame. Segundo Amaral, a prioridade será para os cargos de Investigador e Escrivão, todavia estão estudando a possibilidade de incluir, também, os cargos de Perito e Delegado.

O último concurso realizado pela Polícia Civil-AM aconteceu em 2009 e oportunizou 1.010 vagas com chances paraa candidatos com formação escolar de nível superior, nos cargos de Delegado, Investigador, Escrivão, Perito Criminal, Legista e Odontolegista. Os salários previstos variavam entre R$ 2.514,24 e R$ 6.104,16.

O seletivo, coordenado pelo Centro de Educação Tecnológica do Amazonas, constou de diversas etapas de avaliação, sendo elas: prova objetiva, teste discursivo, exame médico, avaliação de capacidade física, análise de títulos e teste prático de digitação (para Investigador e Escrivão). A prova objetiva foi composta por 90 questões de múltipla escolha, distribuídas entre 45 de conhecimentos básicos e 45 específicas.

Os candidatos aprovados nas fases supracitadas, ainda, passaram por curso de formação profissional, realizado em Manaus/AM. Veja o edital do último concurso.

Prepare-se para o Concurso da Polícia Civil-AM

Mesmo que o edital não tenha saído ainda, o candidato já pode começar seus estudos. Primeiramente, é importante estudar e resolver provas anteriores, tanto as elaboradas pela banca organizadora do último certame (CETAM) quanto dos últimos seletivos do próprio órgão. Depois, o candidato deve aprofundar seus conhecimentos e habildiades em Língua Portuguesa, matéria amplamente exigidas em concursos públicos e a que mais reprova candidatos devido à falta de conhecimentos.

Além da Língua Portuguesa, é importante estar por dentro das informações da atualidade, pois questões nacionais e internacionais dos últimos períodos podem ser solicitadas.

Quando o edital finalmente sair, aí então é momento de aprofundar os conhecimentos de acordo com os conteúdos programáticos estipulados pela banca.

Original em: http://www.acheconcursos.com.br/

GD Star Rating
loading...