Arquivo

novembro 2017
S T Q Q S S D
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Instituto de Perícia abre concurso público com 156 vagas

O Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (ITEP/RN) abriu concurso público com 156 vagas para diversas áreas, sendo 14 reservadas às pessoas com deficiência. Salários variam de R$ 2.807,36 a R$ 7.440. Inscrições vão até o dia 19 de dezembro.

Para concorrer às vagas de agente de necropsia e agente técnico forense, é necessário ter ensino médio completo. Já para as oportunidades de perito criminal nas especialidades de ciências contábeis, ciências biológicas, engenharia civil, ciências da computação, engenharia elétrica, químico, farmácia bioquímica, psicologia, perito médico legista nas funções de médico e médico psiquiatra, é exigido ensino superior.

Segundo o edital, as inscrições devem ser realizadas até o dia 19 de dezembro pelo site do Instituto AOCP. As taxas custam R$ 70 para ensino médio e R$ 110 para nível superior.

Original em: http://www.paraiba.com.br/

GD Star Rating
loading...

O que faz um CSI? Descubra como é a carreira de agente forense do concurso ITEP-RN

Agente forense: de olho em tudo

Resolver mistérios, identificar suspeitos, estar em cenas de crimes e outras atividades relacionadas é o que vem ao imaginário comum quando se fala do trabalho de um perito criminal ou agente forense. Os profissionais desta área, que ficaram conhecidos popularmente como CSI (Crime Scene Investigation, em inglês, e que também faz referência a série americana de mesmo nome), são figuras frequentes na ficção e têm o seu trabalho diário relatado constantemente em séries e filmes.

 Mas será que o que é passado na ficção condiz com a realidade da profissão? Você sabe o que verdadeiramente faz um agente forense? Para responder estes e outros questionamento sobre a carreira, FOLHA DIRIGIDA conversou com a subcoordenadora do Instituto Técnico-Cientifico de Perícia do Rio Grande do Norte, Luciana Lima de Freitas, que também atua como agente forense.

As principais atribuições do cargo

De acordo com a coordenadora, o agente técnico forense pode atuar nos três Institutos, sendo eles o Instituto de Medicina Legal (IML), o Instituto de Criminalista (IC) e o Instituto de Identificação (II). Veja como é o trabalho em cada um deles:
IML:  Neste o profissional pode atuar como auxiliar de médico legista, odontologistas e auxiliar dos peritos no laboratório, nas atividades relacionadas à análises periciais e exames diversos pertinentes ao Instituto.
IC:  No IC o agente pode ser auxiliar de perito nas perícias realizadas nos mais diversos ambientes e locais de crimes.
II: Também como no IC, o profissional que atua no instituto de identificação pode ser auxiliar de perito e exercer tarefas como identificar individualmente pessoas na seara civil e criminal, através da papiloscopia.
Se você já pensou em seguir esta carreira, a oportunidade pode estar próxima. Isto porque o Instituto Técnico-Cientifico de Perícia está com inscrições abertas para o concurso ITEP-RN 2017, que oferece 156 vagas na área. Deste total, 23 oportunidades são para o cargo de agente técnico forense, 50 para perito criminal, 40 para perito médico legista, oito para médico psiquiatra  e 35 para agente de necropsia.

A carreira de agente forense e seus desafios

A carreira, que exige nível médio, pode apresentar muitos desafios. Segundo a coordenadora, é necessário preparar-se psicologicamente para conviver todos os dias com as fragilidades humanas e confrontos com seus próprios conhecimentos científicos. “Lidar com a violência, com a emoção e com, muitas vezes, o sentimento de impotência na resolução de determinadas causas, estão entre os principais  desafios da profissão”, diz.
Para ela, a motivação para seguir esta profissão foi poder acompanhar diversos acontecimentos e, até mesmo, as dificuldades da área. “Claro que no início sentia um pouco de angústia ao chegar nos locais de crime e me deparar com cenas chocantes. Também achava que as pessoas pensariam que eu era uma pessoa fria, sem sentimentos, mas com o passar do tempo fui entendendo e aprendendo que ali era tão somente meu ambiente de trabalho, meu profissionalismo”, explica.

O trabalho no dia a dia: ficção x realidade

ITEP-RN oferece 23 vagas de agente forense (foto: divulgação)

Há 28 anos, Luciana foi a primeira mulher a atuar diretamente auxiliando nos locais de crime e perícia. Ela explica que o trabalho do dia a dia de um agente forense pode ser sim bem compatível com as atividades mostradas na ficção, porém obviamente há as limitações. “Existem os desafios do mundo real, porém nada que nos impeça de sempre tentar fazer o melhor trabalho possível e melhorar a cada dia”, diz.

De acordo com a coordenadora, o Rio Grande do Norte foi o primeiro estado brasileiro a realizar a identificação criminal com o Booking – uma plataforma portátil do sistema automatizado de impressão digital da Polícia Federal.

“Este trabalho teve seu início no Presídio de Alcaçuz, na cidade de Nísia Floresta/RN, dando seguimento no Presídio de Caicó/RN e estendendo-se por todo o Estado do Rio Grande do Norte”, explica.

Ela conta que durante a rotina de trabalho o profissional precisa viver e conviver com a emoção, com o inusitado, além disto pode atender as demandas judiciais, policiais, periciais, dando resolução de crimes, exames, identificando pessoas, estejam elas em plena vitalidade ou não, sempre com o objetivo de corresponder as todas e possíveis demandas que venham a ocorrer.

Para quem vai prestar o concurso para agente técnico forense do ITEP-RN ela aconselha. “Foque nos estudos, aperfeiçoe-se em seus objetivos e, se por acaso vier a parecer difícil, não desista!  É uma área fascinante e cheia de desafios”, diz.
Ficha técnica do cargo no ITEP-RN:
Escolaridade Nível médio
Remuneração R$2.807
Carga horária 40 horas semanais
Por: Fernanda Gomes
GD Star Rating
loading...

Instituto de Criminalista do IGP de Florianópolis funciona com déficit 12 funcionários

Para equilibrar a demanda, o governo do Estado abriu concurso público com salários até de R$ 15 mil

Roberta é a única técnica fonoaudióloga que elabora os laudos de áudio – Colombo de Souza/ND

O IC (Instituto de Criminalística), do IGP (Instituto Geral de Perícia), sediado em Florianópolis, funciona com um déficit de pelo menos 12 funcionários. Atualmente trabalham no IC 21 peritos. São eles que, praticamente, elaboram os laudos mais complexos para a polícia de todo o Estado. Devido a falta de gente, há acúmulo de laudos de áudio e de imagens.

De acordo com o diretor do IGP, Miguel A. Colzani, atualmente os criminosos não falam mais ao telefone. Eles se comunicam, tanto por texto quanto por voz, pelo aplicativo whatsApp.  Por isso, a quantidade de laudo represada. Para abrir um telefone celular e investigar o conteúdo é necessária a autorização judicial.

A técnica fonoaudióloga Roberta Randon é a única que elabora os laudos de áudio. Na última quarta-feira (13), quando o Jornal Notícias do Dia esteve recolhendo informações para a confecção da matéria sobre laudos represados, Roberta estava com uma lista de 70 laudos para examinar. Ela informou que há laudo em que tem que comparar a voz de mais de 18 interlocutores.

No IC, os 21 técnicos também fazem outras atividades: verificam a autenticidade dos documentos (documentoscopia), fazem perícia contábil, perícia de áudio e imagem, laudos de meio ambiente, balística (atestam se um projétil partiu ou não da arma indicada) e perícia em informática (computadores).  “Para termos fôlego seria necessário mais uma equipe de 12 peritos em Florianópolis. Não é o número ideal, mas o suficiente para colocarmos em dia a demanda represada”, ressaltou o diretor do IGP, Miguel Colzani.

Ele informou o governo do Estado já abriu concurso público. O processo de inscrição vai até o dia 20 de outubro e pode ser feito pelo site www.igpsc2017.ieses.org. O diretor do IGP ressaltou que os laudos servem para comprovar a materialidade do crime. A perícia técnica é fundamental para a polícia elucidar crimes. Ele lembrou de uma situação em Fraiburgo na qual a perícia de imagem foi fundamental para a polícia capturar o assaltante que aparecia nas câmeras com um fuzil AK 47 fazendo disparos durante o assalto a agência do Banco do Brasil da cidade, no dia 30 de março. A prisão do suspeito aconteceu no início de setembro em Itapema, litoral Norte.

O diretor do IC, Walmir Djalma Gomes, comentou que apesar do déficit de pessoal o Instituto de Criminalística está bem equipado.  “Recentemente adquirimos três equipamentos chamados o cellebrite, que serve para a extração de dados de celulares no trabalho de perícia digital”.

Concurso Público

Para todo o Estado são ofertadas 49 vagas para os cargos de perito  criminal,  perito  criminal  bioquímico,  perito  médico-legista e perito odontolegista. Outras duas vagas são para a função de papiloscopista.  As provas ocorrerão a partir das 13 horas do dia 26 de novembro nas cidades de Florianópolis, Joinville, Blumenau, Criciúma, Itajaí, Lages, Joaçaba e Chapecó.

O valor das inscrições é de R$ 120,00 para o cargo de Perito Oficial e de R$ 100,00 para Técnico Pericial. Já os vencimentos para os aprovados, previstos em edital, vão até R$ 15.820,84. O edital completo está disponível no edital do concurso.

Por: COLOMBO DE SOUZA, FLORIANÓPOLIS

Original em: https://ndonline.com.br/

GD Star Rating
loading...

Concurso IGP-SC 2017 abre inscrições para 51 vagas

Instituto Geral de Perícias do estado de Santa Catarina divulgou edital com abertura de concurso público que irá preencher 51 vagas em cargos de Perito e Técnico Pericial. As inscrições devem ser realizadas até o dia 20 de outubro.

O Instituto Geral de Perícias do estado de Santa Catarina (IGP-SC) acaba de divulgar nesta segunda-feira, 18 de setembro, por meio do Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul – IESES, o edital normativo do concurso público que vai preencher 51 vagas em cargos de Perito Oficial e Técnico Pericial, funções que exigem ensino superior.

As inscrições começam às 10 horas nesta segunda e seguem até as 16 horas do dia 20 de outubro de 2017, pela internet, por meio do site da organizadora – www.igpsc2017.ieses.org. A taxa de participação é fixada em R$ 100,00 para Técnicos e R$ 120,00 para Peritos.

Para Perito Oficial são 49 vagas nos cargos de Perito Médico Legista (16), Perito Odontolegista e Perito Criminal nas áreas Geral (9), Bioquímica (5), Áudio e Vídeo (4), Ambiental (2), Informática (4) e Engenharias (10). O salário dos cargos é de R$ 15.820,84.

Já para Técnico Oficial são 2 vagas para Papiloscopista, função que exige curso de nível superior completo com currículo mínimo de quatro anos em qualquer área de formação, reconhecido pelo MEC e Carteira Nacional de Habilitação na Categoria “B”. A remuneração dos Papiloscopistas é de R$ 5.317,94.

O concurso público será constituído de cinco fases, sendo:

– Prova Objetiva de Conhecimentos, de caráter eliminatório e classificatório;
– Exame de Avaliação de Títulos, de caráter classificatório;
– Exame de Avaliação da Aptidão Psicológica Vocacionada, de caráter eliminatório;
-Exame Toxicológico, de caráter eliminatório;
-Investigação Social, de caráter eliminatório.

A prova objetiva será realizada no dia 26 de novembro nas cidades de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Itajaí, Joaçaba, Joinville, Lages, nos locais que serão divulgados no dia 22 de novembro.

O gabarito oficial das provas objetivas estará disponível no endereço eletrônico do IESES às 10 horas de segunda-feira, dia 27 de novembro.

O concurso público terá validade de dois anos, a contar da data de homologação do resultado no Diário Oficial do estado, podendo ser prorrogado por igual período, a critério do IGP/SC.

Anexo: Edital Concurso IGP-SC 2017

Por: Clécio Etges

Original em: https://www.acheconcursos.com.br/

GD Star Rating
loading...

Concurso IGP-SC 2017 edital deve ficar para outubro

Instituto Geral de Perícia de Santa Catarina: edital para outubro?

Haja coração para quem está esperando o edital do concurso do IGP de Santa Catarina. Isto porque o documento, que tinha a expectativa de ser divulgado em setembro deve atrasar e ficar só para outubro. A informação foi dada à FOLHA DIRIGIDA pela assessoria de imprensa do Instituto Geral de Perícias de Santa Catarina na sexta-feria, 15.

“O edital não deve sair por agora. Continua em fase de estudos internos e deve sair só em outubro”, informou o representante da assessoria.
A banca responsável pela execução do concurso já foi definida e será o Instituto de Estudos Superiores do Extremo Sul. A expectativa é que o IGP-SC venha com 59 vagas para o cargo de perito oficial que exige nível superior e tem salário atual de R$8 mil; e duas vagas para papiloscopista, também para nível superior. No entanto, a assessoria da IGP diz que o número de vagas ainda pode ser revisto até o lançamento do edital.

Último concurso foi em 2014
Na ocasião, o concurso IGP-SC 2014 ofereceu 150 vagas para nível médio. Foram 147 para auxiliar criminalístico e três para auxiliar de laboratório. A organizadora também foi a Ieses. A seleção foi realizada em etapas de prova objetiva de conhecimentos, avaliação de títulos, avaliação de aptidão psicológica vocacionada, exame toxicológico, e investigação social.

Original em: Folha Dirigida

GD Star Rating
loading...

Publicados editais de concurso do IGP para mais de 100 vagas no RS

Cargos são de perito criminal, perito médico-legista e técnico em perícias. Inscrições começam nesta quinta-feira (20) e vão até 11 de maio.

Laboratório de perícias do IGP (Foto: Divulgação/IGP)

Os editais do concurso público do Instituto Geral de Perícias (IGP) foram publicados no Diário Oficial do Estado nesta quarta-feira (19). São 106 vagas para os cargos de perito criminal, perito médico-legista e técnico em perícias. As inscrições começam nesta quinta (20) e seguem até 11 de maio, pela internet.

As provas objetivas para todos os cargos ocorrerão no dia 9 de julho, em locais que ainda serão informados.

No primeiro edital constam 35 vagas para o cargo de perito criminal com atuação em em diversas áreas, sendo quatro vagas para computação forense, nove para engenharia civil, nove para engenharia mecânica, três para engenharia elétrica, três para química/engenharia química, quatro parta biomedicina/farmácia/biologia, e três para a área de psicologia. O salário do cargo é de R$ 9.556,78 por jornada de trabalho de 40 horas semanais, somando o vencimento básico de R$ 5.309,32 e a gratificação de risco (80%) de R$ 4.247,46. Já o segundo edital é direcionado para carreiras de técnico em perícias, cargo de nível médio, e perito médico-legista, de nível superior. Para perito médico são 35 vagas, distribuídas entre as áreas de médico-legista (29 vagas), médico-legista – patologista (três vagas) e médico-legista – psiquiatra (três vagas). O salário também é de R$ 9.556,78 por carga horária semanal de 40 horas. Na carreira de nível médio, são 21 vagas para técnico em perícias e 15 vagas para técnico em perícias, técnico em radiologia, que exige ainda curso técnico na área. A remuneração será de R$ 3.053,81, composta de vencimento básico de R$ 1.696,56 e a gratificação de risco de R$ 1.357,25.

Original em: http://g1.globo.com/

GD Star Rating
loading...

Polícia Civil/DF prorroga inscrições para perito

O concurso público da Polícia Civil do Distrito Federal (PC/DF) vai selecionar profissionais de nível superior (em diversas áreas) para oportunidades com salário de R$ 16,8 mil.

A Polícia Civil do Distrito Federal (PC/DF) prorrogou, até as 22h do dia 16 de maio, o prazo das inscrições do concurso público que oferece 100 vagas, sendo 20 imediatas e 80 para formação de cadastro reserva (CR), no cargo de perito criminal.
A carreira requer nível superior nos seguintes cursos: ciências biológicas (2 + 9 CR), ciências contábeis (2 + 5 CR), ciência da computação/informática (2 + 10 CR), engenharia (7 + 32 CR), farmácia/bioquímica (1 + 4 CR), física (2 + 10 CR), geologia (1 + 3 CR), odontologia (1 + 1 CR) e química (2 + 6 CR).
O salário inicial é de R$ 16.830,35 para jornada de trabalho de 40 horas por semana.

Como participar do concurso
As inscrições do concurso da Polícia Civil serão recebidas pelo endereço eletrônico do Instituto Americano de Desenvolvimento – IADES (www.iades.com.br), organizador do processo seletivo.
O valor da taxa de participação é de R$ 210 e poderá ser pago até 11 de maio.

Etapas do concurso
O concurso da Polícia Civil envolverá prova objetiva de conhecimentos gerais e específicos, de caráter eliminatório e classificatório; prova discursiva de conhecimentos gerais e específicos, de caráter eliminatório e classificatório; sindicância de vida pregressa e investigação social, de caráter unicamente eliminatório; exames biométricos e avaliação médica, de caráter unicamente eliminatório; prova de capacidade física, de caráter unicamente eliminatório; avaliação psicológica, de caráter unicamente eliminatório; prova de títulos, de caráter meramente classificatório; e curso de formação profissional, de caráter eliminatório e classificatório, a ser realizado na Academia de Polícia Civil do Distrito Federal (APCDF).

Com cinco horas de duração, as avaliações objetiva e discursiva serão aplicadas em data, locais e horários a serem divulgados no dia 8 de junho no site das inscrições.

Original em: http://www.onortao.com.br/

GD Star Rating
loading...

SEGPLAN – GO divulga novo cronograma previsto de Concurso para Papiloscopista Policial

Previsão é de que o resultado final seja divulgado em 27 de maio de 2016.

Foi divulgado pela Secretaria de Gestão e Planejamento (SEGPLAN) do Estado de Goiás, o cronograma atualizado, previsto para realização das etapas do Concurso Público que visa à contratação de Papiloscopista Policial. Todos os detalhes podem ser conferidos nas retificações disponíveis em nosso site.

Anteriormente, o certame havia sido suspenso. Esta oportunidade destina-se à nomeação de 100 profissionais e à formação de cadastro reserva para o cargo de Papiloscopista Policial de 3º Classe da Polícia Civil. Do total, cinco vagas são destinadas a pessoas com deficiência.

As jornadas semanais são de 40 horas, incluindo plantão e expediente e os profissionais terão direito ao salário de R$ 3.978,19. Podem se inscrever candidatos que tenham formação de nível superior, em qualquer área.

Os pedidos de participação foram recebidos pelo site da organizadora,www.inscricao.universa.org.br, com o recolhimento da taxa no valor de R$ 110,00. O período geral de inscrições ocorreu até 18 de janeiro de 2015.

Os inscritos serão submetidos às Provas Objetiva, Discursiva, de Aptidão Física, e às Avaliações Médica, Psicológica e de Vida Pregressa.

O resultado final será válido por dois anos, podendo ser prorrogado por igual período.

Original em: https://www.pciconcursos.com.br

GD Star Rating
loading...

Concurso para Polícia Civil do RN é autorizado pelo Governador

Rio Grande do Norte – O Governador em exercício Ezequiel Ferreira de Souza assinou, na tarde desta última quarta-feira (18), a autorização para abertura de concurso público para preenchimento de 40 vagas para os cargos de perito criminal, médico-legista, psiquiatra auxiliar e auxiliar de perícia no Instituto Técnico-Científico de Polícia (ITEP).

São 9 vagas para perito criminal, 15 vagas para médico-legista, 3 vagas para psiquiatra e 13 para auxiliar de perícia. Os autos serão encaminhados para a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social na manhã desta quinta-feira (19) para adoção das medidas subsequentes. As vagas são decorrentes de aposentadoria, exoneração e falecimento.

O concurso público considera, por exemplo, a carência de pessoal no ITEP, a natureza pública e essencial do serviço prestado pelo órgão e a indispensabilidade do exame de corpo de delito, conforme art. 158 do Código Penal.

O certame é respaldado pelo art.22, da Lei Complementar nº 191, que veda o provimento de cargo público, admissão ou contratação de pessoal, mas ressalva a reposição decorrente de aposentadoria ou falecimento de servidores das áreas de educação, saúde e segurança.

Fonte: Visor Político

Original em: http://folhanobre.com.br

GD Star Rating
loading...

Confirmado para o dia 26 início das aulas para 146 aprovados no concurso da Polícia Civil

A aula inaugural que marca o início da formação técnica profissional de 146 convocados do concurso da Polícia Civil de Rondônia está marcada para o próximo dia 26, no auditório do Tribunal de Contas do Estado, em Porto Velho. O evento deve reunir professores, alunos e autoridades envolvidas na Segurança Pública do estado.

Antônio Carlos dos Reis, secretário da Sesdec
Secretário de Segurança Pública, Antônio Carlos dos Reis
O curso de formação corresponde a mais uma etapa do certame para os candidatos aprovados no concurso público conforme o Edital nº 0001/2.014 -Sesdec/PC/Consupol, e terá duração de seis meses, com 120 dias de aulas teóricas e 60 dias de estágio supervisionado. Quando estiverem aptos, os servidores serão nomeados para os municípios aos quais foram classificados.

Promovido pela Secretaria de Estado da Segurança Defesa e Cidadania (Sesdec) e a Academia de Polícia Civil (Acadepol), o curso será dividido em 896 horas aulas, das quais 506h são comuns a todos os candidatos, 70h para palestras, 120h específico para cada curso e 320h para estágio supervisionado.

As avaliações de cada disciplina ficam a cargo de cada instrutor. No curso de formação, os 11 candidatos classificados para o cargo de delegado, 8 para perito criminal, 40 para agentes de polícia, 71 escrivão de polícia, 5 datiloscopista, 7 técnico em necropsia, 2 agente de criminalística e 2 técnico de laboratório serão submetidos a provas escritas, práticas, seminários, conforme a natureza de cada disciplina. Todos passarão também por exames médicos, psicológicos e investigação social.

Segundo o diretor da Acadepol, delegado Túlio Anderson, a grade curricular do curso inclui módulos de direitos humanos, polícia comunitária, organização e regime jurídico da Polícia Civil, procedimentos disciplinares, armamento e tiro, condicionamento físico, noções de informática, cadeia de custódia da prova pericial, preservação de local de crime, redação textual e policial, documentos técnicos, entre outras.

“A expectativa é que o curso de formação seja proveitoso, considerando que será promovida uma formação de qualidade. Que esses alunos já devidamente preparados cheguem à instituição motivados e com vontade de somar à Polícia Civil”, disse o delegado

De acordo com o secretário de Segurança, Antônio Carlos dos Reis, a academia capacita os alunos ingressantes para o bom desempenho de suas atividades e os conscientiza sobre a responsabilidade com a segurança pública e o respeito e proteção ao cidadão.

“A Segurança Pública é um desafio permanente, por isso é importante que todos busquem o conhecimento e a qualificação profissional para que possamos melhorar ainda mais a prestação de serviço da Polícia Civil”, orientou Reis.

Fonte: Rondoniagora

Original em: http://www.rondoniagora.com

GD Star Rating
loading...