Arquivo

novembro 2017
S T Q Q S S D
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
27282930  

Prazo de inscrição de concurso da Politec de MT encerra no dia 29

Prova escrita está marcada para o dia 20 de outubro.
Três vagas são reservadas para portadores de necessidades especiais.

Essa é a última semana para se inscrever no concurso público da Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) de Mato Grosso. São ofertadas 190 vagas para cargos de perito oficial criminal, médico legista e odonto legista. A taxa de inscrição é no valor de R$ 120. O salário oferecido é de R$ 7.661,87. As inscrições podem ser realizadas até o próximo domingo (29), apenas pela internet.
O edital completo pode ser conferido no site da Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt (Funcab), onde também é possível realizar a inscrição.
O concurso tem as seguintes fases de avaliação: objetiva, avaliação psicológica e investigação social. Das 190 vagas, três são reservadas para portadores de necessidades especiais (PNE). As provas objetivas estão marcadas para o dia 20 de outubro. Os locais de provas serão divulgados pelo site organizador do concurso no dia 14 de outubro. Já o resultado final deverá ser divulgado no dia 3 de janeiro de 2014.
Conforme a publicação, as vagas para os três cargos serão voltadas para as cidades de Cuiabá, Primavera do Leste, Sorriso, Água Boa, Alto Araguaia, Barra do Garças, Cáceres, Confresa, Juína, Peixoto de Azevedo, Pontes e Lacerda, Sinop, Rondonópolis, Alta Floresta, Barra do Bugres, Campo Novo do Parecis, Chapada dos Guimarães, Colíder, Colniza, Diamantino, Jaciara, Juara, Juína, Lucas do Rio Verde, Mirassol D’Oeste, Poconé, São Félix do Araguaia, Sapezal, Sinop, Sorriso, Tangará da Serra e Vila Rica.

Original em: http://g1.globo.com

GD Star Rating
loading...

Seminários de Documentoscopia e Perícia Contábil concluem as atividades

O XI Seminário Nacional de Documentoscopia e III Seminário Nacional de Perícia Contábil, organizado pela Associação Brasileira de Criminalística (ABC) e Sindicato dos Peritos Oficiais Criminais de Mato Grosso (Sindpeco-MT), terminaram na última sexta-feira (14) com resultados positivos.

Os participantes saíram mais capacitados e interessados em melhorar as condições de trabalho da categoria. Além disso, preparam-se agora para o próximo evento de documentoscopia e perícia contábil, que ocorrerá em 2012, ao que tudo indica, em Minas Gerais, que já se candidatou para sediar os seminários.

Com mais de 250 pessoas de todo o Brasil e do exterior participando, os seminários cumpriram as expectativas organizativas e de discussões científicas.

Domingos Toccheto, perito criminal do Rio Grande do Sul, foi palestrante do Seminário de Documentoscopia. Ele é um dos mais renomados profissionais do Brasil nessa área. Já trabalhou em diversos casos de repercussão nacional, entre eles o conhecido caso PC Farias. “Este evento eu tenho que parabenizar os palestrantes e organizadores, porque considero que foi muito superior a vários outros. Valeu à pena para quem veio aqui porque saiu com um novo acréscimo de conhecimento”, explica Toccheto.

Ao todo foram realizadas cerca de 30 palestras que, entre outros assuntos, abordavam a questão da segurança de laudos periciais; as características do papel; formas de análise da veracidade de assinaturas, atestados médicos; fraude em perícia contábil; bolsa receita, adulteração de impressoras fiscais e também as reivindicações da categoria.

Original em: http://www.diariodecuiaba.com.br

GD Star Rating
loading...

Lei Estadual transforma Superintendência da Politec em Diretoria

A partir desta quarta-feira (28.04), a Perícia Oficial e Identificação Técnica de Mato Grosso (Politec) passa de Superintendência à Diretoria. A nova estrutura da Politec está prevista na Lei Complementar nº 391 de 27 de abril de 2010, sancionada pelo Governo do Estado e publicada no Diário Oficial que circulou ontem. A Lei dispõe sobre a institucionalização, organização, competência e estrutura da Politec, e atende um dos objetivos do Plano de Ações da Segurança (PAS), lançado recentemente pelo Governo do Estado.

Uma das 15 metas do PAS – o Programa de Desenvolvimento da Politec – tem objetivo de modernizar a Perícia Oficial e Identificação Técnica do Estado, adequando a estrutura organizacional; ampliando novos setores especializados e dotando de pessoal e equipamentos de tecnologia avançados necessários a setorização das perícias; e implantar os serviços de criminalística nos pólos da Politec de Tangará da Serra, Pontes e Lacerda, Alta Floresta, Água Boa e Primavera do Leste.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica é responsável por realizar os serviços de perícias de criminalística, de Medicina Legal e odontologia Legal no Estado, fundamentados no conhecimento técnico-cientifíco, além da identificação civil e criminal, visando atender a sociedade e a Justiça.

Antes da Lei, a Politec era composta, em Cuiabá, por quatro coordenadorias: de Laboratório Forense, a de Medicina Legal, de Criminalística e de Identificação, além de uma Coordenadoria Geral de Unidades do Interior, sendo esta, por sua vez, subdividida em coordenadorias e gerências situadas nos pólos que contam com a estrutura da Politec.

Pela Lei Complementar nº 391, as antigas coordenadorias se transformam em Diretorias Metropolitanas. Entre as gerências da Diretoria Metropolitana de Medicina Legal, por exemplo, a Gerência de Perícias em Vítimas de Violência Sexual e de Gênero deve atender, de forma humanizada, as vítimas desse tipo de violência.

Outros órgãos também compõem a nova estrutura da Perícia Oficial e Identificação Técnica, como órgãos de decisão colegiada; órgão de direção superior; órgão de apoio estratégico e especializado como a Corregedoria Geral da Politec, Ouvidoria, Coordenadoria de Garantia de Qualidade e Gerência de suporte a grupos e projetos de pesquisa, sendo esta última ligada diretamente à Coordenadoria de Formação Profissional.

“As atividades de pesquisa interferem na possibilidade de se realizar uma perícia. Existem pesquisas que precedem a possibilidade de realização da perícia, como as de entomologia forense e de DNA. No caso de Mato Grosso foi desenvolvida pesquisa científica – Freqüências Alélicas presentes no DNA dos indivíduos da população do Estado de Mato Grosso – para implantação do laboratório de DNA”, explicou a diretora da Politec, Patrícia de Cássia Valério Fachone.

Segundo ela, um dos pontos mais importantes da Lei é o apoio da Coordenadoria de Formação Profissional. “O conhecimento para o perito criminal é o principal instrumento de trabalho. A Politec trabalha com diversas áreas do conhecimento, como Medicina Legal, Engenharia Legal, Química Forense, Biologia Forense, entre outras, e até então não tínhamos pessoa dedicada a cuidar da formação e capacitação profissional dos peritos. Agora esse setor terá uma atenção maior para organizar cursos e toda uma estrutura voltada para formação”, disse.

A diretora afirma que a Coordenadoria de Garantia de Qualidade é outro ponto importante criado pela Lei. “A coordenadoria será competente para gerir o processo de certificação e acreditação de serviços periciais como normas nacionais (ABNT) e internacionais (ISO). É um salto de qualidade que a longo prazo vai qualificar ainda mais os serviços da Politec”, explicou. No Brasil há apenas um organismo que procede a acreditação: o Inmetro.

Outro setor criado pela Lei Complementar é a Coordenadoria de Informações Institucionais. “A análise de dados e informações previamente sistematizadas é o escopo da atuação, e é importante para o sistema de Segurança Pública e Justiça Criminal como um todo”, explicou a diretora.

Conforme Patrícia Fachone, a nova estrutura organizacional da Politec visa contribuir para padrões de excelência nos serviços de ciência forense, garantindo a melhoria do atendimento nos serviços periciais.

“Essa Lei representa uma etapa no fortalecimento da perícia, pois para isso a Politec precisa de uma estrutura organizacional que permita a expansão do serviço para excelência na qualidade com conseqüente incremento da credibilidade da instituição”, completou a diretora. “É importante enxergar a perícia oficial como operadora imparcial da prova técnica, e nesse sentido como mecanismo a consignação da Justiça”, finalizou.

Original em: http://www.odocumento.com.br

GD Star Rating
loading...

Central de Inquéritos do MP cumpre calendário de visitas às unidades policiais

Os promotores de Justiça que atuam na Central de Acompanhamento de Inquéritos e Controle Externo da Atividade Policial começaram nesta segunda-feira (26/04) a cumprir uma agenda de visitas às unidades policiais e de perícia técnica. Pretende-se, com a iniciativa, garantir uma maior aproximação dos delegados, verificar os principais problemas existentes nas delegacias e propor soluções conjuntas.

A primeira visita foi realizada na sede da Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica do Estado de Mato Grosso). Além de percorrer todos os setores, conhecendo a estrutura existente no local, os promotores de Justiça também ouviram dos peritos as principais reclamações e sugestões para garantir agilidade na prestação dos serviços referentes à realização de perícias técnicas.

Foi discutido, por exemplo, uma forma para garantir a priorização de perícias que envolvam réus presos. Embora exista um modelo de requisição que discrimina a situação do réu, vários pedidos feitos pelos delegados que chegam à Politec não traz esta informação. Nos próximos dias, os promotores de Justiça pretendem se reunir com a diretoria da Polícia Civil para discutir o assunto.

Outro problema apontado foi o número reduzido de peritos. “Priorizamos as perícias referentes aos casos mais urgentes, mas, mesmo assim, não estamos conseguindo atender a demanda prioritária”, informou a superintendente de Perícia Oficial e Identificação Técnica, Patrícia de Cássia Valéria Fachone.

Durante a visita, os promotores de Justiça também conheceram o projeto arquitetônico para um novo complexo, denominado “Politec para a Copa”. A proposta é reunir todas as coordenadorias da Politec em um só lugar. Com área total de 9.665, 20 m2, o projeto está orçado em R$ 30 milhões e foi elaborado com a participação de toda a equipe.

Estiveram na Politec, os promotores de Justiça Reinaldo Rodrigues Oliveira Filho, Fânia Helena Oliveira de Amorim e Márcia Borges Silva Campos Furlan. A visita foi acompanhada pelo coordenadores de Criminalística, Rubens Okada; de Medicina Legal, Jorge Caramuru; de Laboratório Forense, Alessandra Alves; pela gerência de Perícia Externa, Pierri Biancardini e pelo perito oficial, Rubem Toebe.

De acordo com o calendário de visitas elaborado pela Central de Acompanhamento de Inquéritos e Controle Externo da Atividade Policial as próximas unidades a serem visitadas serão a Polinter, Ciscs e a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DEHPP).

Original em: http://www.odocumento.com.br

GD Star Rating
loading...

Data de resultado de Avaliação de Títulos será diferente para cada cargo

O Governo de Mato Grosso informa aos candidatos que irão participar da fase de Avaliação de Títulos para concorrer a vagas de oito dos 16 cargos oferecidos para Nível Superior, que as datas com o resultado da autoavaliação serão diferenciadas.

De acordo com o edital de abertura do concurso público (Edital 005\2009 – SAD\MT, publicado em julho de 2009), o resultado está previsto para ser divulgado a partir do quinto dia útil após a divulgação do desempenho dos candidatos de cada cargo na prova dissertativa, sucessivamente.

O resultado estará disposto no site oficial do concurso público: www.concurso.mt.gov.br e no endereço eletrônico da Secretaria de Estado de Administração (SAD): www.sad.mt.gov.br

Outras informações pelo Disque Servidor: 0800 647 36 33.

AVALIAÇÃO DE TÍTULOS

O formulário de autoavaliação, de caráter classificatório, foi disponibilizado aos concorrentes dos cargos de Analista Regulador, Delegado, Investigador e Escrivão de Polícia, Professor de Educação Básica, Auditor do Estado, Gestor Governamental e Perito Criminal, por meio do site da Unemat.

Os candidatos inscritos para os referidos cargos deverão enviar os documentos pelo Correio, por Sedex, endereçado à SAD – Secretaria de Estado de Administração/Superintendência de Gestão de Pessoas/Coordenadoria de Provimento – Centro Político Administrativo – CPA, Palácio Paiaguás, Bloco III, Cuiabá/MT, CEP: 78050-970, conforme solicitado, para a avaliação de títulos.

O candidato terá o prazo de 22 a 26 de março de 2010 para enviar os documentos pelos Correios. Desta forma, o candidato que não enviar os documentos para a avaliação de títulos até a data limite, enviar fora da data estipulada (considerando a data do carimbo da agência dos Correios) ou enviar em desacordo com o edital, receberá nota zero como avaliação.

Original em: http://www.onortao.com.br

GD Star Rating
loading...

Governo anuncia mudança de horário nas provas de nível superior

O Governo do Estado em conjunto com a Comissão de Organização do Concurso Público de Mato Grosso, informa a alteração do horário de realização das provas do concurso público para os candidatos que irão concorrer aos cargos de nível superior.

O edital complementar com a alteração foi publicado no Diário Oficial de sexta-feira (19.02) e que circula nesta segunda-feira, dia 22 de fevereiro.

Os inscritos para os cargos de Delegado, Perito Criminal, Gestor e Auditor continuarão a fazer as provas nos dois períodos, sendo agora a dissertativa pela manhã, com início às 8h e a objetiva durante a tarde, com início às 14h. Ou seja, o horário agora é contrário do que seria realizado anteriormente.

Já os concorrentes aos demais cargos de Nível Superior farão as provas, objetivas, somente durante o período vespertino, com início às 14h, horário de Cuiabá.

A mudança foi simples, como afirma o secretário de administração de Estado, Geraldo de Vitto Junior. “Somente foram invertidos os horários dos candidatos que farão as provas para o nível superior”, explica.

De Vitto relata ainda que a mudança se fez necessária para garantir a tranquilidade de todos os candidatos, o que inclui a locomoção e trânsito. A grande parte dos candidatos que agora farão as provas no período da tarde terá mais tempo para se deslocar até o estabelecimento onde irão participar do concurso público.

Além do Diário Oficial, o edital complementar estará disponível para consulta no site oficial do concurso público: www.concurso.mt.gov.br e no endereço eletrônico da Sad: www.sad.mt.gov.br , a partir do dia 22 de fevereiro.

GD Star Rating
loading...

Confira os gabaritos para nível fundamental

O Governo de Mato Grosso e a Secretaria de Administração divulgaram os gabaritos das provas objetivas de nível fundamental aplicadas no dia 31 de janeiro, referentes ao concurso que visa preencher 10.062 vagas.

A prova foi marcada pelo forte esquema de segurança, que garantiu a regularidade na aplicação: câmeras de segurança, monitoramento 24 horas na sala de elaboração dos exames, impressão na única gráfica que possui certificação de segurança da Associação Brasileira de Tecnologia Gráfica (ABTG), escolta policial na distribuição das provas no interior e na capital do Estado, participação de militares como coordenadores de estabelecimento, além da atuação de pelo menos dois policiais por estabelecimento.

Todo esse aparato foi providenciado para evitar a suspensão do concurso, que já havia acontecido após o Grupo de Apoio e Combate ao Crime Organizado (Gaeco) ter encontrado, em um notebook e em oito computadores e CPUs de pessoas envolvidas na banca da Universidade do Estado de Mato Grosso (Unemat), além de várias questões de diversas matérias com respostas.

As provas foram realizadas por cerca de 75 mil candidatos.

Concurso

São seis editais que reúnem 33 cargos em 16 carreiras de níveis fundamental (duas mil vagas), médio (3.682) e superior (4.380). Os salários variam de R$ 465 (apoio administrativo educacional – nível fundamental) e R$ 10.013,01 (delegado – nível superior).

Há chances para soldado do Corpo de Bombeiros Militar (60), soldado da Polícia Militar (1.000), delegado (60), escrivão (140), investigador de polícia (60); técnico (124), assistente (161) e agente (859) do Sistema Prisional; técnico (40), assistente (59) e agente (257) do Sistema Socioeducativo; professor da educação básica (3.000), técnico administrativo educacional (500), apoio administrativo educacional (2.000), técnico (320) e agente (120) da área instrumental do governo, técnico (197) e agente (198) de desenvolvimento econômico social, técnico (16) e agente (284) de serviço de trânsito, técnico (18) e agente (9) fundiário, fiscal (163), analista (6) e agente (144) de defesa agropecuária e florestal; conciliador (11) e fiscal (11) de defesa do consumidor; analista de meio ambiente (100), auditor do estado (15), gestor governamental (50), perito oficial criminal (60) e técnico em necropsia (20).

Ao todo, serão atendidos 19 órgãos. São eles: Auditoria Geral do Estado (AGE), Casa Civil, Instituto de Defesa Agropecuária (Indea), Corpo de Bombeiros Militar, Polícia Militar, Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp), Secretaria de Educação (Seduc), Polícia Judiciária Civil, Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat), Secretarias de Meio Ambiente (Sema), de Trabalho, Emprego, Cidadania e Assistência Social (Setecs), de Infraestrutura (Sinfra), de Comunicação (Secom), de Administração (SAD), de Planejamento (Seplan), de Turismo (Sedtur), de Cultura (Sec), de Esporte e Lazer (Seel), de Desenvolvimento Rural (Seder), de Educação (Seduc), Departamento Estadual de Trânsito (Detran), Junta Comercial e Procon, além dos 11 Núcleos Sistêmicos.

Provas

Houve alteração no cronograma de provas do concurso. Confira o novo calendário:

31 de janeiro – nível fundamental

21 de fevereiro – soldado do Corpo de Bombeiros e da Polícia Militar, assistente do sistema prisional, agente prisional, assistente do sistema socioeducativo, agente orientador do sistema socioeducativo, agente de área instrumental, agente de desenvolvimento econômico social, agente do serviço de transito, agente fundiário, agente fiscal estadual de defesa agropecuária e floresta I, agente fiscal estadual de defesa agropecuária e floresta II, fiscal de defesa do consumidor e técnico em necropsia.

21 de março – investigador, escrivão, delegado, técnico do sistema prisional, técnico do sistema socioeducativo, técnico da área instrumental, técnico de desenvolvimento econômico e social, técnico do serviço de transito, técnico fundiário, fiscal de defesa agropecuária e florestal, analista administrativo de defesa agropecuária e florestal, conciliador de defesa do consumidor, analista do meio ambiente, auditor do Estado, gestor governamental, perito oficial criminal e analista regulador.

As provas serão realizadas em 16 cidades: Água Boa, Alta Floresta, Barra das Garças, Cáceres, Cuiabá, Diamantino, Juara, Juina, Nova Xavantina, Pontes e Lacerda, Rondonópolis, São Felix do Araguaia, Sinop, Sorriso, Tangará da Serra e Vila Rica.

As informações referentes ao local de realização das provas (nome do estabelecimento, endereço e sala), assim como orientações para realização das avaliações, estarão disponíveis com antecedência mínima de cinco dias da data da aplicação da prova objetiva, nos endereços eletrônicos www.concurso.mt.gov.br, www.unemat.br/concursos e ou www.concursos.sad.mt.gov.br, sendo que o candidato poderá efetuar a consulta e ou impressão destas informações.

Original em: http://jcconcursos.uol.com.br

GD Star Rating
loading...

Aprovados na primeira fase serão chamados em abril

Demais candidatos deverão ser chamados somente em 2011, em função do período eleitoral

Aprovados na primeira fase do concurso público serão chamados em abril; os demais, só em 2011

A lista com os candidatos aprovados na primeira fase do concurso público do Estado, realizada no último domingo (31), deverá ser divulgada no início do mês de março. E as convocações estão previstas para acontecer em abril, segundo informações da Secretaria de Estado de Administração. Em torno de 60 mil pessoas disputaram as vagas de nível fundamental.

A justificativa está relacionada ao fato de que o Edital 4 (da área de Educação) precisa ser homologado, para que então os aprovados sejam chamados. De acordo com SAD, deverão ser convocados, em 2010, aproximadamente seis mil candidatos, entre os que concorrem aos cargos que possuem apenas uma fase.

Os cargos que possuem mais de uma fase deverão ser chamados somente em 2011, em função do período eleitoral. São cargos que estão ligados à Segurança Pública, entre eles soldado da Polícia Militar, delegado, investigador, escrivão da Polícia Civil e perito criminal.

Os aprovados nas demais fases serão divulgados conforme forem sendo aplicados os exames. As provas para preenchimento dos cargos de nível médio serão realizadas no dia 21 de fevereiro. Já as provas de nível superior serão aplicadas em 21 de março.

O concurso foi dividido em três etapas, após ter sido cancelado em função de fraudes nas provas, descobertas pela Polícia e pelo Ministério Público Estadual, em novembro do ano passado. Vale destacar que mais de 274 mil pessoas foram inscritas no concurso, considerado o maior já realizado em Mato Grosso.

Primeira fase

Os candidatos aos cargos de nível fundamental realizaram as provas no último domingo (31). Em todo o Estado, foram 16 pólos, com 162 locais de provas e mais de 60 mil pessoas.

A prova ocorreu com tranquilidade e dentro das expectativas do Comitê de Acompanhamento do Concurso, com uma abstinência de 19% dos inscritos, que somavam 75 mil.

Na primeira fase, foram aplicados quatro cadernos de provas distintos. Na fase de nível médio serão 19 cadernos e nível superior, 119 cadernos. As provas foram elaboradas por professores da Unemat, em uma sala-forte com câmeras de segurança em Cuiabá, com apoio de professores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) e impressas em São Paulo.

Uma grande estrutura de segurança foi montada na primeira fase, que deverá ser estendida às demais etapas, mas com algumas alterações em função do número de candidatos que irão participar. Para segunda fase foram inscritos 132 mil candidatos, e para terceira, em torno de 67 mil.

Foram convocados para trabalhar, na primeira etapa, 1.076 policiais militares, 256 policiais civis, 89 bombeiros e 200 servidores estaduais. Somente nos locais de provas, foram distribuídos 466 policiais militares. Atuaram ainda 8.138 fiscais, sendo que 4 mil estiveram em Cuiabá.

Original em: http://www.midianews.com.br

GD Star Rating
loading...

Perícia oficial é suficiente para atestar invalidez

Prova pericial produzida por órgão oficial que atesta a invalidez permanente tem presunção de veracidade, o que torna desnecessária a produção de nova perícia médica. A decisão foi da Primeira Câmara Cível do Tribunal de Justiça de Mato Grosso que indeferiu pedido da Seguradora Tókio Marine Brasil Seguradora S.A, nos autos da Apelação nº 96277/2009. A apelante buscou reformar a decisão que a condenou a pagar 40 salários mínimos vigentes na data do sinistro, acrescidos de correção monetária e juros de mora a partir da citação, ao segurado que sofreu acidente e teve invalidez permanente atestada por laudo oficial, além das custas do processo e honorários advocatícios de 15% sobre o valor da condenação.

A apelante sustentou preliminarmente que quem deveria figurar como parte ré na ação seria a Seguradora Líder dos Consórcios do Seguro Dpvat, por representar todas as seguradoras, de acordo com o artigo 1º da Portaria nº 2797/2007. Argumentou no mérito cerceamento de defesa, porque a ação teria sido julgada antecipadamente, sem o necessário deferimento da produção de prova pericial hábil a constatar a invalidez e quantificar o grau da lesão do segurado. Solicitou o afastamento da condenação ou minoração do valor.

O desembargador Jurandir Florêncio de Castilho, relator do recurso, seguido pelo desembargador Orlando de Almeida Perri, segundo vogal, e o juiz substituto de Segundo Grau José Mauro Bianchini Fernandes, primeiro vogal, foram unânimes em indeferir a preliminar com base em diversas jurisprudências dos Tribunais Pátrios, em especial do Superior Tribunal de Justiça. Conforme o entendimento é facultado ao beneficiário do seguro obrigatório, pleitear o seu recebimento em face de qualquer seguradora, bastando que esta seja aderente a Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados, como é o caso da apelante.

O relator considerou a Lei nº 6.194/1974, para o indeferimento do mérito, que determina que o pagamento do seguro deve ser feito mediante simples prova do acidente e do dano sofrido. Desta maneira, a câmara julgadora reconheceu a invalidez permanente, em decorrência do auto de exame de corpo de delito realizado pela Secretaria de Segurança Pública. O magistrado destacou que o seguro Dpvat oferece três coberturas, sendo elas: por morte, invalidez permanente total ou parcial e despesas de assistência médica e suplementares. A invalidez pode ser considerada como a perda ou redução da funcionalidade de um membro ou órgão, desde que causada por acidente envolvendo veículo automotor.

Coordenadoria de Comunicação Social do TJMT

Original em: http://www.olhardireto.com.br

GD Star Rating
loading...

Governo do MT divulga relação de candidatos para os cargos de Nível Superior

O Governo do Estado divulgou nesta segunda-feira (01.02), a relação dos candidatos inscritos no Concurso Público de Mato Grosso para o Nível Superior, que será realizado no dia 21 de março.

Todos os candidatos aos cargos de Nível Superior devem conferir se não há erro na inscrição e se o nome consta na lista que está disponível no site oficial do concurso público (www.concurso.mt.gov.br) e no site da Secretaria de Estado de Administração (SAD): www.sad.mt.gov.br. A relação também será publicada no Diário Oficial Eletrônico hoje à tarde.

Na lista, constam informações sobre o nome, inscrição do candidato, CPF, cargo, cidade na qual o candidato irá fazer a prova, cidade em que ele está concorrendo à vaga, e se ele é Portador de Necessidades Especiais (PNE) ou não.

Caso o candidato se certifique de algum erro ou simplesmente não encontre o nome na lista, deverá dar entrada ao pedido de retificação.

A solicitação deverá ser feita através do preenchimento de um formulário específico disponível no site da SAD. O concorrente terá o prazo de 01 a 05 de fevereiro para preencher o formulário e protocolá-lo, pessoalmente, junto à SAD. O procedimento poderá ser feito somente em horário comercial, das 8h às 12h e das 14h às 18h.

O candidato que não puder comparecer deverá encaminhar o documento através dos Correios, utilizando o serviço de Aviso de Recebimento (AR) ou SEDEX, para o endereço: Secretaria de Estado de Administração (SAD)/ Superintendência de Gestão de Pessoas/Coordenadoria de Provimentos/Gerência de Recrutamento e Seleção – Centro Político Administrativo – CPA, Palácio Paiaguás, Bloco III, Cuiabá, MT, CEP. 78050-970.

Vale lembrar que o candidato não deve se esquecer de anexar junto ao requerimento o documento comprovando o erro nos dados.

Mas atenção, os formulários somente serão aceitos se forem enviados dentro do prazo estipulado, considerando a data do protocolo ou do carimbo da agência dos Correios. Será aceito somente um requerimento por protocolo ou envelope.

PROVAS

Ao todo 66.297 pessoas se inscreveram para concorrer a 4.346 vagas entre os 16 cargos oferecidos. As provas estão marcadas para o dia 21 de março de 2010.

Os inscritos para os cargos de Delegados, Perito Criminal, Gestor e Auditor farão as provas em dois períodos. Com início às 8h (horário local) as provas objetivas e às 14h (horário local) serão realizadas as provas dissertativas. Os concorrentes aos demais cargos de nível superior farão as provas somente no período da manhã, ou seja, às 8h (horário de Mato Grosso).

As provas serão aplicadas em 16 cidades pólos espalhadas por todo Mato Grosso, contanto com Cuiabá e Várzea Grande.

Original em: http://www.odocumento.com.br

GD Star Rating
loading...