Concurso: mais 3 convocados para curso de perito

Outros três candidatos, sendo um ao cargo de Perito Criminal para Sinop e dois para o cargo de Técnico em Necropsia para Rondonópolis, foram convocados para a realização da Segunda Fase do Concurso Público de Mato Grosso, correspondente ao Curso de Formação. 

Os convocados deverão se apresentar para realizar a matrícula no dia 27 de setembro, em horário comercial na sede da Politec, localizada na Avenida Gonçalo Antunes de Barros, n. 3245, Bairro Carumbé, em Cuiabá (MT). O telefone para contato é o (65) 3613-1234. 

Os candidatos deverão observar as normas e procedimentos para a realização da Segunda Etapa do concurso, constantes no Edital Complementar de nº 35, publicado no dia 21 de julho deste ano. Eles também terão que apresentar os documentos necessários, também previstos no edital complementar de nº 35 para a matrícula no Curso de Formação. Aquele que não apresentar os documentos ou não comparecer no dia de matrícula será eliminado do concurso. 

Os convocados são: Cargo: Perito oficial criminal – Sinop (Biologia, Farmácia, Física, Matemática, Química) 
Edson Gomes dos Santos 

Cargo: Técnico em necropsia – Rondonópolis 
nível médio- 
Niuva Santos de Carvalho 
Ana Maria Misael Garcia

Original em: http://www.gazetadigital.com.br

GD Star Rating
loading...

Prova de Título de Especialista em Medicina Legal

Prova de Título de Especialista em Medicina Legal

Atenção para o prazo de inscrição!

Os interessados em realizar a prova para obtenção do Título de Especialista em Medicina Legal devem se inscrever até o dia 27 deste mês de setembro.

O concurso acontecerá durante o XXI Congresso Brasileiro de Medicina Legal, a se realizar em Cuiabá-MT, de 27 a 29 de outubro.

As normas para Realização de Concurso para Título de Especialista em Medicina Legal são estabelecidas pelo convênio ABML/AMB/CFM.

Saiba o que é necessário para realizar sua inscrição:

DOCUMENTOS PARA INSCRIÇÃO:

1 – Ficha preenchida com os dados de identificação;

2 – Curriculum vitae de acordo com modelo incluído no edital;

3 – Comprovante de depósito em Conta Corrente 400.610-0, Agência 2945-9 do Banco do Brasil em favor da Associação Brasileira de Medicina Legal no valor de R$380,00 (trezentos e oitenta reais) correspondente à taxa de inscrição.

4 – Cópia do CRM definitivo

5 – Documento comprovando ter exercido pelo menos uma das atividades descritas a seguir:

a) Exercício profissional em Medicina Pericial em uma ou mais de suas áreas tais como penal, cível, trabalhista, administrativa, securitária, ética e auditorias médicas por um período de pelo menos duas vezes o período exigido pela Residência, ou seja, pelo menos 6 (seis) anos; 
b) Professor de Medicina Legal há pelo menos, quatro anos;
c) Ter feito Treinamento teórico-prático reconhecido pelo Ministério da Educação e ratificado/chancelado pela ABML e com duração equivalente à Residência Médica; 
d) Ter feito Residência em Medicina Legal em Serviço reconhecido pelo Ministério da Educação e ratificado/chancelado pela ABML.
Os Documentos enumerados deverão ser enviados para Associação Brasileira de Medicina Legal, SEP Sul 705/905 Bloco C, Edifício Mont Blanc, sala 219, Fone/Fax 61-3242-7686 – CEP 70390-055 Brasília – DF, preferencialmente através de SEDEX, num período entre 90 (noventa) e 30 (trinta) dias antes do dia da prova.

INSCRIÇÕES FORA DESTE PERÍODO NÃO SERÃO ACEITAS.

CLIQUE AQUI e tenha acesso ao EDITAL DO CONCURSO.

Recebido por e-mail.

GD Star Rating
loading...

Incêndio destrói maior supermercado de Matupá

A estimativa é de que 85% dos produtos da loja foram queimados.

O maior supermercado do município de Matupá pegou fogo na madrugada de hoje. O incêndio teria começado por volta das cinco horas da manhã destruiu praticamente todo o prédio. Não houve feridos.

A Casa Aurora Supermercados possui duas lojas em Matupá, o fogo atingiu a maior loja e mesmo com ajuda de moradores e funcionários, poucos alimentos e maquinários foram retirados. A maioria se perdeu e a estimativa é de que 85% dos produtos foram queimados.

A cidade não possui corpo de bombeiros, e segundo informações da Polícia Civil, a brigada mais próximo fica em Sinop. Por isso, 03 caminhões-pipa da prefeitura foram chamados para tentar combater o incêndio.

Mais de 120 pessoas trabalhavam no local que tem mais de 2 mil metros. A empresa não informou que medidas irá tomar em relação à esses funcionários. O gerente da unidade, Silva Ferreira, informou que há hipótese de conceder férias coletivas.

As causas do incêndio começam a ser investigadas. Peritos do Instituto de Criminalística de Sinop devem ir ainda hoje ao local para apurar o que causou o incêndio.

Original em: http://www.expressomt.com.br

GD Star Rating
loading...

Segurança Pública de Rondônia e Mato Grosso Fazem parceria formal no combate e repressão ao crime

O Termo de Cooperação Interestadual entre os Estados de Rondônia e de Mato Grosso, é um marco importante na atuação da Secretária de Segurança Defesa e Cidadania do Estado de Rondônia (SESDEC). O evento de assinatura do documento entre o secretário de Segurança Pública Defesa e Cidadania de Rondônia, tenente coronel PM Evilásio Silva Sena Junior e o Secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública de Mato Grosso, Diógenes Curado Filho, ocorreu na última terça feira, em Vilhena.
O Documento tem por objetivo o desenvolvimento integrado dos dois Estados nas ações policiais preventivas e repressivas, como ainda nas atuações ostensivas e investigativas nas atividades da Polícia Civil e Militar, Corpo de Bombeiros e Perícia Oficial.

“A união dos Estados vai fundir a estratégia de operações conjuntas, principalmente nas regiões de fronteira, facilitando consultas de banco de dados sobre criminosos, mandados de prisão, bem como a criação de núcleos de ação contra drogas nas delegacias regionais, disposição de pessoal e equipamentos, viaturas e armamento durante operações integradas, são apenas alguns dos acordos citados no Termo de Cooperação, envolvendo ainda a troca de vagas em Curso de Formação e Especialização na área da Segurança e Trabalho Operacional e de Inteligência em Conjunto”, disse o major PM Wankley Correa Rodrigues, Secretário Executivo do Gabinete de Gestão Integrada de Mato Grosso, em seu breve relato sobre o objetivo do Documento.

De acordo com o Secretário de Segurança Pública Defesa e Cidadania do Estado de Rondônia, tenente coronel PM Evilásio Silva Sena Junior, “a agilidade das policiais, que estamos conquistando com esse passo firmado entre os dois Estados é fundamental quando nas situações de fechamento de barreiras ou divisas fronteiriças e nos casos em que a operações exigir uma rápida e eficaz ação”, afirma.

O Termo também permite a expedição de carta precatória entre os delegados regionais de ambos estados nas cidades competentes da região de fronteira no combate ao crime organizado, e a utilização de serviços de Perícia Oficial para fins de sequência investigativa, bem como salvamentos e combate a incêndios pelo Corpo de Bombeiros Militar, visando à preservação da vida e patrimônio.

“Esse Documento vem firmar o que estamos fazendo na prática há algum tempo, representando um novo tempo na união de esforços dos dois Estado no Combate á Violência, além da parceria que é de suma importância no combate ao tráfico de drogas e armas. Mato Grosso e Rondônia tem os mesmos problemas, enfrentam as mesmas dificuldades em relação à segurança pública. Sabemos que muitas vezes o crime que ocorre no nosso Estado migra para Mato Grosso e, com nossos serviços de inteligência trabalhando em conjunto, nosso trabalho de combate e repressão ao crime ganha mais poder agindo juntos nas prisões e operações”, falou Sena

Sena lembrou ainda a experiência exitosa de Mato Grosso com o Grupo Especial de Segurança de Fronteira (Gefron). “Estamos criando em Rondônia essa polícia especializada e vamos unir forças para aprender com a experiência desse grupamento, que é modelo a nível nacional para criação do Policiamento Especializado de Fronteira (Pefron)”, ressaltou.

O delegado, Diógenes Curado Filho, secretário de Justiça e Segurança Pública do Estado do Mato Grosso, em seu discurso ressaltou que agora as duas frentes de Segurança dos Estados, estão legalizando em documento o que já vinham desempenhando de maneira informal.

“Através desse Termo, que é abrangente, vamos começar a elaborar os convênios específicos para a realidade de cada uma das instituições ligadas à segurança pública, para que cada uma delas possa trocar informações do que está sendo feito em seu Estado, numa ajuda mútua”, disse o secretário do Estado do Mato Grosso completando que, “é importante destacar que temos uma fronteira extensa entre Mato Grosso e Rondônia, que necessita de uma atuação conjunta na área da segurança pública. Precisamos dessa integração e era necessário que ela fosse institucionalizada”.
Diógenes Curado Filho fez questão ainda de ressaltar a atuação conjunta entre as polícias de Rondônia e Mato Grosso na elucidação do último assalto a banco ocorrido no município de Comodoro. “Esse é um dos exemplos positivos dessa parceria. Tivemos apoio da polícia de Vilhena, Ji-Paraná e ainda da polícia do Pará nessa ocorrência e conseguimos, por meio de uma ação rápida e integrada, prender todos os envolvidos no caso”, disse.

A principal missão do Termo de Cooperação Interestadual é proporcionar à sociedade dos dois Estados uma segurança pública efetiva e de qualidade com grau elevado de excelência. A articulação entre as instituições ficará a cargo do Gabinete de Gestão Integrada (GGI) de cada Estado.

Além dos respectivos secretários, assinaram também o Termo de Cooperação os representantes de cada instituição ligada à segurança pública de Mato Grosso e Rondônia, estiveram presentes na solenidade ocorrida no auditório do Tribunal de Contas de Vilhena, para assinar o Termo, a comandante da Polícia Militar de Rondônia, coronel Angelina dos Santos Ramires, Diretor Geral de Polícia Civil de Rondônia, delegado Túlio Anderson da Costa, coronel BM Vilson Vladimir Wottrich representando o comando Geral do Corpo de Bombeiros de Rondônia, coronel PM Osmar Lino de Farias, comandante geral da Polícia Militar de Mato Grosso, delegado Paulo Rubens Vilela, Diretor Geral da Polícia Judiciária do Mato Grosso, coronel BM Carlos Alexandre Rodrigues Coronel, Comandante Geral do Corpo de Bombeiro Militar de Mato Grosso, perito Rubens Fadao Okada, Diretor Adjunto da Perícia Oficial Identificação Técnica do Estado do Mato Grosso e perito criminal Orlando Médice Junior, Diretor do Departamento de Perícia Técnica e Científica do Estado de Rondônia.

Ao final da solenidade, o secretário Diógenes Curado Filho, recebeu das mãos do secretário de Estado de Segurança, Defesa e Cidadania de Rondônia, tenente coronel PM Evilásio Silva Sena Júnior, a comenda “Governador Jorge Teixeira de Oliveira”, pelos relevantes serviços prestados à segurança pública de Rondônia.

Original em: http://www.rondoniaovivo.com/

GD Star Rating
loading...

“Nos próximos dias revelaremos quem matou Eiko”

Delegado diz que haverá surpresas; prisão preventiva dos envolvidos está prestes a ser decretada

Delegado Márcio Pieroni, que está perto de desvendar o assassinato de Eiko Uemura (desteque)

O mistério que envolve o assassinato da estudante Eiko Uemura está prestes a ser revelado à sociedade, uma vez que o inquérito que investiga o crime está em sua fase final. A informação é do delegado responsável pelas investigações, Márcio Pieroni, da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Com a autoria e materialidade do crime desvendadas, o delegado deve solicitar, nos próximos dias, a prisão do autor e dos envolvidos no assassinato da estudante. “Nos próximos dias, deveremos esclarecer o caso que envolve o assassinato da Eiko, e o resultado trará surpresas à sociedade”, afirmou Pieroni.

Existem três suspeitos de terem cometido o crime, entre, eles o ex-amante da jovem, o advogado Sebastião Carlos Araújo Prado.

Ele foi apontado como suspeito de ter assassinado a jovem, após a polícia descobrir que a estudante tinha a intenção de fazer uma procuração, dando amplos poderes a Prado. Além disso, ela entregou ao ex-amante várias jóias, que teriam sido furtadas do cofre da casa onde ela morava com uma filha do empresário do setor de hortifrutigranjeiros Júlio Uemura, tio da jovem.

Segundo Pieroni, a conclusão do inquérito depende apenas da resposta de umas ponderações feitas por ele ao Laboratório Forense de Cuiabá, sobre o último exame de DNA do material colhido no carro do ex-amante de Eiko, em uma perícia realizada pela Polícia Federal do Acre.

Conforme o laudo da PF, foram apreendidos fios de cabelo no banco do passageiro, no traseiro e no porta-malas, e que, na época, se deduzia que seriam de Eiko.

O exame foi refeito em Minas Gerais, após ter sido “manipulado”, segundo Pieroni, pelo de Laboratório de DNA Forense da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

O primeiro laudo foi desconsiderado pelo delegado, após detectar um “erro” no resultado da análise, que apontou que o dente e os cabelos analisados haviam dado XY (masculino), ao invés de XX (feminino).

O resultado do novo laudo não foi divulgado, uma vez o inquérito corre em segredo de Justiça. Além disso, o laudo é considerado a prova técnico-científica que indica a autoria do assassinato.

Entenda o caso

No início das investigações, a Polícia Civil acreditava em suicídio, mas, após exumação do corpo da jovem, ficou comprovado, por meio de perícias e laudos técnicos, que ela foi espancada, torturada e, na sequência, brutalmente assassinada.

Depois, foi jogada no Portão do Inferno, a 40 km de Cuiabá, na região do Parque Nacional de Chapada dos Guimarães. O corpo de Eiko foi encontrado no dia 29 de abril de 2009.

Eiko foi assassinada pouco tempo depois de ser denunciada como “laranja” no suposto esquema criminoso no ramo de hortifrutigranjeiros, que seria liderado pelo tio, Júlio Uemura. Ele foi preso durante a “Operação Gafanhoto”, coordenada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado, em março do ano passado. A denúncia aconteceu no começo de abril de 2009.

Eiko Uemura era dona da empresa Eikon Atacado de Alimentos, que, segundo o Gaeco, seria utilizada pela Organização Uemura para realizar os crimes. O grupo seria especializado em aplicar golpes financeiros no comércio de Cuiabá e de várias cidades de Mato Grosso.

Original em: http://www.midianews.com.br

GD Star Rating
loading...

Peritos devem averiguar processos da Sema

O governador Silval Barbosa solicitou a inclusão de peritos da Superintendência de Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec) para compor uma equipe que vai averiguar os 68 processos de Plano de Manejo Florestal Sustentável, investigados pela Polícia Federal durante a operação Jurupari.

Os processos, que se encontram sob responsabilidade da Superintendência de Gestão Florestal da Secretaria de Meio Ambiente (Sema) serão encaminhados, a pedido do secretário de Meio Ambiente, Alexander Torres Maia, à Polícia Militar ainda nesta sexta-feira (28). Após isso, eles serão lacrados por peritos da Politec, e reabertos para avaliação dos documentos pelos peritos oficiais do Estado, entre eles papiloscopistas, engenheiros florestais, e outros.

O secretário de Meio Ambiente ressalta ainda que a ação será realizada com o objetivo de averiguar se houveram irregularidades durante a liberação dos Planos, e qual a abrangência caso essas se confirmem. (Com secom-MT).

Original em: http://www.gazetadigital.com.br

GD Star Rating
loading...

Lei Estadual transforma Superintendência da Politec em Diretoria

A partir desta quarta-feira (28.04), a Perícia Oficial e Identificação Técnica de Mato Grosso (Politec) passa de Superintendência à Diretoria. A nova estrutura da Politec está prevista na Lei Complementar nº 391 de 27 de abril de 2010, sancionada pelo Governo do Estado e publicada no Diário Oficial que circulou ontem. A Lei dispõe sobre a institucionalização, organização, competência e estrutura da Politec, e atende um dos objetivos do Plano de Ações da Segurança (PAS), lançado recentemente pelo Governo do Estado.

Uma das 15 metas do PAS – o Programa de Desenvolvimento da Politec – tem objetivo de modernizar a Perícia Oficial e Identificação Técnica do Estado, adequando a estrutura organizacional; ampliando novos setores especializados e dotando de pessoal e equipamentos de tecnologia avançados necessários a setorização das perícias; e implantar os serviços de criminalística nos pólos da Politec de Tangará da Serra, Pontes e Lacerda, Alta Floresta, Água Boa e Primavera do Leste.

A Perícia Oficial e Identificação Técnica é responsável por realizar os serviços de perícias de criminalística, de Medicina Legal e odontologia Legal no Estado, fundamentados no conhecimento técnico-cientifíco, além da identificação civil e criminal, visando atender a sociedade e a Justiça.

Antes da Lei, a Politec era composta, em Cuiabá, por quatro coordenadorias: de Laboratório Forense, a de Medicina Legal, de Criminalística e de Identificação, além de uma Coordenadoria Geral de Unidades do Interior, sendo esta, por sua vez, subdividida em coordenadorias e gerências situadas nos pólos que contam com a estrutura da Politec.

Pela Lei Complementar nº 391, as antigas coordenadorias se transformam em Diretorias Metropolitanas. Entre as gerências da Diretoria Metropolitana de Medicina Legal, por exemplo, a Gerência de Perícias em Vítimas de Violência Sexual e de Gênero deve atender, de forma humanizada, as vítimas desse tipo de violência.

Outros órgãos também compõem a nova estrutura da Perícia Oficial e Identificação Técnica, como órgãos de decisão colegiada; órgão de direção superior; órgão de apoio estratégico e especializado como a Corregedoria Geral da Politec, Ouvidoria, Coordenadoria de Garantia de Qualidade e Gerência de suporte a grupos e projetos de pesquisa, sendo esta última ligada diretamente à Coordenadoria de Formação Profissional.

“As atividades de pesquisa interferem na possibilidade de se realizar uma perícia. Existem pesquisas que precedem a possibilidade de realização da perícia, como as de entomologia forense e de DNA. No caso de Mato Grosso foi desenvolvida pesquisa científica – Freqüências Alélicas presentes no DNA dos indivíduos da população do Estado de Mato Grosso – para implantação do laboratório de DNA”, explicou a diretora da Politec, Patrícia de Cássia Valério Fachone.

Segundo ela, um dos pontos mais importantes da Lei é o apoio da Coordenadoria de Formação Profissional. “O conhecimento para o perito criminal é o principal instrumento de trabalho. A Politec trabalha com diversas áreas do conhecimento, como Medicina Legal, Engenharia Legal, Química Forense, Biologia Forense, entre outras, e até então não tínhamos pessoa dedicada a cuidar da formação e capacitação profissional dos peritos. Agora esse setor terá uma atenção maior para organizar cursos e toda uma estrutura voltada para formação”, disse.

A diretora afirma que a Coordenadoria de Garantia de Qualidade é outro ponto importante criado pela Lei. “A coordenadoria será competente para gerir o processo de certificação e acreditação de serviços periciais como normas nacionais (ABNT) e internacionais (ISO). É um salto de qualidade que a longo prazo vai qualificar ainda mais os serviços da Politec”, explicou. No Brasil há apenas um organismo que procede a acreditação: o Inmetro.

Outro setor criado pela Lei Complementar é a Coordenadoria de Informações Institucionais. “A análise de dados e informações previamente sistematizadas é o escopo da atuação, e é importante para o sistema de Segurança Pública e Justiça Criminal como um todo”, explicou a diretora.

Conforme Patrícia Fachone, a nova estrutura organizacional da Politec visa contribuir para padrões de excelência nos serviços de ciência forense, garantindo a melhoria do atendimento nos serviços periciais.

“Essa Lei representa uma etapa no fortalecimento da perícia, pois para isso a Politec precisa de uma estrutura organizacional que permita a expansão do serviço para excelência na qualidade com conseqüente incremento da credibilidade da instituição”, completou a diretora. “É importante enxergar a perícia oficial como operadora imparcial da prova técnica, e nesse sentido como mecanismo a consignação da Justiça”, finalizou.

Original em: http://www.odocumento.com.br

GD Star Rating
loading...

Sejusp abre inscrição para curso na área de Documentoscopia e Perícia Contábil

Estão abertas as inscrições para o 11º Seminário Nacional de Documentoscopia e o 3º Seminário Nacional Perícia Contábil realizados pela Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) por meio da Perícia Oficial e Identificação Técnica, em parceria com o Sindicato dos Peritos Oficiais Criminais. Os encontros acontecem entre os dias 11 a 14 de maio, no Hotel Fazenda Mato Grosso, em Cuiabá.

Capacitar, atualizar e aprimorar os conhecimentos técnico-científicas dos profissionais da área, incentivar a pesquisa cientifica da Perícia Criminal e divulgar a produção cientifica da perícia criminal nas áreas de Documentoscopia e Contábil são alguns objetivos dos eventos. O público alvo dos encontros são Peritos Criminais, Promotores de Justiças, Juízes, Defensores Públicos, Delegados, Advogados, Policiais Federais, Civis e Militares, pesquisadores e acadêmicos e demais profissionais que atuam na área da Documentoscopia e Contábeis.

A taxa de inscrição para peritos sócios da ABC e SBML é de R$ 300,00, para peritos não sócios e outros profissionais o valor é de R$ 400,00 e para os estudantes o investimento é de R$150,00. O pagamento da taxa deve ser feito por meio de deposito para o Banco do Brasil na Agência 2128-8 e Conta Corrente 19919-2 em nome do Seminário de Documentoscopia e Perícia Contábil/ AAPC Oficiais EST MT.

A copia do comprovante de deposito deverá ser enviada para o e-mail, seminariocuiaba2010@hotmail.com ou pelo FAX (65) 3622 1399, com a identificação e e-mail do interessado.

Também estão sendo feitas as inscrições para a apresentação de trabalhos científicos na área de Documentoscopia e Perícia Contábil. Para saber como participar da exposição os interessados devem acessar o site www.abcperitosoficiais.org.br.

Para mais informações os interessados devem entrar em contato com o Sindicato dos Peritos Oficiais Criminais no telefone 3622 1399 ou no site www.abcperitosoficiais.org.br.

Original em: http://www.circuitomt.com.br

GD Star Rating
loading...

Central de Inquéritos do MP cumpre calendário de visitas às unidades policiais

Os promotores de Justiça que atuam na Central de Acompanhamento de Inquéritos e Controle Externo da Atividade Policial começaram nesta segunda-feira (26/04) a cumprir uma agenda de visitas às unidades policiais e de perícia técnica. Pretende-se, com a iniciativa, garantir uma maior aproximação dos delegados, verificar os principais problemas existentes nas delegacias e propor soluções conjuntas.

A primeira visita foi realizada na sede da Politec (Perícia Oficial e Identificação Técnica do Estado de Mato Grosso). Além de percorrer todos os setores, conhecendo a estrutura existente no local, os promotores de Justiça também ouviram dos peritos as principais reclamações e sugestões para garantir agilidade na prestação dos serviços referentes à realização de perícias técnicas.

Foi discutido, por exemplo, uma forma para garantir a priorização de perícias que envolvam réus presos. Embora exista um modelo de requisição que discrimina a situação do réu, vários pedidos feitos pelos delegados que chegam à Politec não traz esta informação. Nos próximos dias, os promotores de Justiça pretendem se reunir com a diretoria da Polícia Civil para discutir o assunto.

Outro problema apontado foi o número reduzido de peritos. “Priorizamos as perícias referentes aos casos mais urgentes, mas, mesmo assim, não estamos conseguindo atender a demanda prioritária”, informou a superintendente de Perícia Oficial e Identificação Técnica, Patrícia de Cássia Valéria Fachone.

Durante a visita, os promotores de Justiça também conheceram o projeto arquitetônico para um novo complexo, denominado “Politec para a Copa”. A proposta é reunir todas as coordenadorias da Politec em um só lugar. Com área total de 9.665, 20 m2, o projeto está orçado em R$ 30 milhões e foi elaborado com a participação de toda a equipe.

Estiveram na Politec, os promotores de Justiça Reinaldo Rodrigues Oliveira Filho, Fânia Helena Oliveira de Amorim e Márcia Borges Silva Campos Furlan. A visita foi acompanhada pelo coordenadores de Criminalística, Rubens Okada; de Medicina Legal, Jorge Caramuru; de Laboratório Forense, Alessandra Alves; pela gerência de Perícia Externa, Pierri Biancardini e pelo perito oficial, Rubem Toebe.

De acordo com o calendário de visitas elaborado pela Central de Acompanhamento de Inquéritos e Controle Externo da Atividade Policial as próximas unidades a serem visitadas serão a Polinter, Ciscs e a Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção a Pessoa (DEHPP).

Original em: http://www.odocumento.com.br

GD Star Rating
loading...

Como não cair no ‘conto do vigário’

Especialista está em Cuiabá ensinando comerciantes e consumidores a não se tornarem vítimas de golpistas; palestra será na CDL

O professor Arnaldo Ferreira dos Santos: cuidados que podem evitar o pior

Quer aprender a identificar e fugir de golpes, fraudes e dos falsos seqüestros que têm apavorados muitas famílias? A convite da Câmara de Dirigentes Lojistas de Cuiabá (CDL), o professor Arnaldo Ferreira dos Santos, especialista em grafoscopia e documentoscopia, está na capital ministrando cursos para empresários e consumidores.

Hoje, a partir das 18h30, na sede da CDL, no cruzamento da Avenida Getúlio Vargas com a rua Marechal Deodoro, Santos ministrará a segunda palestra da viagem a Cuiabá.

Ontem, dezenas de empresários e comerciários apreenderam a identificar notas de dinheiro falsas, a identificar cartões clonados e até canetas usadas para preencher cheques com tinta falsa que faz a letra desaparecer para que o documento possa ser usado na aplicação de golpes.

“Dono” de mais de 100 identidades, oito passaportes e dezenas de cartões de crédito, o especialista mostra como é fácil ser várias pessoas, das mais diversas profissões, quando alguém de embrenha no mundo da criminalidade.

Professor de academias de polícia de estados como São Paulo, Santa Catarina e Paraná, Arnaldo Ferreira dos Santos, que é advogado criminalista e perito da Polícia paranaense, diz que a boa-fé, ingenuidade, desinformação e o julgamento pela aparência são os ingredientes que fazem o sucesso dos falsários.

“Na dá para imaginar que alguém que ganhou um prêmio de R$ 40 mil vai vender o bilhete premiado por R$ 3 mil”, exemplifica o especialista, lembrando que mesmo assim milhares de pessoas ainda caem no golpe do “Bilhete Premiado”, um dos mais antigos.

Não alimentar a conversa com pessoas que oferecem prêmios, telefonam ou passam mensagem sobre premiações inesperadas é um bom começou para não cair em golpes, diz. O máximo que se deve fazer, se a abordagem ocorrer na rua ou em casa, é observar a fisionomia dele para que possa denunciá-lo à polícia. “Se você não caiu, outra pessoa cairá”, frisou.

Santos citou alguns truques e cuidados que lojistas e consumidores podem adotar para se prevenir de golpes que estão sendo ensinados no curso. Escrever no cartão de crédito a frase “favor exigir identidade”, usando caneta com tinta especial, daquelas usadas para fazer anotações em CDs, pode inibir o uso em caso de furto.

Já no caso de cheques, não aceitar o preenchimento em máquinas próprias, como as que existem em grades lojas pode evitar truques que fazem a tinta sumir. Conforme ele, há uma técnica que utiliza o micro-ondas para apagar o valor do cheque para, assim, torna-lo, literalmente, um cheque assinado em branco. Mais Informações sobre a palestra: (65) 36151583/1503/1582.

Original em: http://www.diariodecuiaba.com.br

GD Star Rating
loading...