No dia do Perito Criminal, Coronel David reforça luta por melhorias à categoria em MS

O parlamentar solicitou ao Governo do Estado a realização de concurso público para aumentar o efetivo

O deputado estadual Coronel David (PSC) parabeniza nesta segunda-feira (4) os profissionais que atuam como Peritos Criminais Oficiais em Mato Grosso do Sul. A data homenageia a atividade dos profissionais que são responsáveis pelo levantamento de evidências que possam solucionar a cena de um crime, como impressões digitais, exame de provas laboratoriais específicos em objetos encontrados, reconstituição da cena do crime, análise das armas utilizadas, exames no corpo da vítima, entre outras investigações.
“Essa data é importante para lembrarmos quanto o trabalho do perito criminal é essencial na resolução de crimes, seja comprovando a materialidade e a autoria dos delitos, ou garantindo a inocência dos acusados, fazendo prevalecer a Justiça”, pontuou Coronel David.
Em apoio à categoria, Coronel David atendeu as reivindicações do sindicato dos Peritos Oficiais Forenses de Mato Grosso do Sul e pediu a realização de Concurso Público para aumentar o quadro de peritos criminais, peritos médico-legistas e agentes de polícia científica. No documento encaminhado ao governador Reinaldo Azambuja e ao secretário de segurança José Carlos Barbosa, o parlamentar solicita a contratação de pessoal e a viabilidade da realização do certame, visando suprir a deficiência de servidores para as funções de perito criminal, perito médico-legista e agente de polícia científica, em MS.

Original emhttp://www.msnoticias.com.br/

GD Star Rating
loading...

Governo aponta parceria com setor privado para sanar problemas na Politec

A secretaria estadual de Segurança Pública (Sesp) explica que tem firmado parcerias com o setor privado para conseguir sanar os problemas estruturais das instituições ligadas ao governo. A informação surge após anúncio de paralisação dos peritos oficiais do Estado, na próxima segunda (4), bem como indicativo de greve por tempo indeterminado a partir de 11 de dezembro.

Peritos anunciam paralisação por melhores condições de trabalho

A categoria reivindica pagamento do salário e melhores condições de trabalho, principalmente no interior. Conforme a Sesp, devido à dificuldade em que o governo atravessa estes acordos são necessários. Para amenizar a situação está prevista a construção de um novo prédio para a Diretoria Metropolitana de Medicina Legal em Cuiabá.

O mesmo modelo foi estendido para algumas unidades do interior, a exemplo da Coordenadoria Regional de Barra do Garças, que está finalizando uma ampla reforma, resultado de parcerias com o Ministério Público e Conseg. Em Pontes e Lacerda o projeto para início da construção foi finalizado, e em Rondonópolis está em processo um modelo de aluguel sob medida.

Sobre o fornecimento de materiais e equipamentos para os trabalhos periciais, a Politec ressalta que a manutenção dos equipamentos para a realização dos exames de alcoolemia está em trâmite junto à Sesp.

Já com relação aos exames de toxicologia a partir da urina o contrato para fornecimento de reagentes está em trâmites finais. Quanto a outra parte dos exames de toxicologia, a secretaria informa que sucessivos processos de aquisição para manutenção e compra de insumos foram fracassados devido à especificidade das empresas que não atenderam aos requisitos exigidos. Um novo processo será reaberto no orçamento do Plano de Trabalho Anual de 2018.

Na área de recursos humanos, a Politec está em processo de finalização do concurso público para os cargos de papiloscopista e técnico em necropsia, cuja homologação final está prevista para 22 de dezembro. Em fevereiro deste ano, a Politec realizou a contratação de 22 técnicos em necropsia para 10 municípios.

A Sesp ainda informa que o processo de atualização do lotacionograma para os cargos de peritos criminais está em andamento na Casa Civil, para ser enviado à votação na Assembleia. Também está em andamento o processo de convocação de quatro peritos criminais para a reposição das vagas disponíveis no lotacionograma atual, por decorrência de aposentadorias.

Original em:http://www.rdnews.com.br/policia/

GD Star Rating
loading...

Peritos realizam mobilização e cobram melhores condições

Já é tradição em Mato Grosso comemorar o Dia Nacional do Perito Criminal doando sangue. Em 2015, nesta sexta-feira, o ato de solidariedade ocorrerá entre às 8h e às 17h no pátio da Politec.

No período da tarde, entretanto, os peritos criminais devem paralisar suas atividades, reivindicando melhores condições de trabalho.

O dia de mobilização está sendo organizado pelo Sindicato dos Peritos Oficiais Criminais de Mato Grosso (Sindpeco/MT). “Estamos passando por um momento delicado, enfrentando uma série de dificuldades estruturais no ambiente de trabalho na capital e no interior. Precisamos nos manter unidos para conseguir conquistar nossas reivindicações”, afirma o presidente da entidade, Alisson Trindade.

O perito criminal é o responsável por elaborar laudos periciais, documentos fundamentais na elucidação de crimes diversos: contra a vida, contra patrimônio, contra o meio ambiente, crimes de trânsito, entre outros.

Da Redação

Original em: http://www.folhamax.com.br

GD Star Rating
loading...

Moradores encontram ossada em terreno no Cacau Pirêra

Peritos vão fazer exame de antropologia forense na ossada, para saber o sexo e a data aproximada da morte

Manaus – Uma ossada humana foi encontrada no fim da tarde desta quinta-feira, dentro de um terreno particular, no Distrito do Cacau Pirêra, em Iranduba a 28 quilômetros de Manaus. Os peritos do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Civil (PC), informaram que um exame de antropologia forense será feito na ossada para identificar o sexo e a data aproximada da morte.

A equipe de investigação do 31º Distrito Integrado de Polícia (DIP) de Iranduba, relatou que moradores da área pescavam em um igarapé que fica dentro do terreno particular, ao encontrarem o corpo, acionaram os policiais militares da 8ª Companhia Independente da Polícia Militar (CIPM) do município.

Os peritos do IC informaram, ainda, que no terreno onde a ossada foi encontrada, ocorreu um incêndio há cerca de três meses, o que pode ter facilitado a decomposição do cadáver. A ossada foi removida para o Instituto Médico Legal (IML).

O exame de antropologia forense na ossada deve ficar pronto em até 30 dias, segundo informações da equipe de perícia do Instituto de Criminalística.

Por: Jucélio Paiva – DEZ Minutos /

Original em: http://new.d24am.com

GD Star Rating
loading...

Peritos do Renato Chaves encerram greve, no Pará

Greve da categoria durou 2 meses.
Peritos irão aguardar criação de política de remuneração prometida pela Sead.

Na última terça-feira (27), os peritos do Centro de Perícias Renato Chaves decidiram encerrar a greve da categoria, que já durava dois meses.

Em assembleia, eles resolveram aguardar até o mês de março do ano que vem a elaboração de uma política de remuneração diferenciada, proposta pela Secretaria de Administração do Estado (Sead).

A greve dos peritos começou no dia 18 de agosto em todo o Pará. Eles reivindicavam aumento salarial, realização de concurso público e melhores condições de trabalho. De acordo com a Associação de Peritos Oficiais do Pará, o efetivo seria de 372 profissionais, número considerado insuficiente para atender o estado, o que estaria sobrecarregando os trabalhadores.

Do G1 PA

Original em: http://g1.globo.com

 

GD Star Rating
loading...

Estado de São Paulo ganha 76 novos peritos criminais

O Estado de São Paulo acaba de ganhar mais 76 peritos criminais de 3ª classe que vão atuar em unidades do Instituto de Criminalística (IC) da Polícia Técnico-Científica.

Desse total, 12 serão destinados para a Capital e mais 12 para a Região Metropolitana de São Paulo. Os outros 52 atuarão em núcleos de perícias criminalísticas de 11 regiões do interior: Araçatuba (6), Araraquara (3), Bauru (4), Campinas (10), Marília (4), Presidente Prudente (6), Ribeirão Preto (2), São José dos Campos (6), São José do Rio Preto (4), Santos (4) e Sorocaba (3).

A contratação faz parte do programa São Paulo Contra o Crime, que foi lançado em maio do ano passado pelo governador Geraldo Alckmin. A iniciativa prevê a contratação de 3.981 novos policiais civis e técnico-científicos, na maior contratação já feita na história das duas instituições.

No total, são 160 novos peritos desde o início deste ano, pois outros 84 foram classificados em fevereiro [pôr link].

Os 76 peritos criminais, aprovados em concurso público, passaram por três meses de curso de formação na Academia de Polícia Civil Dr. Coriolano Nogueira Cobra (Acadepol).

O perito criminal realiza levantamentos em locais de crime, pesquisas e variados tipos de exames. Os laudos produzidos pelo profissional fornecem elementos e provas técnicas e científicas a inquéritos policiais, ajudando no esclarecimento de crimes.

Além das últimas contratações, está em andamento um concurso para peritos criminais com 447 vagas em aberto. Com isso, serão 607 novos peritos no Estado de São Paulo.

SP Contra o Crime

Na Polícia Civil, serão contratados 1.384 investigadores, 788 escrivães e 129 delegados. Outros oito concursos abertos ainda vão selecionar peritos criminais (447), médicos legistas (140), técnicos de laboratório (84), fotógrafos técnico-periciais (120), desenhistas técnico-periciais (55), atendentes de necrotério (89), auxiliares de necropsia (145) e auxiliares administrativos (600).

O investimento anual do Governo do Estado com as contratações será de R$ 305 milhões.

Original em: http://www.portalnovidade.com.br

GD Star Rating
loading...

Criminalística e IML terão novos peritos em Guarapuava

O Instituto de Criminalística de Guarapuava será um dos beneficiados pela autorização dada pelo Governo do Estado, ontem, quarta-feira (10), quando 87 peritos da Polícia Científica que atuam no Instituto de Criminalística do Paraná e no Instituto Médico-Legal (IML) foram promovidos em todo o Estado. 

O reenquadramento desses profissionais abrirá vagas no quadro da categoria e permitirá ao governo convocar nos próximos dias 35 peritos criminais aprovados no concurso de 2009.

De acordo com o secretário estadual da Segurança Pública, Cid Vasques, a nomeação dos novos peritos criminais representará um acréscimo de mais de 20% no quadro de profissionais da área no Estado.
Segundo a Agência Estadual de Notícias (AEN), do Instituto de Criminalística foram promovidos 45 peritos criminais de Curitiba e das seções técnicas do interior: Londrina, Paranaguá, Cascavel, Ponta Grossa, Umuarama, Maringá, Foz do Iguaçu, Guarapuava e Francisco Beltrão.

Também obtiveram progressão de carreira profissionais das 17 sedes do Instituto Médico-Legal: nove auxiliares de anatomia e necropsia (7); 28 médicos legistas e cinco toxicologistas. O IML tem sedes em Apucarana, Campo Mourão, Cascavel, Curitiba, Foz do Iguaçu, Francisco Beltrão, Guarapuava, Ivaiporã, Jacarezinho, Londrina, Maringá, Paranaguá, Paranavaí, Pato Branco, Ponta Grossa, Toledo, Umuarama, União da Vitória.
Segundo o diretor do IML, Porcídio Vilani, as promoções atendem a grande parte dos anseios dos servidores do instituto.

ALTERAÇÃO NA LEI

De acordo com a AEN, paralelamente à contratação de novos peritos, o governo trabalha na elaboração de um anteprojeto de lei que encurtará o tempo de serviço necessário para que profissionais da categoria obtenham promoções. Atualmente, a lei estadual 14.678/2005 prevê que os peritos só podem ser promovidos depois de 15 anos na carreira.

A proposta do governo, que será enviada para a Assembleia Legislativa, estabelece que os peritos criminais que entrarem na instituição pela classe de acesso (a chamada 4.ª classe) poderão progredir na carreira depois de sete anos. O mesmo período de progressão vale para peritos de 3.ª, 2.ª e 1.ª classes.

Quinta-feira, 11 de outubro de 2012
Fonte: Rede Sul de Notícias

Original em: http://www.apcf.org.br

 

GD Star Rating
loading...

Assassinatos: só 10% são resolvidos no Brasil

Falta de peritos colabora para índice baixo; nos EUA, 65% são solucionados e, na França, 80%

O índice de homicídios solucionados no Brasil é de 5% a 10% em média por ano, ante 65% nos EUA; 80% na França e 90% na Inglaterra. O déficit de 30 mil profissionais de perícia colabora para que a maioria dos crimes fique impune.

Segundo o jornal O Globo, a falta de equipamentos piora a situação, a ponto de peritos não tirarem fotos do local do crime ou deixarem de fazer raio-X para localizar balas em um corpo.

O Brasil tem apenas 6,5 mil peritos nas polícias estaduais, segundo a Associação Brasileira de Criminalística. Segundo recomendação da ONU, precisaria de 38 mil para ter o mínimo de um perito para cada cinco mil habitantes. A associação afirma que a falta de concursos é um dos motivos do déficit.

O Piauí tem o pior quadro, com apenas 21 peritos. Alagoas, o Estado mais violento (pelo mapa da violência do governo federal), tem 34 peritos.

Apesar do quadro de penúria, casos de grande repercussão, como o assassinato da juíza Patricia Acioli, no Rio, têm trabalho pericial exemplar.

Além da perícia no corpo e no local, foram analisados dados de mais de três milhões de celulares para provar o envolvimento de três policias militares no crime.

Já a morte de Jéssica Afonso Guimarães, aos 10 anos, em 2006, continua sem solução. Ela foi atingida por uma bala perdida na Cidade de Deus, também no Rio, onde morava. O tio da garota disse ao Globo que a família nunca soube sequer de onde saiu o tiro.

Original em: http://www.destakjornal.com.br

GD Star Rating
loading...

Peritos recomeçam peregrinação de negociação com o Governo

Servidores do Centro de Perícias Forenses (CPFor), envolvendo os institutos de Criminalística (IC), de Identificação (I.I) e também o Médico Legal (IML) participaram da primeira reunião em 2011 com o objetivo de discutir a retomada de negociações junto ao Governo do Estado, onde a categoria prioriza, a princípio, a implantação do Plano de Cargos, Carreiras e Salários (PCCS).

Na verdade, as categorias dos respectivos órgãos dão continuidade a uma peregrinação que existe há mais de quatro anos pela qual algumas reivindicações como o direito ao adicional noturno, o aumento salarial e melhores condições de trabalho eram os itens principais. No entanto, nesse período de incansáveis buscas, não obtiveram êxito.

Após a reunião, um processo de negociação para apresentação de propostas foi traçado e uma comissão já tentou falar com o secretário de Defesa Social, Dário César Barros Cavalcante. No entanto, ainda não houve a oportunidade de os servidores serem recebidos.

“Acreditamos que o secretário irá nos receber e aguardamos o agendamento prometido por sua assessoria. Até porque todos queremos sentar para discutir a situação dos servidores que fazem parte do quadro do CPFor cujas reivindicações já são bem antigas e nunca passaram de desejos. Achamos que a valorização do servidor é de suma importância para que ele desenvolva com mais eficácia a sua atividade, embora tenhamos nos empenhado da forma que é possível para atender a sociedade alagoana”- afirma José Veras, presidente da Associação dos Peritos Criminais de Alagoas.

A comissão também tem a pretensão de sentar com o chefe do Gabinete Civil, Álvaro Machado, e também com o secretário de Gestão Pública, Alexandre Toledo. Uma nova reunião entre os servidores já ficou marcada para o próximo dia 30.

Original em: http://www.alagoas24horas.com.br

 

GD Star Rating
loading...

Juiz ouve peritos sobre suposto racha envolvendo pecuarista

Cinco peritos do IC (Instituto de Criminalística) de Araçatuba que investigaram o acidente envolvendo o pecuarista José Antônio Scatolin Filho, em 2007, foram ouvidos hoje em audiência no Fórum de Araçatuba. A oitiva foi pedida pela defesa, que tenta provar que ele não participava de um racha, como alega a acusação.

O acusado, que está preso desde maio do ano passado, após passar dois anos e meio foragido e ser capturado em uma fazenda da família em Coxim (MS), chegou ao fórum por volta das 14h e foi recebido por familiares. Ele estava com o braço direito imobilizado, segundo familiares, devido a uma queda da cama. O outro pecuarista envolvido no acidente, Rodrigo Bernardes Rey, que responde ao processo em liberdade, também esteve no Fórum na companhia de seu advogado.

Original em: http://www.folhadaregiao.com.br

GD Star Rating
loading...